Últimas notícias

Fique informado

Avanços na cirurgia robótica cerebral podem possibilitar substituições neuronais

6 de janeiro de 2022

Spotlight

Heather Vescent, pensadora e futurista do setor de identidade digital fala sobre ID no Metaverso

“Estamos começando a ver empresas de identidade digital aplicarem suas soluções para um mercado metaverso. Faz sentido resolver os casos de uso de hoje e planejar um mercado futuro”

9 de agosto de 2022

Telecomunicações, a raiz para os desafios de segurança cibernética

Alguns dos maiores golpes de inteligência artificial da história foram resultado do comprometimento dos sistemas de telecomunicações

8 de agosto de 2022

O que é criptografia assimétrica – ID Plus #10

No Id Plus dessa semana, a equipe de redação te explica o que é a criptografia assimétrica e como ela se aplica em nosso cotidiano

8 de agosto de 2022

FEBRABAN TECH traz renomados keynotes internacionais e nacionais para a edição 2022

Ban Ki-moon, Paul Krugman, Makaziwe Mandela, Ilan Goldfajn, Roberto Campos Neto e o ex-jogador Cafu estão entre os destaques do tradicional evento de tecnologia, que ocorre de 9 a 11 de agosto, na Bienal de São Paulo

3 de agosto de 2022

CISO Forum Brazil 2022 acontece 100% on line com o apoio do CRYPTO ID

CISO Forum Brazil 2022, a ser realizado nos dias 18, 19 e 20 de outubro de 2022 de forma 100% online.

25 de julho de 2022

O uso da robótica está sendo essencial para auxílio em pesquisas, tratamentos e cirurgias, como todas as inovações, a atenção deve ser dobrada

Estudo do neurocientista, Dr. Fabiano de Abreu, explica como a implementação de tecnologias avançadas pode auxiliar no desenvolvimento da neurociência

Dr. Fabiano de Abreu, PhD, neurocientista e biólogo

A tecnologia tem sido uma importante aliada no desenvolvimento de diversas áreas com alta relevância para a sociedade.

A neurociência é uma delas, o uso da robótica está sendo essencial para auxílio em pesquisas, tratamentos e cirurgias. Porém, como todas as inovações, a atenção na hora da implementação deve ser dobrada e os riscos devem ser previamente calculados, visto que há uma grande sensibilidade em áreas como a neurociência.

Para o neurocientista, PhD e biólogo, Dr. Fabiano de Abreu, introduzir tecnologias na neurociência possibilita descobertas cada vez menos invasivas, mais eficazes e mais confortáveis para o paciente de modo geral.

As constantes melhorias nas técnicas de imagiologia médica conduziram a grandes avanços na neurocirurgia. A combinação de novas modalidades de imagem e sistemas de neuronavegação ofereceram aos neurocirurgiões a capacidade de visualizar com precisão a anatomia cirúrgica e localizar a patologia durante um procedimento. Possibilitando, a título de exemplo, um planejamento muito mais minucioso antes de uma cirurgia de forma a minimizar a invasividade do procedimento neurocirúrgico e prevenir a perfuração do tecido neural funcional. A neurocirurgia minimamente invasiva (MIS) beneficia destes avanços“, opina.

Além disso, a robótica, os circuitos de partilha de informação e a nanotecnologia elevam o patamar da neurociência a outro nível, de modo que já é possível imaginar substituições neuronais, que levariam a reparo de alguns danos cerebrais.

O uso da robótica na cirurgia tem crescido exponencialmente nos últimos 20 anos; a sua maior contribuição é feita na orientação e posicionamento de instrumentos cirúrgicos, maior grau de liberdade, visão tridimensional superior, melhor resolução, eliminação de tremores, escalada do movimento do neurocirurgião, e imposição de restrições físicas para evitar áreas delicadas“, detalha o neurocientista.

De acordo com ele, ao utilizar neurônios artificiais em tratamentos e pesquisas, pode-se recriar circuitos que, até então, não funcionariam. “A tendência atual é que o biológico e o artificial se fundam, cada vez mais, implicando a discussão de uma série de questões éticas e morais“, explica o Dr. Fabiano de Abreu.

Sobre o Dr. Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu Rodrigues  é PhD, neurocientista com formações também em neuropsicologia, biologia, história, antropologia, neurolinguística, neuroplasticidade, inteligência artificial, neurociência aplicada à aprendizagem, filosofia, jornalismo e formação profissional em nutrição clínica. Atualmente, é diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International e membro da Federação Européia de Neurociências e da Sociedade Brasileira e Portuguesa de Neurociências.

Como a tecnologia inicia uma era de cuidados personalizados com a saúde

Blockchain na oncologia: a criptografia à favor da humanização da Saúde

Digitalização de dados de saúde pode revolucionar o setor