Últimas notícias

Fique informado

IA generativa ajuda a reduzir custos dos planos de saúde 

12 de dezembro de 2023

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Melhor uso de terminologias e sumarização automatizada geram informações mais detalhadas e beneficiam prestação de cuidados médicos

A entrada da IA (Inteligência Artificial), agora muito aprimorada pela nova geração de modelos de linguagem natural e visão computacional, trouxe grandes avanços à saúde.

Ferramentas já oferecem suporte à decisão clínica com apoio da IA, compilando dados e indicando caminhos aos médicos, por exemplo.

A junção de informações relevantes melhora a prestação de cuidados médicos e ainda ajuda a reduzir custos – e, consequentemente, os preços – dos planos de saúde.

“Os LLMs, do inglês ‘Large Language Models’ – demonstraram serem sumarizadores de textos de excelência. São excelentes ferramentas de apoio para obter melhores informações de saúde, refinar bases de dados e trabalhar com documentos clínicos, algo essencial na hora de calcular os preços dos planos de saúde”, afirma Guilherme Zwicker, CMIO (Chief Medical Information Officer) da CTC.

Ele aponta que a IA generativa ainda entra em um assunto problemático na área médica, as chamadas terminologias controladas, ou ontologias.

Diversas nomenclaturas representam conceitos do mundo real e são imprescindíveis para a camada de digitalização na saúde, exercem várias finalidades e precisam ser ligadas.

A CID-10 (Classificação Internacional de Doenças), por exemplo, tem um foco definido e, por exemplo, não contempla classificação de procedimentos na saúde.

Isso mostra a dificuldade de unir conceitos do mundo real com a camada digital. Por muitos anos, foi necessário o uso de profissionais dificilmente encontrados e subvalorizados, os chamados terminologistas.

“A IA fará parte do papel do raro terminologista – criará o rigor da classificação das entidades. Se não for estabelecido, com muito controle, o que se quer falar, a informação perde valor e se torna a chamada “informação-lixo” dentro do processamento de linguagem natural. Os planos querem saber em detalhes o que se passa com o paciente, e precisam do uso correto de boas terminologias”, diz o diretor.

Auditoria eficiente

As operadoras dos planos de saúde vivem correndo contra o tempo para determinar se um procedimento será ou não aceito, pois, nos casos em que elas perdem o prazo, o tempo de análise vence e eles são automaticamente realizados.

“Há uma pressão para fazer com que os sistemas sejam mais eficientes, e a automação pode aumentar a resolução de casos a tempo”, explica Zwicker.

Apontar fontes de desvio (especialmente nas questões de fraudes, como casos de falsidade ideológica) já é possível com o uso da IA, que tem performance parecida com a dos seres humanos ao calcular subsídios para o pagamento de um sinistro.

Sistemas de automação promovem o maior rigor do contexto assistencial, antes ignorado, e beneficiando a prestação de cuidados médicos.

“O plano de saúde é uma caixa financeira, com um propósito de entregar cuidado por meio de algumas regras. Existem equipes caras, de auditores médicos ou de enfermagem, para apontar qual o impacto financeiro. Ao alocar as informações é possível estimar, dentro de determinada faixa, o quanto você deve gastar com essa assistência ou prevenção. São focos de auditorias médicas direcionados ao próprio trabalho do editor e de questões amplas do que está acontecendo no processo de adoecimento das pessoas”, aponta.

Histórico

Não é de hoje que as máquinas apresentam um desempenho superior e grande acurácia. Desde a década de 1970, a automação é utilizada para derrubar fatores que ainda inflacionam os custos, com sistemas que olham a árvore de decisão.

10 anos depois, sistemas de especialistas apareceram a fim de auxiliar nesta tomada em algumas áreas, que já mostram um desempenho melhor a de seres humanos, em tarefas específicas.

“Contudo, o aumento da capacidade computacional e a entrada do deep learning promove um rearranjo nas técnicas a partir de 2012. A melhora de desempenho foi significativa no processo de linguagem natural e a visão computacional. Campos que eram obscuros se abriram”, finaliza o especialista.

Sobre a CTC

A CTC, uma das 150 maiores empresas de tecnologia do Brasil, desenvolve soluções e produtos de tecnologia que transformam a rotina de seus clientes nas áreas de desenvolvimento de sistemas, serviços e negócios digitais. São mais de 1.300 colaboradores voltados para transformação digital, inovação e aceleração de negócios.

Acompanhe os principais conteúdos sobre Inteligência Artificial!

As fraudes nos planos de saúde têm um impacto significativo no setor. Como a tecnologia pode ajudar?

Como a tecnologia está democratizando e auxiliando o setor de saúde?

Hospital do futuro: conheça três tendências que estão transformando a rotina no segmento de saúde

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

TAGS

GenAI