Últimas notícias

Fique informado

ABINC e CABASE assinam acordo de cooperação para integrar o sistema de IoT entre Brasil e Argentina

11/02/2019

Para estimular e acelerar a evolução do uso da Internet das Coisas na América do Sul, a ABINC (Associação Brasileira de Internet das Coisas) e a CABASE (Câmara Argentina de Internet) assinaram um acordo de cooperação que visa estimular a troca de informações e integrar todo o ecossistema de IoT entre os dois países

Parceria vai estimular a troca de experiências entre os dois países e abrirá o mercado para acordos bilaterais entre os associados das duas instituições.

A medida busca abrir o mercado para associados das duas entidades trocarem experiências no ambiente de desenvolvimento de software e hardware e, principalmente, no que tange a regulamentação do setor.

Flávio Maeda | Presidente da ABINC

Para Flávio Maeda, Presidente da ABINC, o Brasil e a Argentina estão, inegavelmente, à frente do desenvolvimento de IoT na América do Sul: “Os dois países contam com associações fortes envolvidas em todas as fases do desenvolvimento da IoT. Como temos os mesmos desafios do mercado argentino em relação à regulamentação, políticas industriais e de importação, o trabalho conjunto das duas associações busca acelerar o processo de adoção da Internet das Coisas em todas as verticais, em especial na indústria, serviços e agricultura”, afirma.

Anthony Harris, Diretor Executivo da CABASE, considera o acordo de cooperação um importante passo para fortalecer a implantação da IoT na região ao “possibilitar a combinação dos avanços tecnológicos de Empresas de IoT brasileiras e argentinas”.

O acordo trará um grande apoio na abertura de mercado para os associados das duas instituições, ao promover a organização de visitas bilaterais para que se solidifique a relação entre as associações e seus associados. Os encontros estão previstos para acontecer ainda no primeiro semestre de 2019.

“Esta parceria trará às empresas brasileiras de IoT associadas à ABINC o acesso a um mercado extremamente desenvolvido, principalmente na região da grande Buenos Aires”, destaca Flavio.

Executivos das duas entidades participam do IoT Evolution Expo

A sinergia entre a ABINC e a CABASE promete revolucionar a expansão da Internet das Coisas nos dois países. Maeda e Harris foram convidados a participar do painel “IoT e conectividade na América do Sul”, que acontece no dia 30 de janeiro durante a IoT Evolution Expo, em Fort Lauderdale, Florida (EUA).

Eles vão falar sobre o boom da IoT nos países sul americanos, levando a experiência do Brasil e da Argentina sobre como as organizações vêm se preparando para contribuir com o mercado da Internet das Coisas.

Números da Internet das Coisas

A expectativa para o setor é de que até 2020 cerca de 25 bilhões de equipamentos estejam integrados a sistemas inteligentes em todo o mundo, atendendo 4 bilhões de pessoas conectadas em cerca de 25 milhões de aplicativos disponibilizando cerca de 50 trilhões GBs de dados.

Por isso a IoT já é considerada a mais promissora plataforma de tecnologia do mundo e deve movimentar US$ 19 trilhões até a próxima década, segundo previsões da Cisco, líder mundial em TI e redes.

Deste montante, a América Latina será responsável por US$ 860 bilhões, sendo o Brasil o detentor de US$ 352 bilhões – US$ 70 bilhões por parte do setor público e US$ 282 bi do privado. Na sequência vem México, com US$ 197 bilhões, Argentina, com US$ 79 bilhões, e Colômbia, com US$ 64 bilhões.

IoT