Últimas notícias

Fique informado
Reconhecimento facial de Clearview IA está no centro do trabalho da força-tarefa americana contra pedofilia

Reconhecimento facial de Clearview IA está no centro do trabalho da força-tarefa americana contra pedofilia

9 de agosto de 2023

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Uma operação sem precedentes da HSI está tentando resolver milhares de casos históricos de exploração infantil. O reconhecimento facial Clearview está no centro do trabalho da força-tarefa

O DHS está usando reconhecimento facial e IA para encontrar abusadores de crianças e resgatar vítimas em uma nova grande operação em andamento para resolver milhares de casos arquivados.

HSI – Homeland Security Investigations é uma divisão do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, responsável por investigar e combater crimes como tráfico de drogas, contrabando, lavagem de dinheiro, implementação de leis de imigração, entre outros. É uma agência importante na segurança interna dos EUA. Já DHS significa “Department of Homeland Security”, que traduzido para significa “Departamento de Segurança Interna”. O DHS é um órgão do governo dos Estados Unidos responsável por proteger o país contra ameaças internas, como terrorismo, desastres naturais e outras emergências. Ele realiza várias atividades, como proteção das fronteiras, aplicação da lei de imigração, proteção cibernética e segurança em transportes.

No início de julho, a polícia do Reino Unido contatou a unidade de Investigações de Segurança Interna do DHS sobre um vídeo sexualmente explícito envolvendo um homem e uma criança que os investigadores britânicos acreditavam ter sido feito nos Estados Unidos. Em um esforço para identificar tanto o adulto quanto a criança, o HSI analisou os rostos dos dois por meio de uma ferramenta de reconhecimento facial não revelada que escaneou um banco de dados em massa de imagens extraídas da web e das mídias sociais. Ele encontrou uma correspondência: Scott Barker, um coordenador de esportes universitários em Ashland, Missouri, de acordo com um mandado de busca revisado pela Forbes.

Os investigadores revisaram o perfil de Barker no Facebook e encontraram fotos que corroboravam ainda mais a correspondência de reconhecimento facial, bem como o que pareciam ser fotos da criança no vídeo, de acordo com o mandado. Duas semanas depois, Barker foi preso e acusado de exploração sexual de uma criança. Uma acusação ainda não foi apresentada e Barker ainda não apresentou uma declaração como resultado, disse seu advogado, o defensor federal Troy Stabenow.

A investigação de Baker fornece uma visão rara de como a HSI está usando ferramentas de reconhecimento facial como Clearview AI para perseguir rapidamente novas pistas de exploração infantil. 

A Clearview AI é uma tecnologia de reconhecimento facial desenvolvida nos Estados Unidos por uma startup com sede em Nova York, que tem como objetivo principal auxiliar na localização de criminosos fugitivos da justiça. Seu banco de dados é alimentado por imagens coletadas de sites de redes sociais e outras plataformas online. No entanto, a empresa tem sido alvo de preocupações em relação à privacidade e uso indevido de dados pessoais. Muitos estão questionando a ética e a legalidade do uso da tecnologia de reconhecimento facial em grande escala.

Adicionalmente a HSI também está usando esse tipo de tecnologia em uma operação sem precedentes de três semanas para resolver crimes de anos que levaram a centenas de identificações de crianças e agressores, de acordo com Jim Cole, que passou mais de duas décadas combatendo crimes contra menores pela HSI e que impulsionou a iniciativa antes de se aposentar no início deste ano. Cole disse à Forbes que a força-tarefa não divulgada anteriormente começou a operar no HSI Cyber ​​Crime Center em meados de julho e terminou em 4 de agosto.

