Últimas notícias

Fique informado

Pesquisa da FENACON indica que apenas 4% das empresas estão preparadas para o novo eSocial

10/01/2018

Spotlight

20 milhões de empresas devem usar o eSocial

Todo aquele que contratar prestador de serviço, pessoa física ou

01/11/2017

Reforma trabalhista vai alterar regras do eSocial a partir de janeiro de 2018

A expectativa da Receita Federal é de que cerca de 20 milhões de empresas passarão a utilizar o eSocial em 2018 por meio de Certificados Digitais, incluindo os microempreendedores individuais.

09/10/2017

eSocial aumenta o risco de multas para as empresas

De acordo com uma recente pesquisa da Fenacon somente 4,4% das empresas dizem estar prontas para a operação do novo sistema.

26/09/2017

O objetivo do eSocial de simplificar e informatizar as informações hoje dispersas em diferentes meios e plataformas, fundamental na modernização da fiscalização e transparência trabalhista no Brasil, exige das empresas, neste primeiro momento de implantação, elevados esforços de adequação em seus processos.

De acordo com uma recente pesquisa da Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas), somente 4,4% dizem estar prontas para a operação do novo sistema.

20 milhões de empresas devem usar o eSocial

Reforma trabalhista vai alterar regras do eSocial a partir de janeiro de 2018

eSocial aumenta o risco de multas para as empresas

O levantamento revelou que 42,9% das companhias ainda não iniciaram a implantação, enquanto o restante está começando a se adaptar agora (29,1%), ou em fase intermediária (23,7%). O principal desafio, segundo o relatório, é conseguir mudar a cultura organizacional e repensar os processos.

A empresa contábil Rui Cadete Consultores, por exemplo, sediada em Natal (RN), contratou  com  a Questor para realizar a unificação e qualificação de seus cadastros.

A Questor, é uma das provedoras de soluções tecnológicas voltadas à área de contabilidade fiscal do país com quem conversamos. A empresa vem desenvolvendo projetos customizados que ganham importância no apoio às empresas nesse momento crucial de transformação organizacional para adaptação ao novo modelo do governo.

O projeto, iniciado em Agosto e concluído em Setembro, contemplou o mapeamento de todas as ocorrências previstas na Lei, planejamento de execução destas com prazos e responsáveis, treinamento da equipe de atendimento e aos seus clientes. Desta forma, a Rui Cadete conseguiu adequar toda a carteira de clientes a estarem qualificados ao eSocial.

“O projeto nos possibilitou uma regularização cadastral com o Fisco trabalhista e previdenciário e maior organização das rotinas internas da empresa. Desenvolvemos uma ferramenta de levantamento de indicadores e diagnóstico dos clientes perante as obrigatoriedades. A Questor tem nos apoiado desde 2011, com todos os módulos necessários para atender com eficiência nossas demandas”, ressalta Ethel Cristina Maia Mesquita, Diretora Administrativo Financeiro da Rui Cadete.

Fernando Abrantes, Diretor de Tecnologia da ORCOSE

Já a Soma Contabilidade e Auditoria, empresa catarinense com quase 30 anos atuando na prestação de serviços de contabilidade, utilizou a tecnologia Questor para sanar os problemas cadastrais na adequação ao eSocial. O processo de implementação levou cerca de cinco meses, de agosto a dezembro, e priorizou a qualificação interna do sistema, auditorias, além da unificação dos cadastros gerais.

Fernando Abrantes, Diretor de Tecnologia da ORCOSE – Organização Contábil Serafim – uma das mais tradicionais empresas contábeis do país, explica que o objetivo principal do projeto era preparar todos os clientes para o eSocial de forma antecipada.

“Primeiramente focamos na parte cadastral visto a exigência bem detalhada de informações que este projeto possui. Com o auxilio do sistema da Questor conseguimos apontar as falhas cadastrais de forma dinâmica para então levantar as informações com os clientes”, diz Abrantes.

O processo iniciado em Junho, que promoveu a qualidade no atendimento ao cliente, já está com 70% dos trabalhos concluídos.

Embora atuando em uma carteira de cliente ampla, a Assessorplan Contábil Center, optou por realizar testes voltados ao setor de supermercados, superando com facilidade as dificuldades de adaptação às novas exigências do eSocial. A empresa ingressou na produção restrita com um de seus clientes que dispõe de 500 colaboradores no setor de supermercados em unidades espalhadas pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com Ari Adamy, Diretor Fundador, o grande desafio foi relacionado aos prazos das admissões, ajuste dos dados dos funcionários e configuração dos eventos no sistema.

“Inicialmente reiteramos a importância do projeto para nossos clientes e os orientamos a participarem dos treinamentos para aprimorarem seus conhecimentos sobre o tema. Iniciamos as qualificações em agosto e o software da Questor nos auxiliou na identificação de erros e no acesso às informações em tempo hábil para enviar os eventos ao Ambiente de Produção Restrita, trazendo maior segurança ao processo”, finaliza Ari.

 

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

Seus dados serão preservadosSeu e-mail não será publicado. Seus dados não serão compartilhados com terceiros.