Menu

Últimas notícias

Fique informado

Federação Assespro sugere medidas para evitar a mortalidade das empresas e perda de empregos no setor de TI

26/03/2020

Spotlight

Serviços eletrônicos proporcionam mobilidade, mas estão seguros?

COVI-19 alterou muitos hábitos de indivíduos e empresas em todo o mundo e nunca a tecnologia da informação foi tão importante quanto agora para disponibilizar serviços eletrônicos seguros.

30/03/2020

Em caráter de urgência ITI publica Instrução Normativa nº 2 para validação dos titulares dos certificados digitais por videoconferência

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 20 DE MARÇO DE 2020 Estabelece os procedimentos de confirmação de cadastro de requerente de certificado digital por meio de videoconferência.

20/03/2020

Diretor-presidente do ITI alerta para a validade de certificados digitais de empresários brasileiros

Marcelo Buz do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI alerta os empresários brasileiros para a validade do certificado digital.

20/03/2020

Cresce a oferta e a procura por cursos superiores na área de computação

Só no Paraná, em um ano o número de vagas na área de computação subiu 14% e 13%, aponta estudo da Assespro-PR feito em parceria com a UFPR.

07/01/2020

A Federação Assespro lançou um manifesto com sugestões de medidas adicionais que visam evitar a mortalidade das empresas e a perda de empregos no setor

Com o confinamento de milhares de pessoas por conta da pandemia da Covid-19 (coronavírus), o setor de TI se mostra essencial para o funcionamento de serviços públicos e privados. Representante de mais de 2.500 empresas do setor.

Italo Nogueira – Presidente da Assespro Nacional

“Apoiamos as medidas trabalhistas e creditícias tomadas até agora e sugerimos propostas firmes para passarmos por esse momento mais duro, bem como preservação dos empregos no nosso setor”, afirma Italo Nogueira, presidente da Assespro Nacional.

Entre as propostas para a manutenção do emprego está o uso da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) para o pagamento de até R$ 2.500 por empregado, até três meses, alternativa ou complementarmente, a liberação de crédito pré-aprovado pelos bancos públicos, com a retirada da necessidade de comprovação de “garantia real” para a concessão desses empréstimos.

Com o objetivo de manter o funcionamento dos mais diversos serviços prestados à população, outra proposta é a manutenção dos contratos de TI com os órgãos públicos e a rápida liberação do pagamento das dívidas com as empresas do setor.

A Entidade também defende a postergação da data de vencimento dos tributos de IRPJ, CSLL, PIS e COFINS em 180 (cento e oitenta) dias, sem incidência de multas, juros e correções.

Assespro aproxima-se do Governo Federal para promover avanços no setor de tecnologia

Empresários de Tecnologia da Informação vão ao Congresso para entregar propostas do setor

Inteligência Artificial: como a TI pode fazer mais com menos

O Crypto ID está sempre acompanhando o mercado para te atualizar!

  Explore outros artigos! setor

X
Pular para a barra de ferramentas