Últimas notícias

Fique informado

Entrevista com Adriano Finamore da NEC do Brasil sobre soluções de Digital ID, em especial, sobre o New Born ID

9 de outubro de 2023

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

LGPD pode diminuir vazamento de dados em redes sociais

Especialista em consultoria empresarial explica como as redes sociais podem reduzir as invasões às suas bases de dados

26 de dezembro de 2022

LGPD: Falta de recursos atrasa adequação de empresas à legislação

Pesquisa do Grupo Darys aponta que 80% das corporações brasileiras não estão completamente adequadas com a legislação LGPD vigente desde 2021

21 de dezembro de 2022

Pesquisadores lançam dados e análises sobre o uso da LGPD no Brasil

O painel analisou 1.789 documentos da justiça brasileira que envolviam o uso da LGPD, entre setembro de 2020 a setembro de 2022

12 de dezembro de 2022

LGPD: Todos prontos para o tratamento dos dados pessoais?

A LGPD veio para proteger as pessoas do uso indevido de suas informações e toda e qualquer ação praticada sobre um tratamento de dados

22 de novembro de 2022

LGPD: entenda como a logística pode garantir a segurança de dados dos consumidores

Em vigor efetivo desde o segundo semestre de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) determina diretrizes rigorosas

31 de outubro de 2022

NEC destaca no Futurecom 2023 seu posicionamento como integradora e provedora de soluções baseadas em tecnologias avançadas e serviços 

Durante o Futurecom 2023, o Crypto ID teve o prazer de entrevistar Adriano Finamore, Head de Digital ID da NEC no Brasil 

A empresa leva ao evento um portfólio amplo, que inclui sistemas e serviços para as redes das empresas e das operadoras, plataformas tecnológicas com foco nas cidades inteligentes e na identificação digital, bem como uma oferta tecnológica de ponta para o segmento do Agronegócio.

No congresso, José Renato Gonçalves, presidente da NEC no Brasil, e Roberto Murakami, CTO da NEC na América Latina, marcam presença nos painéis premium, nos dias 04 e 05 de outubro, respectivamente.

Os executivos Leandro Galante, diretor de Mobile, e Cristiano Blanez, diretor de Inovação, ambos da NEC na América Latina, participam das discussões nas Trilhas Paralelas.

O Futurecom – maior evento de inovação, conectividade e transformação digital da América Latina – será palco, do dia 03 a 05 de outubro, em São Paulo (SP), da apresentação que reúne as principais soluções que a NEC está disponibilizando para o mercado brasileiro atualmente, dedicadas aos segmentos de empresas, operadoras, governos e agronegócio.

O leque de produtos e serviços apresentados este ano, no estande E71, está totalmente em linha com o portfólio que a multinacional japonesa tem trabalhado localmente e que foi estabelecido no plano estratégico 2025.

As soluções de automação, observabilidade e os serviços gerenciados, direcionados às redes das empresas e das operadoras, estarão em destaque este ano.

Com base na ampla expertise que detém na orquestração de sistemas, reunida ao longo de mais de 20 anos de atuação nesta atividade no País, a NEC montou uma oferta que visa otimizar e potencializar o funcionamento das redes, tornando-as mais eficazes, inteligentes e seguras. Isso porque, de acordo com a proposta da empresa, a automação, que utiliza tecnologias próprias e de parceiros, agiliza os processos e traz benefícios de ponta a ponta.

A observabilidade, por sua vez, garante mais visibilidade e previsibilidade à rede, monitorando a ocorrência de eventuais falhas, principalmente na fase de experiência do cliente.

De acordo com José Renato Gonçalves, presidente da NEC no Brasil, o pacote de soluções – que envolve automação, observabilidade e serviços gerenciados – foi formatado tomando como base essencialmente as necessidades dos clientes percebidas ao longo de cerca de duas décadas. “São soluções que se complementam e exaltam o que fazemos de melhor no âmbito brasileiro, que é acompanhar os clientes em sua jornada, acima de tudo, de forma consultiva”, sintetiza o executivo.

Alinhada com as demandas do mercado atual, que precisam levar conectividade a lugares onde ainda não há cobertura de Internet, o segmento de Mobile (redes móveis) da NEC visa ressaltar durante o Futurecom a solução de redes privativas.

Juntamente com outras empresas que compõem seu ecossistema de parceiros, a companhia coloca em prática nessa oferta sua expertise em integração. Inclusive, a NEC atuou em parceria com um pool de players de várias áreas como orquestradora no projeto OpenCare 5G, uma iniciativa do InRad e do InovaHC que atraiu muito atenção no cenário nacional em virtude de seu caráter inovador.

