Últimas notícias

Fique informado

Contratações de seguro cibernético crescem no Brasil

30 de junho de 2022

Spotlight

Como o Tether (USDT) se tornou a principal criptomoeda no Brasil 

No dinâmico cenário das criptomoedas em 2023, o Tether (USDT) conquistou a posição de destaque como a principal escolha entre os brasileiros.

23 de fevereiro de 2024

Entrevista com Marco Zanini, CEO da DINAMO Networks, sobre sigilo e assinatura digital

O CEO da DINAMO Networks, Marco Zanini, destacou o sigilo e as assinaturas digitais, além de abordar os principais marcos de 2023 e expectativas para 2024

19 de fevereiro de 2024

FIDO redefine a segurança online com a autenticação sem senhas

As senhas perduram, apesar do crescente consenso de que seu uso precisa ser reduzido, se não substituído.

16 de fevereiro de 2024

1º Insurance Mega Trends

O evento Insurance Mega Trends trará as principais tendências em seguros com personalidades nacionais e internacionais.

15 de fevereiro de 2024

Open Finance, ou Sistema Financeiro Aberto, e suas variações por setor econômico. Por Susana Taboas

Sistema Financeiro Aberto permite que as empresas e os indivíduos acessem dados financeiros de diversas fontes em um único lugar.

6 de fevereiro de 2024

Uso de assinaturas eletrônicas cresce 140% e deve chegar a 2 milhões/mês

Dados da ZapSign mostram ainda que adoção de assinaturas eletrônicas por empresas quase dobrou no ano de 2023

29 de janeiro de 2024

eIDAS – REGULAMENTO (UE) N.o 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

eIDAS – REGULAMENTO (UE) Nº 910/2014 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

20 de outubro de 2020

Segundo um estudo da Trend Micro, o Brasil é o quarto país no mundo com mais ataque cibernético disseminado por e-mail

Mais de 80% das empresas brasileiras estão ampliando seus investimentos em segurança cibernética.

Com a implantação generalizada do home office desde 2020 e aumento nas ofertas de serviços digitais, o Brasil vem sofrendo também com o aumento do número de ataques cibernéticos a empresas de todos os portes.

Segundo um estudo da Trend Micro, o Brasil é o quarto país no mundo com mais ataques cibernéticos disseminados por e-mail, ficando atrás apenas dos EUA, Rússia e Japão. 

De acordo com a pesquisa Global Digital Trust Insights 2022, 83% das empresas brasileiras preveem um aumento do investimento em segurança cibernética. 

A THB Brasil, corretora com atuação global especializada em Seguros, Gerência de Riscos básica, Resseguros, Consultoria de Benefícios e Affinity, enxerga o mercado mais aquecido nessa área.

Já no primeiro trimestre de 2022, a corretora obteve crescimento de 50% na modalidade e as seguradoras, que estão mais restritivas na sua aceitação de risco, registram uma sinistralidade superior a 200% em sua carteira de clientes segurada. 

Enzo Ferracini, VP de Specialty da THB Brasil

Os ataques cibernéticos estão cada vez mais sofisticados com consequências cada vez maiores em perdas financeiras. As quantias exigidas em situações como o sequestro de dados, em alguns casos, são cifras milionárias que podem levar até ao fechamento da empresa”, explica Enzo Ferracini, VP de Specialty da THB Brasil.

Por este motivo, as seguradoras estão muito cautelosas nas avaliações, buscando entender ao máximo cada empresa antes de assumir seus riscos cibernéticos”.

Alguns pontos que podem ser levados em consideração no processo de contratação do seguro cibernético:

1 – Identifique os riscos cibernéticos: existem vários tipos de coberturas disponíveis e ao identificar as possíveis armadilhas específicas de acordo com seu modelo de negócio, você poderá encontrar o seguro que melhor atende às necessidades de sua empresa.

2 – Consulte um especialista: traduzir os riscos cibernéticos em um modelo financeiro é uma etapa fundamental para garantir uma cobertura adequada, considere buscar a orientação de um especialista para entender os riscos de acordo com o perfil do seu negócio. 

3 – Compreenda a cobertura da apólice: é importante entender como cada produto pode beneficiar sua empresa caso venha a ser responsabilizada por uma violação de dados.

4 – Conheça o processo de sinistros: Compreender o processo de sinistros ao escolher o seguro de riscos cibernéticos é fundamental.

Cada seguradora tem um cronograma pelo qual os fundos podem ser pagos e caso ocorra a violação de dados, é essencial você ter conhecimento com que rapidez terá o reembolso em mãos. 

5 – Tenha conhecimento de outras vantagens de seguro: além do reembolso monetário, algumas seguradoras oferecem vantagens extras, como investigadores cibernéticos ou relações públicas para gestão de crise diante do vazamento de dados. Explore suas opções!

Procura por seguro cibernético cresce 100% em 12 meses

Como tornar o celular mais seguro? ISH Tecnologia lista 6 dicas proteção de sue aparelho

Namoro Online: Seu Romance Digital é Seguro?

Acompanhe os principais conteúdos sobre cibersegurança!