Últimas notícias

Fique informado

Sistema de reconhecimento facial do governo chinês é hackeado por fraudadores de impostos

1 de abril de 2021

Spotlight

Zero Trust e viagens pós-COVID ocupam o centro das atenções no Identity Week 2021

Identity Week 2021 será realizado de 22 a 23 de setembro de 2021 em Londres e reúne as mentes mais brilhantes do setor de identidades.

27 de setembro de 2021

NSA publica atualização sobre criptografia resistente a quantum

A NSA publicou o FAQ “Quantum Computing and Post-Quantum Cryptography. Confira nesse artigo!

3 de setembro de 2021

CertForum 21: evento on-line para quem quer saber tudo sobre identificação digital e documentos eletrônicos

O CertForum é realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID).

31 de agosto de 2021

INSS amplia prova de vida por meio digital

Serviço exclusivo do aplicativo Meu Gov.br usa o reconhecimento facial e evita deslocamento até as agências para a prova de vida do INSS

26 de fevereiro de 2021

CredDefense incorpora o Score de Fraude aos serviços de combate a fraudes

O Score de Fraudes da CredDefense garante a detecção mais eficiente uma vez que analisa simultaneamente cerca de 22 variáveis no modelo RFV: Recência, Frequência e Valor.

26 de janeiro de 2021

Solução de Prova de Vida da CredDefense evita uso de foto da foto nas autenticações digitais

Fraudadores passaram a capturar imagens do consumidor em redes sociais para usar como prova de vida.

11 de janeiro de 2021

CredDefense é pioneira no uso de biometria facial para logística

Adoção de tecnologia em biometria põe fim ao motorista dublê, previne acidentes e pode até reduzir preços ao consumidor final

10 de dezembro de 2020

O reconhecimento facial como forma de autenticação para transações tornou a segurança cibernética um grande problema na segunda maior economia do mundo

Um grupo de golpistas fiscais invadiu um sistema de verificação de identidade administrado pelo governo para falsificar notas fiscais. As notas fiscais falsas do grupo criminoso foram avaliadas em US $ 76,2 milhões

Um grupo criminoso enganou o sistema de reconhecimento facial de uma plataforma administrada pelo governo usando informações pessoais manipuladas e fotografias de alta definição, que foram compradas em um mercado negro online.

Verificação de identidade usando reconhecimento facial é amplamente adotado na China, já que a tecnologia se tornou parte integrante do apps a partir de pagamentos móveis, viagens, no varejo, bem como sistemas de vigilância e plataformas online para serviços governamentais.

Esse desenvolvimento, no entanto, tornou a segurança cibernética um grande problema na segunda maior economia do mundo, onde um grupo de golpistas fiscais foi pego hackeando um sistema de reconhecimento facial administrado pelo governo para falsificar notas fiscais e ganhar milhões de yuans no processo, de acordo com a um relatório do Xinhua Daily Telegraph

As faturas emitidas pela Administração Tributária do Estado são usadas para rastrear os pagamentos e ajudar a combater a evasão fiscal

Promotores em Xangai disseram que um grupo criminoso enganou o sistema de verificação de identidade dessa plataforma usando informações pessoais manipuladas e fotos de alta definição, que foram compradas de um mercado negro online, para que sua empresa de fachada registrada possa emitir notas fiscais falsas para clientes, de acordo com o relatório. publicado na terça-feira.


A Procuradoria do Povo de Xangai, no distrito de Hongkou, indicou que as notas fiscais falsas emitidas pelo grupo criminoso estavam avaliadas em 500 milhões de yuans (US $ 76,2 milhões), disse o relatório. Um aviso publicado na conta oficial do WeChat dos promotores de Xangai em janeiro deste ano dizia que uma dupla de sobrenome Wu e Zhou foi processada pelo crime. Ele disse que a dupla está operando desde 2018.

Os suspeitos enganaram o sistema de reconhecimento facial da plataforma governamental, manipulando as fotos de alta definição obtidas ilegalmente com um aplicativo para criar um vídeo, fazendo parecer que os rostos estavam balançando a cabeça, tremendo, piscando e abrindo a boca.

“Depois de obter os vídeos, usamos um telefone celular especial para sequestrar sua câmera”, disse um suspeito não identificado no relatório. “Durante o processo de autenticação facial, a câmera móvel não ligava e o sistema recebia o vídeo pré-feito. O sistema aceitou que eu estivesse na frente da câmera, então passei na certificação.

Para construir uma ‘China Digital’, o país deve primeiro enfrentar seu mercado negro de informações pessoais

A investigação do Xinhua Daily Telegraph descobriu que o custo de hackear sistemas de reconhecimento facial para obter ganhos ilegais é baixo. 

Aplicativos de manipulação de imagens – incluindo Huo Zhaopian, Fangsong Huanlian e Ni Wo Dang Nian, também conhecido como Remini Photo Enhancer – estão prontamente disponíveis para download, enquanto os telefones celulares especiais usados ​​para sequestrar câmeras podem ser comprados por 1.650 yuans.

Serviços online para detecção de reconhecimento facial também estão disponíveis, com preços que variam de 30 a 250 yuans. 

Esses serviços podem lidar com sistemas de reconhecimento facial – aplicativos biométricos de computador que identificam uma pessoa com base em um banco de dados de imagens digitais – usados ​​em uma variedade de aplicativos e plataformas governamentais.

Fonte: scmp

CredDefense incorpora o Score de Fraude aos serviços de combate a fraudes

Solução de Prova de Vida da CredDefense evita uso de foto da foto nas autenticações digitais

Reconhecimento facial sem prova de vida está com os dias contados, afirma CEO de uma das principais plataformas brasileiras de biometria facial

Governo e Tecnologia

No Crypto ID você acompanha as principais ações do Governo Brasileiro e de outros Países relacionadas a privacidade, proteção de dados, serviços eletrônicos, formas de autenticação e identificação digital.

Acesse agora e conheça nossa coluna GovTech!

Sistema de reconhecimento facial do governo chinês é hackeado por fraudadores de impostos

Fingerprint technique could help prevent banknote fraud

Disney começa a testar tecnologia de reconhecimento facial no Magic Kingdom

A biometria pode ser a chave para passaportes de vacinação

CredDefense fecha parceria com Innovatrics para incorporar tecnologia de Prova de Vida certificada

Sistema desenvolvido no Brasil identifica cada bovino no campo por ‘reconhecimento facial’

Biometria facial impede perda de R$ 450 milhões com fraudes no setor de locação de veículos

Aeroporto Santos Dumont é o primeiro do país a testar embarque 100% digital

Rio de Janeiro adota biometria neonatal como prevenção à sequestro e troca de bebês nas maternidades

INSS amplia prova de vida por meio digital

A identidade digital e a biometria prometem acabar com a tirania das senhas

Uso da biometria facial pode reduzir o valor do seguro para frete no agronegócio

Apresente suas soluções e serviços no Crypto ID! 

Nosso propósito é atender aos interesses dos nossos leitores, por isso, selecionamos muito bem os artigos e as empresas anunciantes. Conteúdo e anúncios precisam ser relevantes para o mercado da segurança da informação, criptografia e identificação digital. Se sua empresa é parte desse universo, baixe nosso Mídia Kit, escreva pra gente e faça parte do Portal Crypto ID!

ACESSE O MÍDIA KIT DO CRYPTO ID

contato@cryptoid.com.br   +55 11 3881 0019