Últimas notícias

Fique informado

Criptografia, inteligência artificial e blockchain devem fortalecer combate aos crimes digitais 

12 de agosto de 2022

Spotlight

Do Deepfake ao ChatGPT: como a evolução tecnológica está influenciando as fraudes e golpes que vemos hoje?

Os golpes, de falsificação de identidade bancária a investimentos fictícios e golpes românticos, são cada vez mais diversificados

20 de maio de 2024

Contato Seguro une forças com a DOC9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul

Contato Seguro une forças com a Doc 9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul. Essa parceria é essencial para enfrentar o momento difícil que o estado está passando devido às enchentes.

20 de maio de 2024

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

Reconhecimento facial: a nova fronteira de segurança em meio aos desafios dos Deepfakes

A capacidade dos deepfakes de imitar e falsificar identidades compromete diretamente a eficácia do reconhecimento facial

20 de maio de 2024

Nuvens Tempestuosas: Navegando pelo Panorama Complexo da Cibersegurança na Nuvem

Enquanto as organizações migram cada vez mais dados e serviços para a nuvem, a complexidade e a magnitude das ameaças cibernéticas também crescem.

15 de maio de 2024

Organizações investem nessas tecnologias para avançar na defesa de seus respectivos sistemas diante do crescimento dos crimes digitais

O aumento da robustez de sistemas e técnicas criptográficas, o uso de tecnologias e mecanismos digitais emergentes ­- como IA e blockchain – em aplicações de segurança, e a introdução de arquiteturas de segurança nativas, como parte da computação e arquiteturas de negócios, são avanços importantes que devem fortalecer o combate aos crimes digitais.

crimes digitais
Raul Colcher, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE)

A maioria dos desenvolvimentos atuais relevantes para a segurança cibernética para fins comerciais são incrementais e não disruptivos“, analisa Raul Colcher, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), maior organização técnico-profissional do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade, e sócio da Questera Consulting.

Para os próximos anos, Colcher prevê a apropriação de tecnologias de computação quântica para aplicação em soluções de segurança, o que deve aumentar drasticamente a proteção contra invasões e outras atividades criminosas.

Os estágios de desenvolvimento que têm sido relatados em centros avançados em países como Estados Unidos, China, Japão, Alemanha e Israel parecem indicar que tais tecnologias podem, de fato, estar disponíveis dentro de um horizonte de cinco anos, pelo menos em suas formas pioneiras“.

O crescente número de invasões cibernéticas em corporações privadas e organizações públicas em todo o mundo criou um elemento crucial para o combate a essas fraudes digitais, segundo Colcher: o aumento da conscientização por parte de gestores sobre a importância de fortalecer o nível de informação e conhecimento da força de trabalho sobre essas questões.

Quanto mais conscientização das pessoas para o problema, maior a possibilidade de se criar um ambiente mais seguro.”

Colcher cita como exemplo o sistema financeiro e bancário brasileiro. Apesar do número crescente de ataques, o especialista considera que os serviços dos bancos estão entre os mais avançados do mundo.

A rede bancária investe pesado para proteger os ativos e informações de seus clientes, que são constantemente alvos de golpes, hackers e outras ameaças“, analisa.

Sobre o IEEE

O IEEE é a maior organização profissional técnica do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade. Seus membros inspiram uma comunidade global a inovar para um futuro melhor por meio de seus mais de 420.000 membros em mais de 160 países.

Suas publicações, conferências, padrões de tecnologia e atividades profissionais são recomendadas por diversos especialistas. O IEEE é a fonte confiável para informações de engenharia, computação e tecnologia em todo o mundo.

Especialistas do IEEE apontam soluções com certificados digitais para conter riscos de invasões por hackers na área da saúde

Cibercrime: especialista do IEEE apresenta as principais tecnologias de combate à pandemia no mundo virtual

5G deve reduzir consumo de energia, afirma especialista do IEEE

Brasil é o país com o maior número de ataques por trojans na América Latina

Motivação financeira e espionagem dominam ataques na internet, mostra estudo

Golpes financeiros virtuais: mais de mil tentativas por hora, neste ano

Cibersegurança é a chave para a operação 100% regulamentada da telemedicina no Brasil

22mai09:0018:00The Tech Summit 20241ª edição no dia 22 de maio no Palácio Tangará, em São Paulo. 09:00 - 18:00 PALÁCIO TANGARÁ, R. Dep. Laércio Corte, 1501 - São Paulo, SP

28mai09:0012:00Webinar: O que você precisa conhecer da evolução da Criptografia Junte-se aos principais especialistas em cibersegurança do Brasil e explore soluções criptográficas inovadoras para os negócios.09:00 - 12:00

Crypto ID é o maior canal sobre criptografia no Brasil!

O QUE É CRIPTOGRAFIA?

A criptografia protege a segurança pessoal de bilhões de pessoas e a segurança nacional de países ao redor do mundo.

A criptografia de ponta-a-ponta (end-to-end encryption ou E2EE) é um recurso de segurança que protege os dados durante a troca de mensagens, de forma que o conteúdo só possa ser acessado pelos dois extremos da comunicação: o remetente e o destinatário. 

Criptografia Simétrica

Criptografia Simétrica utiliza uma chave única para cifrar e decifrar a mensagem. Nesse caso o segredo é compartilhado.

Criptografia Assimétrica

Criptografia Assimétrica utiliza um par de chaves: uma chave pública e outra privada que se relacionam por meio de um algoritmo.  O que for criptografado pelo conjunto dessas duas chaves só é decriptografado quando ocorre novamente o match.  

Criptografia Quântica

Criptografia Quântica utiliza algumas características fundamentais da física quântica as quais asseguram o sigilo das informações e soluciona a questão da Distribuição de Chaves Quânticas – Quantum Key Distribution.

Criptografia Homomórfica

Criptografia Homomórfica refere-se a uma classe de métodos de criptografia imaginados por Rivest, Adleman e Dertouzos já em 1978 e construída pela primeira vez por Craig Gentry em 2009. A criptografia homomórfica difere dos métodos de criptografia típicos porque permite a computação para ser executado diretamente em dados criptografados sem exigir acesso a uma chave secreta. O resultado de tal cálculo permanece na forma criptografada e pode, posteriormente, ser revelado pelo proprietário da chave secreta.