Últimas notícias

Fique informado
Tecnologia biométrica inclui pessoas sem identificação com facilidade e rapidez

Tecnologia biométrica inclui pessoas sem identificação com facilidade e rapidez

1 de março de 2023

Spotlight

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Case: Alimentando o maior sistema de autenticação biométrico do mundo

O Case da HID gera atualmente cerca de US$ 3 bilhões de economia ao governo indiano com base na significativa redução das fraudes.

27 de fevereiro de 2023

Pessoas sem identificação são integradas com facilidade e rapidez a sociedade por conta da tecnologia biométrica

A tecnologia biométrica é o caminho mais eficiente, rápido e com o menor custo para a inclusão social de pessoas sem identificação seja em zonas remotas ou pessoas em situação de rua

Mesmos as pessoas registradas e que, por algum motivo, perderam sua identificação são excluídos da sociedade e ficam sem receber benefícios a que tem direito por conta da falta de identificação.

Segundo último levantamento de 2022 do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil tem 3 milhões de brasileiros sem registro civil de nascimento, cerca de 300 mil pessoas em situação de rua e uma parcela significativa das 31 milhões de pessoas que vivem nas regiões rurais do país podem estar sem identificação.

O Estado tem o dever de zelar também pela população que não possui Registro civil, pessoas sem identidade que residem em regiões remotas, periferias, assentamentos informais, ocupações, grupos vulneráveis, áreas rurais distantes dos centros urbanos, assim como, pessoas que vivem em situação de rua.

Porém, muitas vezes os benefícios acabam chegando apenas para as pessoas devidamente identificadas e apenas essa parcela consegue usufruir dos benefícios descritos na Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH).

Sem identificação civil a pessoa é privada de emprego formal, não pode ser beneficiária dos programas sociais, não tem direito a aposentadoria, não tem acesso às políticas de saúde e educação e não tem direito ao voto

A falta de identificação impede as pessoas de terem um trabalho formal, dificulta o atendimento em postos de saúde e o acesso à educação além de gerar problemas psicológicos e emocionais.

Adicionalmente, muitas famílias que buscam por pessoas desaparecidas durante anos sem êxito. Essas pessoas podem estar vivendo, por exemplo, em situação de rua e sem identificação é praticamente impossível de serem localizadas.

A falta de identificação não só exclui as pessoas da sociedade como dificulta o planejamento do Estado no sentido de promover ações e melhorias nos programas sociais destinados a população carente.

A falta de identificação é problema um mundial?

Sim, bilhões de pessoas em todo o mundo vivem, por exemplo, em regiões remotas onde lutam contra a pobreza e muitas vezes não recebem auxílio porque é extremamente difícil para governos ou organizações voluntárias alcançarem esses cidadãos, quanto mais confirmar sua identidade devido ao ambiente e à falta de acesso à tecnologia.

No entanto, muitas pessoas que vivem em áreas de extrema carência agora recebem benefícios e ajuda. Tudo isso graças a tecnologia que confirmam suas identidades e a única forma de comprovação de quem são é o toque com um dos dedos na tela de um dispositivo móvel.

Soluções biométricas, como leitores de impressão digital, estão mudando os processos de verificação de identidade no mundo 

A tecnologia antes usada apenas para aplicações urbanas – como a das aplicações de bancos, agora estão sendo implementadas em cenários rurais, em periferias e junto as pessoas em situação de rua e entre outras situações excludentes.

A Índia que tem maior sistema de identificação biométrica do mundo é um excelente estudo de caso para avaliarmos como a tecnologia biométrica vem resolvendo o problema de identificação do cidadão naquele país.

Um dos leitores biométricos do fabricante HID Global alimenta o maior sistema de identificação biométrica do mundo

A Índia possui um dos maiores sistemas de identificação biométrica do mundo em vigor desde 2009. É o programa Aadhaar, baseado em um número de 12 dígitos emitido para residentes pela Autoridade de Identificação Única da Índia UIDAI. Esse programa foi projetado para criar um sistema centralizado para a Índia com base em uma forma de identificação. 

Os indivíduos se inscrevem voluntariamente no programa e fornecem informações demográficas e biométricas mínimas – incluindo varreduras de íris e impressões digitais. 

Essas informações são vinculadas ao seu número de identificação Aadhaar e usadas ​​como prova de identidade quando esses indivíduos recebem subsídios e serviços sociais distribuídos pelo governo.

Antes de adotar a solução de prova biométrica de identidade, o programa Aadhaar era prejudicado por fraudes que na época eram equivalentes a US$ 3 bilhões/ano.

O Sistema de Distribuição Pública Indiano – reconhecido mundialmente por sua eficiência social – responsável pela distribuição de itens críticos para a população como alimentos, grãos e fertilizantes, medicamentos, saques bancários, pagamentos de pensões e muito mais – propiciou muitas ações fraudulentas por conta de vulnerabilidades em seu sistema de comprovação de identidade. 

