Últimas notícias

Fique informado

Gartner estima que 55% das empresas estão em fase de testes ou de produção de Inteligência Artificial Generativa

16 de outubro de 2023

Spotlight

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

O Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, divulgou um estudo que mostra que a adoção da Inteligência Artificial Generativa (IAG) está em alta.

Segundo a pesquisa, 55% das empresas estão em fase de testes ou de produção com essa tecnologia. Isso representa um aumento significativo em relação a um levantamento anterior do Gartner, realizado em março e abril de 2023, no qual apenas 15% das empresas estavam testando a IAG.

“As companhias não estão apenas falando sobre Inteligência Artificial Generativa – elas estão investindo tempo, dinheiro e recursos para avançar nessa área e obter resultados de negócios“, afirma Frances Karamouzis, Analista e Vice-Presidente do Gartner.

De fato, 55% das empresas relatam aumento nos investimentos em IAG desde que essa tecnologia ganhou destaque no domínio público há dez meses. “A Inteligência Artificial Generativa agora está na pauta de CEOs e conselhos de administração, enquanto buscam aproveitar o potencial transformador dessa tecnologia”, diz o analista.

A pesquisa foi realizada de forma online com participantes de um webinar do Gartner sobre custos e riscos empresariais da IAG, computando 1.419 respostas em setembro de 2023. Portanto, os resultados desta pesquisa não representam conclusões globais ou do mercado como um todo.

Executivos acreditam que os benefícios superam os riscos

O Gartner também constatou que 78% dos entrevistados acreditam que os benefícios da IAG superam os riscos. Isso é mais alto do que os 68% que relataram esse sentimento na pesquisa anterior.

Os executivos estão adotando uma posição mais ousada em relação à IAG, à medida que veem como essa tecnologia pode impulsionar a inovação, a otimização e a disrupção”, diz Karamouzis. “Líderes de negócios e de TI entendem que a abordagem de ‘esperar para ver’ é mais arriscada do que investir”, diz o analista.

Investimentos se ampliam por múltiplas funções

A pesquisa do Gartner constatou que 45% das empresas estão ampliando os investimentos em IAG por várias funções empresariais, sendo que 22% estão escalando para mais de três funções diferentes. O desenvolvimento de software é a função com a maior taxa de adoção ou investimento na tecnologia, seguido de perto pelas áreas de marketing e de atendimento a clientes.

Crescimento é o principal foco

As iniciativas de crescimento foram citadas como o foco empresarial principal dos investimentos em IAG por 30% dos entrevistados, seguidas pela otimização de custos (26%) e experiência/retenção de clientes (24%).

Muitas companhias iniciaram sua jornada com a Inteligência Artificial com ênfase excessiva na otimização de custos e eficiência”, diz Karamouzis. “Empresas inteligentes foram além disso para concentrar suas iniciativas na eficácia, valor mensurável e agilidade nos produtos e serviços. Isso garante visibilidade, confiança e sinergia entre as partes interessadas, e, mais importante, alinhamento com os resultados de negócios.”

Sobre o Gartner

O Gartner, Inc. é a principal empresa de pesquisa e consultoria do mundo e membro do S&P 500. Fornece aos líderes de negócios insights, conselhos e ferramentas indispensáveis para alcançarem suas prioridades em missões críticas e para desenvolverem companhias de sucesso no futuro.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre Inteligência Artificial publicado no Brasil.

CATEGORIAS

Destaques IA Notícias