Ainda na área de Mobile, a companhia compartilhará com o público do Futurecom as soluções que fazem parte do guarda-chuva NEC Aspire.

As ofertas formatadas pela empresa que passou a compor o grupo da multinacional japonesa contemplam desde serviços de consultoria e profissionais para RAN, Core, Cloud, até soluções de software e/ou serviços para eficiência energética em redes móveis, de consultoria para otimização de CAPEX (Smart CAPEX), de auditoria de consistência de funcionalidade e baseline de configuração de redes de acesso (RAN), bem como de operação proativa. Fazem parte desse rol de produtos, também, as soluções para 5G, desde a definição da estratégia, solução e a implementação.

“Trazemos para o evento um portfólio de Mobile muito antenado com as demandas do mercado, seja de Enterprise ou das operadoras. Para isso, convidamos para estar ao nosso lado no evento os parceiros Adtran, Accedian, Cisco e as empresas do Grupo NEC – Netcracker e Aspire, afirma Gonçalves.

Outro destaque tecnológico, que a empresa mostra pela primeira vez no Futurecom, é o CropScope, direcionado ao agronegócio.

A plataforma reúne e converge os dados extraídos de ferramentas, como sensores de solo, análise de dados históricos, imagens captadas por meio de drones e satélites, entre outras, com o objetivo de disponibilizar para o agricultor, por meio de Inteligência Artificial (IA), um cenário completo e em tempo real, que o ajudará na tomada de decisões.

O CropScope garante o aspecto da previsibilidade, tão importante no contexto do campo, tendo em vista as mudanças bruscas do clima, por exemplo. “O fator da previsibilidade, um dos benefícios que traz a plataforma, também tem atraído um mercado de outros atores, como as cooperativas, empresas de seguros e instituições financeiras que atuam no financiamento da safra. Até o momento, estão implementadas provas de conceito (POCs), com foco nas culturas de cenoura e uva, e a intenção é expandirmos para outras culturas”, explica Gonçalves.

As soluções direcionadas ao âmbito dos governos também têm espaço na participação da NEC no Futurecom deste ano.

A oferta da empresa com foco em cidades inteligentes, que está implantada em várias cidades da América do Sul, como Tigre e Buenos Aires, na Argentina, tem um enfoque, no âmbito brasileiro, principalmente nos aspectos da segurança e da sustentabilidade.

Ferramentas de Inteligência Artificial são coordenadas pela plataforma City SensAI, que tem como objetivo orquestrar múltiplos sistemas, sensores e dispositivos, permitindo a integração de diversas tecnologias e possibilitando interoperabilidade entre elas.

O Brasil tem um enorme potencial no que diz respeito à aplicação do conceito de smart cities. Isso porque acreditamos que a tecnologia pode contribuir fortemente para ajudar a melhorar muitos aspectos das nossas cidades, com ênfase para alguns fatores, como a segurança e a preservação do Meio Ambiente”, enfatiza o presidente da NEC.

Com enfoque na segurança e no acesso dos cidadãos aos serviços públicos, mais uma vez, a NEC ressalta em sua participação no Futurecom as soluções voltadas à identificação digital. Com um amplo espectro de aplicabilidade, os sistemas da multinacional japonesa identificam a face, a íris e a impressão digital, inclusive de bebês.

Este é, aliás, um dos destaques do portfólio de Digital ID da NEC nesta edição do evento, o New Born ID. “Como a pele dos dedos dos bebês é muito fina e macia, isso dificulta o reconhecimento do desenho da impressão digital deles. No entanto, é muito importante colher esse tipo de dado o quanto antes, a fim de introduzir esses pequenos cidadãos ao sistema público de saúde e de direitos civis e até mesmo de evitar trocas de recém-nascidos”, conta Gonçalves.

“Um dos aspectos mais importantes da nossa participação no Futurecom 2023 é o fato de podermos apresentar ao público soluções convergentes, o que mostra a coerência do portfólio da empresa, seja em Mobile, cidades inteligentes, Digital ID, agronegócio ou sistemas de rede. Consolidando toda essa proposta, temos no cerne de cada oferta um importante valor agregado, que é a segurança cibernética ‘Security by Design’. Esse selo significa que idealizamos cada produto ou serviço com base no conceito primordial da cibersegurança”, explica o executivo.  

