Últimas notícias

Fique informado
4. Códigos maliciosos (Malware)

4. Códigos maliciosos (Malware)

06/07/2015

#EspecialFérias

Navegar é preciso, arriscar-se não! A Cartilha de Segurança para Internet contém recomendações e dicas sobre como você pode aumentar a sua segurança na Internet.malware Para facilitar a discussão de alguns tópicos da Cartilha e a difusão de conteúdos específicos são disponibilizados periodicamente Fascículos. Iremos divulgar durante esse mês de Férias os Fascículos da Cartilha com dicas de como Navegar na Internet com segurança.

O quarto fascículo da Cartilha fala sobre Códigos maliciosos (Malware).

Códigos maliciosos (malware) são programas especificamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são:

  • pela exploração de vulnerabilidades existentes nos programas instalados;
  • pela auto-execução de mídias removíveis infectadas, como pen-drives;
  • pelo acesso a páginas Web maliciosas, utilizando navegadores vulneráveis;
  • pela ação direta de atacantes que, após invadirem o computador, incluem arquivos contendo códigos maliciosos;
  • pela execução de arquivos previamente infectados, obtidos em anexos de mensagens eletrônicas, via mídias removíveis, em páginas Web ou diretamente de outros computadores (através do compartilhamento de recursos).

Uma vez instalados, os códigos maliciosos passam a ter acesso aos dados armazenados no computador e podem executar ações em nome dos usuários, de acordo com as permissões de cada usuário.

Os principais motivos que levam um atacante a desenvolver e a propagar códigos maliciosos são a obtenção de vantagens financeiras, a coleta de informações confidenciais, o desejo de autopromoção e o vandalismo. Além disto, os códigos maliciosos são muitas vezes usados como intermediários e possibilitam a prática de golpes, a realização de ataques e a disseminação de spam (mais detalhes nos Capítulos Golpes na Internet, Ataques na Internet e Spam, respectivamente).

Cada tipo de código malicioso possui características próprias que o define e o diferencia dos demais tipos, como forma de obtenção, forma de instalação, meios usados para propagação e ações maliciosas mais comuns executadas nos computadores infectados. É importante ressaltar, entretanto, que definir e identificar essas características têm se tornado tarefas cada vez mais difíceis, devido às diferentes classificações existentes e ao surgimento de variantes que mesclam características dos demais códigos

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<