Últimas notícias

Fique informado

Regulação das moedas sociais no Brasil: segurança, previsibilidade e transparência

7 de dezembro de 2023

Spotlight

Entenda o Incidente de Segurança no Siafi que fez o Tesouro exigir a autenticação exclusivamente com Certificados Digitais ICP-Brasil

No Siafi os certificados ICP-Brasil vão conferir Integridade, autenticidade, conformidade, confidencialidade, disponibilidade, legalidade e irretratabilidade.

22 de abril de 2024

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

O Projeto de Lei 4.476/23, que estabelece um marco regulatório para as moedas sociais que circulam em municípios do país, foi aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados.

Jonatas Montanini, CGO e Co-Founder da Zuvia, empresa que atua com Tokenização, blockchain, criptomoedas e distribuição de ativos digitais, explica que as moedas sociais são formas de dinheiro que têm valor dentro de uma comunidade específica ou contexto social.

Jonatas Montanini, CGO e Co-Founder da Zuvia

“As moedas sociais são geralmente criadas para promover a cooperação e trocas dentro de uma comunidade ou grupo social. Ou seja, ao serem utilizadas exclusivamente em um território, estimulam a atividade produtiva e promovem o comércio local na região.”, completa. Hoje, já existem 150 moedas sociais que circulam simultaneamente com o real em diversos municípios do país.

Com o novo projeto, as moedas antigas e as novas terão que se adequar à alguns requisitos, garantindo segurança e transparência.

Nesse sentido, as moedas sociais só poderão ser emitidas se forem moedas digitais criadas em blockchain e autorizadas pelo Banco Central. Segundo Jonatas, isso significa que essas moedas deverão ser baseadas em tecnologia de registro distribuído (Blockchain), onde as transações são registradas em blocos encadeados de forma segura e transparente.

“Blockchain é uma tecnologia que oferece transparência, imutabilidade e segurança às transações. A mesma tecnologia que a Zuvia usa para tokenizar ativos físicos”, pontua o especialista.

Além disso, o projeto também prevê que as moedas devem ser integralmente lastreadas e indexadas em reais, sendo assim, seu valor está atrelado à moeda nacional, facilitando o processo de tokenização. Montanini lembra que a tokenização refere-se à representação digital de um ativo físico, que inclusive pode ser um ativo financeiro.

No contexto das moedas sociais, a tokenização pode simplificar o processo de transação e facilitar a interoperabilidade com outras plataformas e ativos digitais. Isso permitiria que as moedas sociais fossem mais facilmente transferíveis e integradas em ecossistemas financeiros como, por exemplo, na plataforma da Zuvia.

A segurança das moedas sociais emitidas de acordo com o novo Projeto de Lei geralmente está relacionada ao uso da tecnologia blockchain. A blockchain, devido à sua natureza descentralizada e criptografada, proporciona maior segurança contra fraudes e manipulações. Além disso, práticas de segurança adicionais, como autenticação multifatorial e protocolos de criptografia, podem ser implementadas para garantir a integridade do sistema, já que no Brasil, temos constantemente ataques cibernéticos, afirma Jonatas.

A Zuvia Digital Assets é um marketplace de ativos digitais que oferece tokenização, criptomoedas, renda fixa digital e crowdfunding. Criada em setembro de 2022, a empresa foi fundada por entusiastas da tecnologia com a missão de democratizar as finanças digitais, além de promover a educação financeira para pessoas e empresas de todos os níveis, zelando pela transparência de informações e segurança nas transações.

Temos excelentes artigos sobre o Mercado Financeiro relacionado à segurança da informação, soluções antifraude, autenticação forte, moedas digitais, CDCD, estudos e recomendações FIDO e muitos outros artigos sobre os meios de pagamentos no Brasil e no Mundo. E somos, historicamente, a maior cobertura do evento Febraban Tech.

Você também você pode se interessar por Criptoativos.

25jun(jun 25)18:1527(jun 27)18:15Febraban Tech 2024 - 25 a 27 de junhoO evento acontecerá nos dias 25 a 27 de junho de 2024 e falará sobre inteligência artificial generativa, internet 5G e 6G e outros assuntos18:15 - 18:15 (27) gmt Transamerica Expo Center - São Paulo, Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo/SP

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!