Durante o Futurecom 2023, o maior evento de inovação, conectividade e transformação digital da América Latina, o Crypto ID teve o prazer de entrevistar Adriano Finamore, Head de Digital ID da NEC no Brasil

Adriano Finamore
Adriano Finamore, Head de Digital ID da NEC no Brasil 

Crypto ID: A NEC é uma empresa global com mais de 100 anos de história. Como a empresa tem se posicionado no cenário internacional e brasileiro em relação a Identidades digitais?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): A NEC, dentro de sua visão de orquestrar um mundo mais brilhante, tem como um de seus pilares a identificação digital, através de soluções biométricas para atender diversas verticais nos mercados público e privado. As soluções de digital ID NEC na área de governo digital suportam a implementação de programas de identificação de cidadãos, emissão da carteira de condução, na área criminal para elucidação de crimes baseados em fragmentos de impressões digitais em cena de crime e, finalmente, com foco no controle de fronteiras. Nos mercados privados, a abordagem inclui, por exemplo, setores bancário/financeiro, saúde e demais verticais em soluções de onboarding digital, controle de acesso e prova de vida, conhecida como “liveness”.

Crypto ID: A NEC tem um portfólio diversificado de soluções, que inclui automação, observabilidade, serviços gerenciados, redes, cidades inteligentes, identificação digital e agronegócio. Quais são as principais tendências que a empresa está observando nestes mercados?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): Nas soluções de identificação digital existem uma forte tendência do uso da tecnologia em processos conhecidos como “on boarding” digital, onde um determinado processo de negócio pode ser concluído sem a necessidade da presença física. Um bom exemplo disso são os bancos digitais; neste processo existe toda uma jornada de identificação digital composta pelo reconhecimento e extração dos dados biográficos presentes no documento de identificação, comparação da imagem da face do documento com a imagem “selfie” tomada pela câmera do smartphone, aliada à prova de vida para evitar uma fraude por ataque de apresentação. Todo este processo de identificação biométrica e biográfica, alinhado como os demais processos de negócios durante esta fase, pode tornar a jornada totalmente sem fricção e com muito mais agilidade se comparados aos processos tradicionais.

Crypto ID: O New Born ID é uma solução inovadora para identificação de bebês. Como a solução funciona?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): A solução é composta por software e um leitor projetado para a captura de recém-nascidos e crianças em seus primeiros anos de vida. O projeto do leitor foi concebido para ser de fácil utilização, ergonômico e totalmente adaptado para coletar as características biométricas da impressão digital deste público, que em média possui a distância das caraterísticas biométricas cerca de 4 vezes menor se comparado a uma pessoa adulta. O leitor é sem contacto, o que evita a distorção da imagem capturada. A proposta da solução é ser capaz de capturar a imagem da impressão digital logo nos primeiros dias de vida e que seja válida por toda a vida para fins de identificação e verificação biométrica.  

Crypto ID: Quais são os principais benefícios da solução New Born ID para a população brasileira e como ela pode auxiliar na mitigação de tráfego de criança e de pessoas adultas no futuro?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): São inúmeros benefícios: a solução tem como objetivo cobrir a lacuna da identificação do indivíduo logo após o nascimento. A solução, ao ser implementada, irá combater o tráfico humano, será capaz de identificar o bebê e a mãe no momento do nascimento, será um instrumento para a viabilização de programas sociais junto à população mais vulnerável para incluí-las programas de vacinação, dentre outros benefícios.

Crypto ID: A solução New Born ID já está sendo utilizada em alguns países? Quais foram os planos da NEC ao trazer a solução para o Brasil?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): O plano da NEC ao trazê-la foi o de posicionar a tecnologia quanto às questões da identificação civil segura e confiável logo no nascimento. Com isso, trata-se de uma questão de cidadania, de combate ao crime e de igualdade social.

Crypto ID: Além do New Born ID, a NEC está trabalhando em alguma outra solução para identificação digital no Brasil? Poderia falar sobre isso?

Adriano Finamore (NEC BR/SP): A NEC possui diversas soluções de identificação digital de classe mundial. Aqui no Brasil temos clientes nas áreas de identificação civil e criminal por identificação por impressão digital e face para fins de identificação civil, que é a emissão da carteira de identidade e para fins criminais (vestígios ou fragmentos) de impressões digitais em cena de crime. Além desta solução, temos o reconhecimento facial no controle aduaneiro na Receita Federal e uma solução de prova de vida “liveness” para fins de combate à fraude e roubo de identidade para acesso a governo digital como mais de 200 milhões de transações executadas nos últimos 12 meses.

Entrevista com Dra Gisele Strey sobre a 1ª multa aplicada no Brasil por descumprimento à LGPD

Entrevista com Fernando Ceolin, da Akamai Technologies, sobre o Mind the Sec 2023 e Zero Trust

Entrevista com Klaus Riffel, CEO e fundador da DOC9 sobre automação de processos jurídicos