Últimas notícias

Fique informado
Oi cria diretoria para conduzir digitalização de seus negócios

Oi cria diretoria para conduzir digitalização de seus negócios

25/01/2016
Área de Estratégia e Transformação do Negócio será liderada por Maurício Vergani, anteriormente diretor da unidade de B2B na telcon

 

A Oi criou uma área de Estratégia e Transformação do Negócio para acelerar o processo de digitalização de sua operação. A mudança estratégica na sua estrutura organizacional dá continuidade a um movimento, iniciado em 2015, “de rigoroso corte de custos” na telco.

A criação da nova diretoria faz parte do plano estratégico de longo prazo da companhia, desenvolvido para o período de 2016 a 2018.

“Além da digitalização, a área terá como diretrizes a expansão da convergência de produtos e serviços, o controle de custos e o fortalecimento da cultura da empresa, focada no cliente externo e interno”, informa a empresa.

Dentro do pilar da digitalização, a operadora prevê uma automação dos processos em toda a cadeia de entrega, em busca de aumento de produtividade, redução de custos, melhoria da qualidade e uma mudança no modo de se relacionar com os clientes (que passará a ser totalmente digital), melhorando a experiência do usuário dos serviços.

A área de Estratégia e Transformação do Negócio será liderada por Maurício Vergani, anteriormente diretor da unidade orientada a projetos B2B da Oi.

O departamento deverá reunir as equipes de RH, Comunicação e Marketing, Estratégia e Novos Negócios, Relacionamento Digital e Escritório de Transformação.

A meta é promover uma revolução digital na companhia, impactando processos de negócio e relacionamento com os clientes através da digitalização de todas as interações com a empresa em qualquer dispositivo conectado.

Dentro do plano de transformação do negócio, a Oi conseguiu fechar o período de janeiro a setembro de 2015 com custos e despesas operacionais com queda de 7,5% na comparação com o ano anterior (operações brasileiras).

Como resultado do foco contínuo na eficiência dos custos e na rentabilização da base de clientes, o Ebtida de rotina das operações brasileiras atingiu R$ 1,7 bilhão no terceiro trimestre, com aumento de 10,6% em relação ao ano anterior.

Fonte:  computerworld.com.br

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<