Últimas notícias

Fique informado

Negativas em compras online sem justificativa, os falsos positivos de fraudes, incomodam consumidores

27 de julho de 2022

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Fórum E-Commerce Brasil 2022: Falsos positivos de fraudes no e-commerce incomodam consumidores

Signifyd identifica principais insatisfações de clientes brasileiros no e-commerce e destaca as soluções ao Fórum E-Commerce Brasil 2022

20 de julho de 2022

Os falsos positivos acontecem quando a análise de uma transação feita pelo e-commerce aponta fraude em um pedido feito por um bom consumidor

– 52% dos compradores brasileiros vivenciaram a experiência da negativa de uma compra online embora informem dados corretos e válidos;
– 33% dos brasileiros se incomodam com compras recusadas sem justificativas;
– 43% desejam validação rápida das compras online.

A Signifyd alerta para o perigo dos falsos positivos no e-commerce.

Com uso intenso de tecnologia, a empresa global de soluções antifraude para o e-commerce é capaz de antecipar tendências globais de fraudes online, proteger o comércio eletrônico e evitar um tópico importante na criação de uma experiência de compra satisfatória aos consumidores: os falsos positivos. 

Os falsos positivos acontecem quando a análise de uma transação feita pelo e-commerce aponta como fraude um pedido feito por um bom consumidor.

O e-commerce recusa a compra, muitas vezes sem justificativa, mesmo que as informações pessoais do cliente sejam corretas, haja saldo ou crédito suficientes.

Gabriel Vecchia, Diretor de Vendas da Signifyd do Brasil

Os falsos positivos surgem pelo uso de soluções inadequadas de combate à fraude. Isso pode acontecer pela implementação de regras que perdem a validade com o tempo e demandam ajuste constante, pelo uso de modelos de análise não otimizados ou a revisão manual. Essa última prática, além de apresentar risco de falha na identificação da fraude, pode demorar para apresentar o resultado. Essa demora impacta não só a boa experiência do consumidor, como também pode chegar a afetar a entrega dos produtos com atrasos”, explica Gabriel Vecchia, Diretor de Vendas da Signifyd do Brasil. 

Em pesquisa recente, a Signifyd identificou que os falsos positivos já foram vivenciados por 52% dos compradores brasileiros. 

Eles passaram pela situação de ter suas compras online negadas mesmo inserindo informações corretas e válidas ao finalizar a compra. 

Os dados ainda revelam que 14% nunca souberam o motivo do status negativo de sua compra; 12% afirmam que a transação foi identificada como suspeita de fraude, e 4% usaram o cartão virtual e tiveram o pedido negado. 

Sem conhecer e entender o motivo das negativas, o resultado é certeiro: consumidor frustrado e insatisfeito com o atendimento. Isso pode representar um impacto significativo nas finanças dos marketplaces.

Na prática, o que acontece é que um sistema antifraude legado pode recusar uma compra caso identifique algo fora do habitual, como por exemplo que você está fazendo a compra de uma outra cidade, ou para um outro endereço ou usando um dispositivo diferente. A Signifyd criou modelos de triagem antifraude usando tecnologias avançadas, capazes de entender os comportamentos de compra legítimos com maior precisão, mesmo quando há mudanças de padrão, reduzindo assim a incidência de falsos positivos, ao mesmo tempo que garantimos o valor integral das transações no caso de se tornarem um chargeback de fraude“, explica Vecchia.

Análises em menos de um segundo

Em 2021 mais de 99% dos pedidos analisados pela Signifyd no mundo foram decididos um segundo e meio, no máximo. 

A empresa faz uso de tecnologias que promovem o cruzamento de milhares de variáveis para que a revisão seja automática e em tempo real, agilizando as análises de risco no e-commerce.

Os modelos são baseados no conceito de feature engineering, apoiado no uso da inteligência artificial e Machine Learning.

Cada modelo é alimentado por dados recebidos a partir do check-out do e-commerce e amplificados por meio dos dados de sua rede de e-commerces e de parceiros locais e globais de dados. 

A agilidade e precisão nas análises impactam diretamente no aumento das taxas de aprovação das transações, melhora a experiência de consumo digital e tende a aumentar as conversões. 

Todas as análises são feitas em tempo real por meio de uma plataforma que se adequa a diferentes arranjos de pagamento, pré ou pós autorização bancária, e que é compatível com as maiores plataformas de e-commerce globais. 

A Signifyd se preocupa em entender as particularidades de cada mercado. “Uma equipe brasileira composta por profissionais das áreas de Ciência de Dados, Inteligência de Risco e Gestão de Chargebacks são responsáveis por projetar e otimizar os modelos de triagem antifraude específicos para o Brasil. Deste modo, conseguimos incluir na ferramenta características nacionais como o entendimento do CPF e as informações relacionadas a ele, bem como outros dados que refletem o comportamento de compras dos brasileiros”, explica Gabriel Vecchia.

Sobre a Signifyd

A Signifyd  oferece uma plataforma completa de proteção anti-fraudes para o e-commerce. Com o uso de machine learning e inteligência artificial, analisa dados, rastreia transações fraudulentas e falsos positivos em tempo real e maximia as taxas de conversão de transações, gerando ganho de receitas. Com a tecnologia da empresa, o comércio eletrônico pode evitar possíveis abusos por parte dos consumidores, como as fraudes contrárias às políticas pós-vendas. A empresa foi fundada por Michael Liberty – Co-Founder e Chief Product Officer (CPO); e Rajesh Ramanand – Co-Founder e CEO, ambos ex-executivos da Paypal, e está expandindo as suas operações no Brasil, considerado um dos maiores mercados de e-commerce da América Latina e um dos líderes de fraudes em transações online. Entre seus clientes estão empresas listadas na Fortune 1000 e na Internet Top 500.

Forum e-Commerce Brasil 2022: Falsos positivos de fraudes no e-commerce incomodam consumidores

Identificação correta de produtos aumenta visibilidade das ofertas dos sellers em marketplaces 

Os impactos da LGPD no e-Commerce de Moda

e-COMMERCE & VAREJO

Aqui no Crypto ID você encontra soluções para o varejo que vão proporcionar segurança e confiança entre sua marca e seus consumidores.

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!