Últimas notícias

Fique informado

O impacto ecológico do processo eletrônico

9 de janeiro de 2023

Spotlight

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

RH 5.0: uma tendência que une tecnologia à uma gestão humanizada

Um dos principais desafios para o avanço do RH 5.0 é conseguir unir as competências humanas às qualidades tecnológicas

6 de janeiro de 2023

Afinal, hard tech e deep tech são a mesma coisa?

Especialista explica as diferenças entre “hard tech” e “deep tech” e como cada uma impacta os negócios e a sociedade

5 de janeiro de 2023

A importância de impulsionar a presença feminina no mercado de tecnologia

Segundo relatório do Instituto AnitaB.org, atualmente profissionais mulheres compõem cerca de 30% da força de trabalho na área de tecnologia

4 de janeiro de 2023

A transformação digital está nos deixando mais solitários?

A tecnologia está conectando ou isolando as pessoas? O psicólogo Cláudio Melo avalia o fenômeno da solidão entre os brasileiros

4 de janeiro de 2023

Estimativa revela que a cada 100 processos judiciais físicos tornados eletrônicos, o corte de uma árvore é evitado

Por Jorge Santana

Jorge Santana, fundador da Infox Tecnologia da Informação

Ultimamente a sigla ESG (environmental, social, and corporate governance) tem ganhado grande destaque, graças a uma preocupação crescente do mercado com a sustentabilidade.

Os fatores ambientais, sociais e de governança passaram a ser considerados essenciais nas análises de riscos e nas decisões de investimentos, impondo forte pressão sobre o setor empresarial.

A aparente novidade gerou uma corrida das organizações para entender o que é ESG e como estar em conformidade com suas exigências.

Tecnologia & Meio-ambiente

Vamos nos deter aqui na dimensão ambiental (o E de ESG) e na contribuição que a tecnologia, mais especificamente o processo eletrônico, pode dar. A agenda ESG está relacionada com o Pacto Global da ONU e o fator meio ambiente se relaciona com três dos seus dez princípios, sendo eles:

1) Assumir práticas que adotem uma abordagem preventiva, responsável e proativa para os desafios ambientais;

2) Desenvolver iniciativas e práticas para promover e disseminar a responsabilidade socioambiental;

3) Incentivar o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente responsáveis.

O processo eletrônico, por sua vez, consiste na automação de processos de negócio que, na maioria das vezes, traz como consequência a extinção do uso do papel, tornando o processo paperless.

A automação de processos é parte essencial das jornadas de transformação digital das organizações e, para fins de análise de caso, examinaremos seu impacto ambiental no Poder Judiciário brasileiro. Isso porque, sem qualquer dúvida, é o segmento do setor público que encarou o pioneirismo e hoje colhe excelentes resultados em iniciativas de processo judicial eletrônico.

Dentre tais resultados – como facilidades para o cidadão, maior celeridade processual e economia de recursos -, o ganho ambiental merece atenção especial.

Cortes de árvore evitados

Considerando que em cada processo judicial físico são utilizadas, em média, 100 folhas de papel e que uma árvore produz, aproximadamente, 10 mil folhas, concluímos que cada 100 processos tornados eletrônicos evitam o corte de uma árvore.

Por outro lado, cada tonelada de papel fabricado consome 600 mil litros de água e 1.470 kWh de energia. Isso mostra que o impacto positivo de um sistema como o Processo Judicial Eletrônico (PJe) traz ao meio ambiente vai muito além da economia de papel.

Segundo o relatório Justiça em Números 2022 (CNJ), 97,2% dos novos processos ingressaram na Justiça em formato eletrônico em 2021: foram 27 milhões de casos novos ingressados por meio virtual.

Isso significa que 270 mil árvores, 8,1 bilhões de litros de água e 19,8 MWh de energia (equivalentes ao consumo anual de 8.251 brasileiros) foram poupados.

Se considerarmos apenas a economia direta proporcionada pela eliminação do papel, o Judiciário brasileiro e as partes dos processos economizaram anualmente, juntas, R$ 162 milhões!

Processos eletrônicos: reduzir gastos, gerar economia e contribuir com o meio ambiente

À medida que as organizações transformam seus processos físicos em processos digitais, reduzem gastos, geram economia e contribuem significativamente com o meio ambiente.

A economia, porém, vai muito além da eliminação de papel. Também implica na redução dos gastos com impressão e outsourcing de impressoras, do consumo de combustível, uma vez que são eliminados deslocamentos para movimentar processos físicos entre diferentes endereços, idem quanto a despesas postais para notificações e comunicações entre partes envolvidas nos processos.

Portanto, a automação de processos, sobretudo aqueles intensivos em documentos, contribui para um planeta mais sustentável que, por sua vez, proporciona melhor qualidade de vida para todos.

Sobre o entrevistado

Jorge Santana é fundador da Infox Tecnologia da Informação, empresa responsável pela concepção e criação do Sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe) e da plataforma infox.bpm.

Certificado digital e sustentabilidade: tecnologia aliada do meio ambiente

[Ouça] Tecnologia reduz o impacto da emissão de papel ao meio ambiente

A importância de impulsionar a presença feminina no mercado de tecnologia

O retorno dos Cavalos de Troia: ciberataques com ransomware e phishing

Crypto ID trilhou um caminho incrível!

Em novembro de 2024 completaremos uma Década De Sucesso!

Desde o seu início, temos sido acompanhados por uma comunidade apaixonada e engajada, que cresce a cada ano. Com dois milhões de seguidores por ano, nossa jornada é marcada por conquistas, inovação e colaboração.

As empresas mantenedoras têm sido pilar fundamental para o nosso crescimento contínuo. Seu apoio nos permite manter a qualidade e a relevância das informações que compartilhamos. Agradecemos a cada uma delas por acreditar na nossa missão e nos ajudar a construir uma comunidade forte e informada.

E não podemos esquecer do nosso excepcional time de colunistas! São eles que trazem insights, análises e opiniões valiosas para os nossos leitores. Com suas vozes únicas, eles enriquecem o conteúdo do Crypto ID e nos ajudam a manter a excelência e nem a parceria incrível que temos com a Assessorias de Imprensa que nos fornecem informações atualizadas sobre as empresas que atendem.

À medida que nos aproximamos de mais um aniversário, renovamos nosso compromisso com a segurança digital, a privacidade e a tecnologia. Obrigado a todos que fazem parte dessa incrível jornada!

Juntos trabalhamos por um mundo digital com mais sigilo, identificação, segurança e gestão gerando confiança para que empresas, máquinas e pessoas possam confiar umas nas outras.