Últimas notícias

Fique informado

 O que é Biometria? Por CertiSign

30 de agosto de 2022

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Antes restrito a filmes de ficção científica, a biometria já está em nosso cotidiano de uma forma muito maior do que imaginamos. Seja na catraca de um prédio, quando batemos nossos horários de entrada e saída em um relógio de ponto mais moderno ou para desbloquear nosso smartphone, ela está presente nas grandes e pequenas coisas. Mas você sabe, de fato, o que é a biometria? Não? Então vamos te explicar três questões básicas sobre essa tecnologia.

Escrito por CertiSign

O que é biometria?

Basicamente, a biometria é a maneira (ou estudo) usada para identificar um indivíduo a partir de suas características físicas ou comportamentais, que podem ser consideradas únicas em cada um.  A identificação biométrica é considerada altamente confiável pelo simples fato de que cada pessoa possui um conjunto único de características, que é impossível de reproduzir em outros indivíduos. Ou seja, um falsificador não conseguiria, por exemplo, reproduzir as impressões digitais dele em outra pessoa, ou as informações de sua retina.

Como é feita a biometria?

A captura, a extração e a comparação são os principais componentes de um sistema biométrico. Na captura é possível realizar a aquisição de uma amostra biométrica para realizar a identificação de um indivíduo. Isso pode ser feito por meio de digitais ou por meio da leitura da íris do olho, por exemplo.

Já na extração é realizada a remoção de uma amostra de informação biológica única do indivíduo, para que, com base nela, possa ser feita a identificação. O resultado dessa análise é chamado de template. Por último, a comparação utiliza o template armazenado para compará-lo com outra pessoa.

Quais os tipos de biometria?

Impressão digital

A mais usada forma de biometria, essa modalidade abrange a captura das linhas da impressão digital por meio de um leitor. Uma vez captada as impressões do seu dedo, essas informações são levadas a um sistema para compará-lo com as impressões presentes no seu banco de dados. Se der “match”, você é liberado.

Reconhecimento facial

Nesta modalidade biométrica, é realizada a leitura dos traços do rosto de um indivíduo. Por mais complexo que possa parecer, o funcionamento de um sistema de reconhecimento fácil é simples, exigindo basicamente uma câmera e um software que mapeia o padrão do rosto de uma pessoa. Basicamente, esse programa tem algoritmos que analisam sua face em formas geométricas e logarítmicas.

A partir daí, a câmera – interligada ao software – entra em ação: ela analisa pontos em comum, como os olhos e a distância entre eles, boca, cumprimento do nariz, queixo, bochechas, formato da face e até mesmo o tamanho do crânio. A seguir, todos esses pontos são registrados em um banco de dados. Dessa forma, sempre que você posicionar seu rosto em frente a um sensor (ou câmera), o programa efetua os cálculos e usa seus algoritmos para montá-los como se fosse um quebra-cabeça, que permitem o reconhecimento facial.

Geometria da mão

Essa modalidade biométrica envolve, basicamente, a identificação do tamanho, da estrutura e da posição da palma da mão de uma pessoa.

Veias

O sistema biométrico realiza a captação de informações baseados nos volumes de veias aparentes do corpo de uma pessoa.

Identificação pela íris

Bastante usado em modelos mais avançados de smartphones, como o Galaxy S8, da Samsung, esta modalidade usa uma tecnologia que “fotografa” a íris do olho, a partir de uma iluminação infravermelha.

Reconhecimento de voz

Ainda pouco usado no Brasil, esta modalidade biométrica usa software que analisa a sonoridade, a gravidade e os sinais agudos de uma voz e bate com os dados do gênero que estão em seu banco de dados. No entanto, a biometria via reconhecimento de voz ainda não é das mais confiáveis, uma vez que mudanças na forma de falar podem ocorrer.

E se você procura soluções biométricas altamente confiáveis, que tal conhecer o FaceCheck?

A Certisign possui uma solução de identificação biométrica o FaceCheck tecnologia antifraude que assegura seus dados e sua identidade no mundo digital. A solução inovadora de biometria facial permite comparar uma foto tirada com smartphone ou webcam com a foto das bases oficiais do governo. Saiba mais no vídeo abaixo.

Fonte CertiSign

Sobre a CertiSign

CertiSign é uma Autoridade Certificadora no Brasil especialista em identificação e segurança digital. Desde 1996, desenvolve e integra soluções que proporcionam uma experiência digital simples e segura, oferecendo às pessoas mais tempo e liberdade, e às empresas, redução de fraudes e custos.