Últimas notícias

Fique informado

Tendências em tecnologia para 2020: o que se mantém e o que há de novo

23/12/2019

Especialistas apontam o que deve ser manter e as novidades no mercado de tecnologia da informação para o ano de 2020

Por Inforchannel

Nos últimos anos, as mudanças tecnológicas têm causado imenso impacto em todos os setores. Estar atualizado não basta, é preciso pensar à frente. Algumas tendências tecnológicas se mantêm, afinal, não é todo ano que soluções novas surgem, mas as existentes podem ser aprimoradas. Outras têm ganhado força neste ano de 2019 e, em 2020, prometem revolucionar muito do que se conhece hoje em termos de tecnologia.

Algumas das tendências tecnológicas de 2019 continuam em alta no ano que vem. De acordo com Rodrigo Werlang, CTO da Paradigma Business Solutions, dentre elas estão Machine Learning e Inteligência Artificial. “Machine learning é um ramo da inteligência artificial para análise de dados que automatiza a construção de modelos analíticos. Essa é uma tendência fortíssima dos últimos anos e pode ser utilizada em vários setores, pois é baseado na ideia de que os sistemas podem aprender dados, identificar processos e até tomar decisões com o mínimo de intervenção humana”, explica.

Para Werlang, os chatbots também devem se manter como uma das tendências tecnológicas para 2020: os chatbots, que também utilizam recursos de machine learning, devem continuar em alta. Eles são muito usados para interações entre humanos e máquinas para tornar a experiência mais natural, sendo capazes de realizar várias tarefas e interações entre diferentes sistemas para responder a perguntas feitas por pessoas. RPA (Robotic Process Automation) é outra tecnologia que irá fazer parte do dia-a-dia das empresas a partir de 2020, automatizando e integrando processos e sistemas. Diferentemente de um chatbot, estes apenas fazem o que estão programados para fazer.

Com isso, automatiza tarefas repetitivas e burocráticas do dia a dia. Serverless também está com muita força porque permite às empresas utilizarem muitos recursos de computação em nuvem nativos, ganhando em tempo, foco no aplicativo ao invés da infra-estrutura e pagando somente os recursos que são consumidos, finaliza. Sendo uma empresa inovadora, a Paradigma está conduzindo estudos e usando estes recursos e inovações tecnológicas em seus produtos como maneira de inovar e entregar melhores funcionalidades para seus clientes.

Internet das Coisas

Outra tendência que permanece ativa para o próximo ano é a Internet das Coisas (do inglês, Internet of Things – IoT). Conforme uma pesquisa da ResearchAndMarkets, maior pesquisadora de mercado do mundo, esse segmento tecnológico gerou um lucro mundial de U$12.7 bilhões em 2019. Até 2024, a expectativa é que esse valor alcance a casa dos R$20 bilhões.

Para o setor agrícola, por exemplo, as soluções baseadas em IoT trouxe muitos benefícios para fabricantes e produtores. “A agricultura é um setor que tem enorme potencial de ganhos com o uso de inovações digitais e, por essa razão, vem investindo muito na adoção deste tipo de tecnologia para aumento de eficiência e lucratividade”, afirma Bernardo de Castro, presidente da Divisão de Agricultura da Hexagon.

Dentre as vantagens da tecnologia no setor estão monitoramento de máquinas e atividades em tempo real, agilizando tomadas de decisão; previsibilidade de manutenção de máquinas, o que leva à otimização da alocação de recursos; além do rastreamento da matéria-prima e sincronização de processos.

Aplicação em nuvem

A transformação digital das empresas vai depender de soluções que garantam agilidade e praticidade como o uso de certificados digitais em em nuvem. Esta é uma forte tendência para 2020 principalmente com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que tornará mais rigorosa a segurança no tratamento de informações pessoais.

De acordo com Rafael Godinho, diretor comercial da BRy Tecnologia, empresa que atua na aplicação de protocolos criptográficos, quem usa recursos como assinatura digital, por exemplo, ganhará em segurança e quem usa certificado digital ganhará mobilidade com o armazenamento em nuvem.

“O Brasil possui um normativo específico para guardar certificados digitais em nuvem que, por isso, obrigatoriamente devem ser mantidos em servidores com várias camadas de proteção. Além disso, nas assinaturas é possível acrescentar um carimbo do tempo, que registra data e hora e permite a rastreabilidade dos documentos. Empresas que investirem em segurança estarão na frente, principalmente se implementarem uma solução que oferece mobilidade e agilidade em seus processos de negócio”, completa Rafael.

Data Science

Na visão de Adriano Kasburg, gerente comercial na Supero Tecnologia, a Ciência de Dados deve ganhar ainda mais força no próximo ano. Mais do que verificar números de forma isolada, a Data Science faz análise de dados de forma inteligente e estratégica para os negócios, trazendo vantagem competitiva. “As soluções são capazes de coletar, interpretar e analisar, unindo diversas áreas do conhecimento, como matemática, estatística, engenharia de forma inteligente, incluindo mecanismos como Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data. Estas informações auxiliam na tomada de decisões e crescimento das empresas”, explica o especialista em tecnologia.

Fonte: Inforchannel

Novos caminhos e experiências da PRONOVA para 2020

As 5 principais tendências tecnológicas que impactarão o cenário da infraestrutura digital em 2020

Top 5 Cybersecurity and Cybercrime Predictions for 2020