Os registros de identidade duplicados resultaram em benefícios de seguridade social sendo distribuídos para as mesmas pessoas várias vezes – ou pior, para aqueles que não são elegíveis para pagamentos. 

Os cartões de identificação foram roubados ou compartilhados para acessar os benefícios. Não apenas os recursos foram desviados para pessoas erradas, mas aqueles em áreas desprivilegiadas sofreram perdas significativas de seus pagamentos e subsídios individuais.

Sarra Ghaïb, gerente de novos negócios na HID para o Brasil

Segundo Sarra Ghaïb, gerente de novos negócios na HID para o BrasilAssim como a HID Global apoiou, com sucesso, o governo indiano na reformulação de sua plataforma de identificação estamos prontos no Brasil para, em conjunto com integradores locais, elaborarmos um processo simples, acessível e rápido para levar a identificação à população mais necessitada do país. Desta forma, a população sem identificação, rapidamente, poderá usufruir de benefícios sociais disponibilizados pelo Estado e por tantos outros programas seja de governos, empresas ou instituições filantrópicas internacionais.”

Segundo a executiva, “a solução utilizada na Índia é um terminal portátil POS móvel – que integra leitores fabricados pela HID Global, emparelhados com redes físicas de conectividade sem fio para se estender até os limites externos do país. Essa solução é muito adequada para atender a realidade brasileira que assim como a Índia também possui muitas localidades de dificílimo acesso.”

Essa solução também poderá, por exemplo, auxiliar a segurança pública brasileira atender as necessidades da População em Situação de Rua.

O sensor de impressão digital é a “cereja do bolo”

O sensor de impressão digital do GL-11 Mobile POS de identificação Biométrica da HID utiliza o módulo de impressão digital TouchChip® TCET da HID Global. 

O TouchChip® TCET trabalha em circunstâncias externas, incluindo poeira, luz solar, calor e umidade, para ler impressões digitais com precisão, independentemente de sujeira, condições adversas e uso frequente. O design flexível do leitor biométrico integra-se facilmente em produtos OEM para inúmeras aplicações de identificação e verificações abrangendo territórios urbanos e rurais.

Descubra diversidade de leitores biométricos de 1 dedo da HID aqui!

Residentes em toda a Índia agora se identificam de maneira confiável e rápida para acessar serviços e provisões essenciais destinados especificamente a eles, enquanto o governo desfruta de um alto nível de confiança nos sistemas de identificação biométrica adquiridos para atender suas jurisdições no fornecimento de subsídios do governo aos cidadãos certos, aproveitando as tecnologias biométricas móveis.

As pessoas há muito usam identidades confiáveis ​​por meio de tecnologia de cartão para verificar identidades, entrar em prédios ou acessar vários recursos e serviços quando se deslocam pela cidade. Mas para muitas pessoas na linha da pobreza e residentes em áreas remotas ou voláteis em todo o mundo, a biometria é o método mais simples e seguro para confirmar identidades verdadeiras, pois a identidade de um usuário não pode ser copiada para outro cartão ou formato de mídia, e não há como trocar ou compartilhar dispositivos. 

“O cidadão simplesmente toca o sensor de impressão digital do terminal móvel. O equipamento captura e criptografa a impressão digital e envia a imagem criptografada para o banco de dados do governo que verifica e reverte a confirmação para o dispositivo móvel. O processo de confirmação de ID leva menos de 50 segundos com uma taxa de precisão de 95 a 97 por cento” conclui Sarra Ghaïb

Conheça em detalhes o Caso de Estudo do Sistema de Identificação Digital Aadathaar da Índia que é o maior sistema de autenticação biométrica do mundo.

Aqui no Brasil você pode obter mais detalhes sobre a solução completa implementada pela HID Global com sucesso para o Governo da Índia falando diretamente com Sarra Ghaïb, gerente de novos negócios na HID para o Brasilpor este e-mail ou telefone/WhatsApp.

Case: Alimentando o maior sistema de autenticação biométrico do mundo

Sobre HID

Logo HID

HID é a fonte das identidades confiáveis das pessoas, lugares e coisas do mundo. Tornamos possível que as pessoas realizem transações com segurança, trabalhem de forma produtiva e viajem livremente.

A cada dia, milhões de pessoas em mais de 100 países utilizam nossos produtos e serviços para acessar com segurança locais físicos e digitais. Mais de 2 bilhões de objetos que precisam ser identificados, verificados e rastreados são conectados através da tecnologia da HID. Trabalhamos com governos, universidades, hospitais, instituições financeiras e algumas das empresas mais inovadoras do planeta, auxiliando-os a criar ambientes físicos e digitais confiáveis para que eles e as pessoas que os utilizam possam atingir seu potencial. HID® é uma marca do grupo ASSA ABLOY.

Leia os artigos da HID publicados por Crypto ID aqui!