A HSI se recusou a confirmar ou comentar sobre a existência das operações

Conforme o recorte da BiometricsUpdate, “Jim Cole se recusou a nomear as ferramentas que foram usadas, mas fontes com conhecimento da operação disseram à Forbes que uma delas era a controversa tecnologia de reconhecimento facial criada pela Clearview AI. A startup com sede em Nova York afirma ter acumulado um banco de dados de mais de 30 bilhões de imagens extraídas sem permissão de lugares como Facebook, Instagram e LinkedIn. A HSI assinou vários contratos com a Clearview no valor de até US$ 2 milhões, e a Clearview disse anteriormente que sua tecnologia foi usada pela HSI para investigar a exploração infantil.”

As mesmas fontes disseram à Forbes que o Clearview e outras ferramentas de IA foram usadas para digitalizar enormes caches de material de exploração infantil capturado pelo HSI, bem como o banco de dados de exploração sexual infantil da Interpol, que contém mais de 4,3 milhões de imagens e vídeos de abuso. Uma fonte disse que os repositórios continham informações sobre milhares de casos que não foram resolvidos nos últimos anos.

Cole disse que cada imagem que inclui exploração é cortada para que apenas os rostos sejam carregados nos servidores Clearview. Cada um recebe uma assinatura, que pode ser posteriormente pesquisada pelo pessoal do HSI que audita o uso da ferramenta. Cada consulta é registrada e os auditores monitoram o uso apropriado, disse Cole, observando que todos os dados “ficam atrás de uma parede criptografada”, então os funcionários da Clearview não podem acessá-los.

O esforço sem precedentes e seu alcance anteriormente eram inviáveis, explicou Cole, porque o Laboratório de Crimes Cibernéticos do HSI não tinha recursos para garantir esses tipos de precauções para a busca desse material em grande escala.

Cole acrescentou que o reconhecimento facial só deve ser usado para pistas de inteligência, não como um motivo para fazer uma prisão. “O reconhecimento facial nunca pode ser a base para uma causa provável. Essa é uma salvaguarda muito importante.”

A Clearview AI já é um parceiro conhecido das instituições de segurança americanas. A HSI fechou contratos com a empresa no valor de até US$ 2 milhões, na sequência de um acordo com o FBI anunciado no início de 2023, no valor de US$ 120 mil. Em março, o fundador e CEO da Clearview, Hoan Ton-That , disse à BBC que a empresa realizou cerca de um milhão de buscas biométricas para as forças policiais dos EUA.

À medida que a Clearview AI cresce, ela também aumenta seus esforços de inovação. Em junho, anunciou que havia entrado com pedido de patente para um novo processo de indexação de vetores, para permitir que a capacidade de pesquisa seja dimensionada de acordo com o tamanho de seus bancos de dados. Também fez uma série de novas nomeações que sugeriam um foco maior nos mercados militar e de inteligência. E seu site convida os visitantes a ler “Como o Clearview AI ajudou a moldar a guerra na Ucrânia”.

Com informações da Forbes e BiometricsUpdate

Sobre Clearview AI

Clearview AI é uma empresa privada, com sede nos Estados Unidos, dedicada a inovar e fornecer a tecnologia mais avançada para a aplicação da lei para investigar crimes, aumentar a segurança pública e proporcionar justiça às vítimas.

E é por isso que desenvolvemos uma revolucionária plataforma de inteligência baseada na web para a aplicação da lei, a ser usada como uma ferramenta para ajudar a gerar pistas de investigação de alta qualidade. Nossa plataforma, alimentada pela tecnologia de reconhecimento facial, inclui o maior banco de dados conhecido de mais de 30 bilhões de imagens faciais provenientes de fontes públicas da web, incluindo a mídia de notícias, sites de mugshot, mídia social pública e outras fontes abertas.

Nossas soluções permitem às agências ganhar inteligência e interromper o crime revelando pistas, insights e relacionamentos para ajudar os investigadores a resolver crimes simples e complexos, aumentar a segurança oficial e pública, e manter nossas comunidades e famílias mais seguras.

Acompanhe os principais conteúdos sobre Inteligência Artificial!

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!

CATEGORIAS

Notícias