Últimas notícias

Fique informado

5 coisas que ainda não te contaram sobre biometria facial

1 de agosto de 2022

Spotlight

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

Proteção contra fraudes, facilidade nas transações e autonomia para os cidadãos são os principais benefícios da tecnologia, explica Guilherme Bacellar, pesquisador de Segurança Cibernética e Fraude da Unico

Prova de vida, validação da identidade em aplicativos de bancos, fintechs e do governo. A biometria facial já faz parte do cotidiano da população e, por isso, é essencial desvendar os mitos para acabar com as fake news e, assim, aproveitar todos os benefícios que essa tecnologia oferece.

A lista abaixo te ajudará a entender o funcionamento e as vantagens trazidas pela biometria facial. Confira os tópicos elucidados pelo pesquisador de Segurança Cibernética e Fraude da Unico, Guilherme Bacellar:


1. Biometria facial não é reconhecimento facial

A biometria facial é uma tecnologia mais precisa e um dos procedimentos mais seguros de identificação – utilizada hoje em transações financeiras (apps de bancos e fintechs), admissão de funcionários pela área de Recursos Humanos, assinatura de documentos, varejo (processos de concessão de crédito), entre outras situações. Para determinar a identidade de uma pessoa, a tecnologia utiliza uma selfie, analisa o rosto da pessoa e mapeia cerca de 80 pontos de sua face. A partir desse mapeamento, um código único é gerado e os dados são armazenados – como uma impressão facial.

A biometria facial só pode ser realizada com fotos próximas do rosto das pessoas – lembra daquele marco oval que aparece nos aplicativos para identificar sua face? É preciso estar bem perto da câmera. É uma autenticação obtida de maneira individual (pois cada pessoa tem características únicas) e quase estática — já que ninguém está 100% parado em todo momento.

Por outro lado, o reconhecimento facial é uma tecnologia desenvolvida para identificar um indivíduo por meio de imagem ou vídeo. “A leitura é realizada em casos individuais e em multidões, como em estádios de futebol, por exemplo. Além disso, o reconhecimento facial pode ser obtido em posições de frente ou de perfil”, detalha Bacellar.

“Por isso, é essencial enfatizar que reconhecimento facial não é o mesmo que biometria facial. Por meio da captação de características específicas de cada rosto, a biometria facial é assertiva e garante a privacidade, assim como a proteção dos dados de cada usuário”, conclui.


2. Autenticação biométrica protege a privacidade das pessoas

A biometria facial não invade a privacidade dos indivíduos e o seu uso para fins de prevenção à fraude e identificação do indivíduo encontra respaldo na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Além disso, o aspecto técnico, o hash biométrico – uma espécie de “QR code da face, um código único de cada indivíduo” –, garante a privacidade e a proteção dos dados das pessoas durante o uso da biometria facial.


3. Biometria facial evita fraudes e garante transações seguras

Respaldado por uma tecnologia avançada e inovadora, o sistema de biometria facial traz um índice de acerto de identificação de 99%. “O resultado é que as tentativas de burlar o sistema são bastante minimizadas e a segurança é então otimizada”, pontua o especialista da Unico.


4. Mudanças nos aspectos físicos são assimilados pela biometria facial

Perda de peso, corte de cabelo, uso de óculos. Mudanças no rosto geram dúvidas entre todos: a biometria facial seria capaz de reconhecer essas alterações e ainda identificar o usuário? A resposta é sim. “Com agilidade e praticidade, tais mudanças são, em sua maioria, assimiladas pela tecnologia. Vale mencionar que, caso haja a realização de harmonização facial, é possível que o sistema de biometria exija um novo cadastro do usuário”, segundo Guilherme.


5. Biometria facial facilita transações e reduz entraves para pessoas e empresas

A autenticação por meio da biometria facial traz agilidade e segurança para situações cotidianas. De acordo com dados de uma pesquisa inédita encomendada pela Unico ao Instituto Locomotiva, 98% dos brasileiros afirmam já ter enfrentado alguma dificuldade para confirmar a própria identidade. E 94% declaram já ter perdido tempo ao enfrentarem dificuldades nesta comprovação – tempo gasto em deslocamentos, filas e trâmites em diversas situações cotidianas. Soluções de identidade digital podem simplificar essas transações e já estão presentes, por exemplo, na abertura de contas em bancos digitais, pagamentos com a face em lojas e outras transações.

E a tecnologia tem grande aceitação entre os brasileiros. Oito em cada dez acreditam que a substituição de senhas por tecnologias de reconhecimento facial e biometria poderiam reduzir, consideravelmente, o número de golpes, fraudes e crimes digitais. Quanto ao acesso, 7 em cada 10 brasileiros são a favor da utilização de formas digitais de identificação, como o reconhecimento facial, para acessar lojas ou serviços.

“A biometria facial gera autonomia ao cidadão, que se posiciona como seu próprio device, sem o uso de senhas. E ao garantir transações seguras e ágeis, a solução gera um ambiente de negócios mais simples, confiável e dinâmico para o país”, enfatiza o pesquisador de Segurança Cibernética e Fraude da Unico.

Quer saber mais sobre essa tecnologia – cujo uso deve movimentar mais de R$50 bilhões em 2022, segundo a consultoria Allied Market Research? Acompanhe as mídias sociais e os conteúdos produzidos pelos especialistas da Unico (Unico Check | Unico People)

Sobre a Unico: Fundada em 2007, a Unico é a IDTech pioneira e líder em soluções de identidade digital no Brasil. A startup se tornou um unicórnio em agosto de 2021 e, oito meses depois, recebeu a quarta rodada de investimento de sua história, sendo avaliada em USD 2.6 bilhões.

Sobre o levantamento inédito Unico & Instituto Locomotiva: Para conhecer as percepções e as dificuldades da população ao acessar bens e serviços públicos e privados, tanto em instituições tradicionais quanto nas que já nasceram digitais, a pesquisa

Acompanhe como o reconhecimento facial e impressões digitais, de íris e voz estão sendo utilizados para garantir a identificação digital precisa para mitigar fraudes e proporcionar aos usuários conforto, mobilidade e confiança. Crypto ID, o maior canal brasileiro sobre identificação digital. Leia outros artigos aqui!

Learn how facial recognition and iris, voice and fingerprints are being used to ensure accurate digital identification to mitigate fraud and provide users with comfort, mobility and trust. Read other articles here! Crypto ID, the largest Brazilian channel on digital identification. Read other articles here!

Descubra cómo se utilizan el reconocimiento facial y el iris y las huellas dactilares del voz para garantizar una identificación digital precisa para mitigar el fraude y brindar a los usuarios comodidad, movilidad y confianza. Crypto ID, el mayor canal brasileño de identificación digital. ¡Lea otros artículos aquí!

CATEGORIAS

Notícias