Últimas notícias

Fique informado
Assinatura Digital Qualificada: A recomendação dos Grandes Escritórios de Advocacia Brasileiros Por Susana Taboas

Assinatura Digital Qualificada: A recomendação dos Grandes Escritórios de Advocacia Brasileiros Por Susana Taboas

24 de outubro de 2023

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Mesmo com nova lei, bancas de advocacia preferem assinatura digital qualificada

O entendimento das bancas é que o certificado da ICP-Brasil garante a integridade da assinatura e acaba com a possibilidade de questionamento de sua autenticidade.

22 de outubro de 2023

No Crypto ID, sempre falamos sobre a irrefutabilidade das assinaturas qualificadas. O artigo recente publicado na revista Consultor Jurídico e republicado por nós, reforça nosso posicionamento.

Por Susana Taboas

Susana Taboas, Diretora e Sócia fundadora do Crypto ID

A Lei 14.620/2023, publicada em julho, estabelece que os contratos assinados com qualquer tipo de assinatura digital são títulos executivos. No entanto, grandes escritórios de advocacia brasileiros ainda recomendam o uso da assinatura qualificada, certificada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

Ver pré-visualização

O entendimento é que o certificado da ICP-Brasil garante a integridade da assinatura e elimina a possibilidade de questionamento de sua autenticidade. Ainda existe a preocupação de que a redação genérica da lei não permita atestar a força executiva dos contratos assinados com outros sistemas eletrônicos.

Como citado no artigo da revista Consultor Jurídico, plataformas como DocuSign, ClickSign, D4Sign e Adobe Acrobat Sign fornecem assinaturas digitais avançadas. Eu não poderia deixar de esclarecer que as assinaturas avançadas possuem também alto padrão de segurança mesmo não sendo assinaturas qualificadas. Assim como preciso informar que algumas dessas plataformas citadas no artigo da Consultor Jurídico também oferecem a possibilidade da assinatura digital com certificados digitais ICP-Brasil.

É importante ressaltar que as assinaturas digitais avançadas também têm valor, e especialmente quando há um acordo prévio entre as partes que antecede ao ato das assinaturas. A validade jurídica dos contratos com assinatura digital avançada é reconhecida segundo a regulação brasileira – MP 2.200/2, Lei 14.063/20 e Lei 14.620/2023.

A irrefutabilidade das assinaturas qualificadas

A assinatura qualificada garante tanto a validade quanto a exequibilidade do contrato. Isso significa que se o contrato com assinatura qualificada for questionado, o ônus de provar que a assinatura digital é falsa recai sobre quem alega a falsidade.

Portanto, embora a nova lei represente um avanço significativo na aceitação das assinaturas eletrônicas, os grandes escritórios de advocacia brasileiros continuam recomendando o uso da assinatura digital qualificada. Isso reforça nosso posicionamento, no Crypto ID, sobre a irrefutabilidade das assinaturas qualificadas.

O valor das assinaturas avançadas

As assinaturas avançadas podem ser perfeitamente utilizadas em documentos eletrônicos entre partes onde já exista um relacionamento como entre banco e correntistas, empresas e seus fornecedores, em assembleias de acionistas e muitas outras situações em que já exista um pré-acordo efetuado em relação ao tipo de assinatura eletrônica que será válida para a formalização de acordos e contratos.

Então, utilizar simplesmente a assinatura avançada sem esse vínculo, ou seja, sem um documento com valor legal onde se define o tipo de assinatura eletrônica, pode realmente ser um problema para as partes porque essa assinatura pode ser questionada (repudiada) e isso dará trabalho, despesas com advogados e pode até ocasionar a anulação das assinaturas. Lembrando que, o ônus da prova recairá sobre a parte questionada. Portanto, em casos críticos como compra e venda de imóveis ou transações de alto valor, sempre é mais garantido a assinatura qualificada, assinada com certificados digitais da ICP-Brasil.

Em breve, a assinatura qualificada terá inclusive reconhecimento internacional com os países do bloco do Mercosul. A Câmara dos Deputados aprovou em 18 de outubro de 2023 o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 929/21, que contém o acordo de reconhecimento mútuo de certificados de assinatura digital ICP-Brasil no âmbito do Mercosul. 

A proposta será enviada ao Senado. Isso significa que os certificados emitidos por certificadores habilitados em cada País e que participem do Mercosul terão valor jurídico igual ao de assinaturas manuscritas.

Portanto, embora as assinaturas digitais avançadas tenham seu valor e utilidade em determinados contextos, as assinaturas qualificadas continuam sendo a opção mais segura para transações críticas e de alto valor.

Mesmo com nova lei, bancas de advocacia preferem assinatura digital qualificada

Entenda o que mudou com a nova lei de assinatura eletrônica nº 14.620

Entrevista com Getúlio Santos, CEO e fundador da ZapSign sobre assinatura eletrônica e inteligência artifcial

Entrevista com Klaus Riffel, CEO e fundador da DOC9 sobre automação de processos jurídicos

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA SOBRE IDENTIFICAÇÃO DIGITAL E DOCUMENTOS ELETRÔNICOS

No Brasil a validade de documentos eletrônicos está fundamentada na Medida Provisória 2.200-02 /2001 de agosto de 2001, Lei nº 13.874 de 20 de setembro de 2019, Lei 14.063 de 23 de setembro de 2020, Decreto nº 10.543, de 13 de novembro de 2020 e Lei nº 14.620, de 13 de julho de 2023.

ASSINATURA ELETRÔNICA E DIGITAL

O Crypto ID artigos e notícias sobre aspectos técnicos e regulatórios sobre Assinatura Eletrônica e Digital. Acesse a nossas colunas especiais sobre Assinatura Digital e Eletrônica e Documentos Eletrônicos.

Sobre Susana Taboas

Susana Taboas | COO – Chief Operating Officer – CryptoID. Economista com MBA em Finanças pelo IBMEC-RJ e diversos cursos de extensão na FGV, INSEAD e Harvard University. Durante mais 25 anos atuou em posições no C-Level de empresas nacionais e internacionais acumulando ampla experiência na definição e implementação de projetos de médio e longo prazo nas áreas de Planejamento Estratégico, Structured Finance, Governança Corporativa e RH. Atualmente é Sócia fundadora do Portal Crypto ID e da Insania Publicidade.

Leia outros artigos escritos por Susana.

Acesse o LinkeIdin da Susana!