Últimas notícias

Fique informado

Congresso de tecnologia da Sucesu-Ba mostrou que a força da transformação digital está nas pessoas

22/10/2017

O Congresso de Tecnologia Sucesu 2017 que apresentou A Transformação Digital como

Sérgio Leal | Criptógrafo, Pesquisador e Colunista do Crypto ID

tema central, foi realizado pela Sucesu-Ba e reuniu nos dias 17 e 18 de outubro, 40 palestrante, 20 expositores e 400 congressistas em seis salas, plenária e área de exposições

A conclusão dos dois dias do congresso foi que a transformação digital se baseia em três grandes pilares: pessoas, transparência e compartilhamento.

A Congresso aconteceu em diversos espaços de convivência para troca de conhecimento, desenvolvimento de ideias e novos negócios entre congressistas, convidados e expositores do mercado de TIC.

O criptógrafo e pesquisador Sergio Leal  representando o Crypto ID ministrou a palestra TECNOLOGIAS DISRUPTIVAS PARA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL.

Tive a oportunidade de apresentar uma palestra sobre “Tecnologias disruptivas e a transformação digital”, onde pude compartilhar as minhas experiências e mostrar múltiplos exemplos de como as empresas estão se modificando mais agressivamente. Um dos exemplos que mais gerou impacto na audiência foi a nova proposta da Walmart de usar a tecnologia para entregar comida diretamente dentro da sua geladeira”, nos contou Sergio Leal.

Sergio Leal também moderou a plenária de encerramento: GOVERNANÇA E TIC NA TRILHA DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

GOVERNANÇA E TIC NA TRILHA DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

 No final do último dia tivemos um belo encerramento com um debate muito rico entre diversos especialistas em áreas distintas. Ao longo de 80 minutos, discutimos a Governança e TIC na trilha da transformação digital. Não há como reproduzir aqui a riqueza das discussões, mas podemos destacar que o auditório permaneceu lotado do primeiro ao último minuto. Sem dúvida foi um grande evento e tenho certeza de que cada participante já está ansioso pela próxima edição tanto quanto eu estou”, Sergio Leal.

O debate final espelhou muito bem o “todo” do evento. Tivemos profissionais  de várias áreas de atuação e a troca de ideias foi fantástica.

Uma das inovações dessa edição, foi a moderação do debate final ter sido feita por um profissional de TI, Sergio Leal, que conduziu brilhantemente o painel. As fabulosas palestras e as plenárias com Ricardo Cappra e Franceso Ferrugia levaram aos participantes conteúdo relevante e de interesse estimulando interatividade durante todas as atividades”, diz Gleide Barcelar.

Outro importante ponto de destaque do congresso foi a Roda de conversa de cidadania digital que resultou na criação da Rede Aberta da Cidadania Digital.

Na Roda de cidadania digital, reunimos jovens de favela, representantes de comunidades indígenas e estudantes de inclusão social. As soluções de tecnologia apresentadas por meninos de 15, 2o e 25 anos  foram levadas com muita seriedade e responsabilidade. Foi um destaque especial no congresso onde se cruzou pensamentos e conhecimentos e nos passou a mensagem de que o foco da transformação digital está nas pessoas”, diz Gleide.  

Em um resort fantástico, centenas de pessoas se reuniram para discutir a “transformação digital” em seus múltiplos aspectos e dimensões. Todas as sessões estavam cheias e o público participou bastante com comentários e perguntas. Foi realmente um congresso para todos, em especial aos amantes do futuro, quando as novas tecnologias da informação e comunicação transformação as organizações e as pessoas”, finaliza Sergio leal.

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<