Últimas notícias

Fique informado

O ChatGPT é seguro? Riscos que podem ser evitados

18 de abril de 2024

Spotlight

Nuvens Tempestuosas: Navegando pelo Panorama Complexo da Cibersegurança na Nuvem

Enquanto as organizações migram cada vez mais dados e serviços para a nuvem, a complexidade e a magnitude das ameaças cibernéticas também crescem.

15 de maio de 2024

Cancelamento de hipotecas – Assinatura avançada versus qualificada – Parte II

Essa segunda parte discute os padrões e requisitos para o processamento eletrônico de documentos no registro de imóveis no Brasil.

15 de maio de 2024

Cancelamento de hipotecas – Assinatura avançada versus qualificada – Parte I

Questão das assinaturas eletrônicas no Registro de Imóveis é incerta, mesclando aspectos tecnológicos e jurídicos.

14 de maio de 2024

Por que é tão complexo se proteger de ataques cibernéticos? Por Rodrigo Fragola

“A meta agora não é alcançar segurança absoluta, mas sim segurança relativa no mercado em que se atua.” Fragola

13 de maio de 2024

Edmar Araujo, o novo diretor-executivo da ANCD concede sua 1ª entrevista ao Crypto ID

Edmar Araujo diretor-executivo da Associação Nacional de Certificação Digital e fala com exclusividade ao Crypto ID.

13 de maio de 2024

Confira 7 dicas para a redução do uso de papel nas empresas

São sete dicas essenciais para ajudar as empresas a reduzirem o uso de papel e promoverem práticas mais sustentáveis.

9 de maio de 2024

À medida que a IA generativa e outras ferramentas inovadoras como o ChatGPT se tornam mais amplamente utilizadas, é fundamental compreender o quão seguras elas são. Norton compartilha dicas de segurança e golpes de ChatGPT, além de outras ameaças observadas.

Embora existam preocupações com a privacidade do ChatGPT e exemplos de golpes de malware que o utilizam, o chatbot revolucionário tem muitas barreiras de segurança integradas e, geralmente, é considerado seguro para uso.

No entanto, como acontece com qualquer ferramenta online, especialmente as mais novas, é importante praticar uma boa higiene digital e manter-se informado sobre as potenciais ameaças à privacidade, bem como sobre as formas como a ferramenta pode ser utilizada indevidamente.

Com sua capacidade impressionante de escrever conteúdo, o ChatGPT rapidamente se tornou popular entre os estudantes, profissionais e usuários casuais. Mas com todo o entusiasmo em torno dele e as primeiras histórias sobre a tendência de tropeçar do GPT, as preocupações com a segurança do ChatGPT são justificadas.

Por isso, a Norton, marca líder em segurança cibernética e parte da Gen™, descreve os principais pontos, riscos de segurança que você precisa saber e que podem existir com relação ao ChatGPT. Os especialistas da Norton oferecem algumas dicas para usá-lo com segurança.

Golpes e riscos do ChatGPT a serem evitados

Embora a OpenAI garanta que o ChatGPT seja construído com muitas medidas de segurança, ela apresenta riscos. Aqui estão alguns dos possíveis riscos e falhas de segurança do ChatGPT:

Vazamentos de dados: uma violação de dados ocorre quando dados confidenciais ou privados são expostos sem autorização, os quais podem ser acessados e usados em benefício de um cibercriminoso. Por exemplo, se os dados pessoais compartilhados em uma conversa do ChatGPT forem comprometidos, você corre o risco de roubo de identidade. 

Phishing: é um conjunto de táticas manipulativas que os cibercriminosos usam para induzir as pessoas a fornecer informações confidenciais, como senhas ou detalhes de cartão de crédito. Certos tipos, como o phishing por e-mail ou phishing por clone, envolvem golpistas que se fazem passar por fontes confiáveis, como o seu banco ou empregador. 

Um dos pontos fracos das táticas de phishing é a presença de sinais reveladores, como ortografia ou gramática incorretas. Mas, agora, o ChatGPT pode ser usado por golpistas para criar e-mails de phishing altamente realistas, em vários idiomas, que podem facilmente enganar as pessoas.

Desenvolvimento de malware: malware é um software malicioso que os cibercriminosos usam para obter acesso e danificar um sistema de computador ou rede. Todos os tipos de malware requerem código de computador, o que significa que os cibercriminosos normalmente precisam conhecer uma linguagem de programação para criar um novo malware. 

Os golpistas agora podem usar o ChatGPT para escrever ou pelo menos “melhorar” códigos de malware para eles. Embora o ChatGPT tenha medidas de segurança para evitar que tais coisas aconteçam, houve casos de usuários que conseguiram contornar essas restrições.

Catfishing: catfishing é uma prática enganosa de criação de uma identidade online falsa para enganar outras pessoas para fins maliciosos, como fraudes ou roubo de identidade. Como a maioria das táticas de engenharia social, o catfishing requer excelentes habilidades de phishing. Mas os hackers agora podem usar o ChatGPT para criar conversas mais realistas ou até mesmo se passar por pessoas específicas. 

Desinformação: O ponto forte do ChatGPT é sua capacidade de imitar a maneira como os humanos escrevem e usam a linguagem. Embora o modelo de linguagem seja alimentado por grandes quantidades de dados e possa responder com precisão a muitas questões complexas, sabe-se que ele comete erros graves e gera conteúdo falso, um fenômeno chamado de “alucinação”. Sempre que o ChatGPT ou qualquer outra IA generativa é utilizada, é crucial verificar a informação que produz, pois muitas vezes pode inventar coisas e ser muito convincente.

Whaling: Este é um ataque cibernético que tem como alvo um indivíduo de alto perfil, como um executivo de negócios ou um alto funcionário de uma organização, geralmente com o objetivo de roubar informações confidenciais ou cometer fraudes financeiras. Embora as empresas possam se proteger contra muitos ataques, usando as melhores práticas de segurança cibernética, um cibercriminoso pode usar o ChatGPT para criar e-mails realistas que podem contornar os filtros de segurança e ser usados em um ataque de whaling.

Dicas para se proteger ao usar o ChatGPT

Apesar das medidas de segurança do ChatGPT, como acontece com qualquer ferramenta online, existem riscos. Aqui estão algumas dicas importantes de segurança e práticas recomendadas para se manter seguro ao usar o ChatGPT:

Evite compartilhar informações confidenciais. É importante manter a privacidade dos dados pessoais e nunca revelar informações financeiras ou outras informações confidenciais durante conversas com ChatGPT.

Revise sempre as políticas de privacidade. É recomendável que você leia a política de privacidade da OpenAI, para entender como os dados são tratados e qual o nível de controle que você tem sobre eles.

Use uma conta anônima. Considere usar uma conta anônima para interagir com o ChatGPT, tendo uma barreira adicional de privacidade digital – embora possa ser necessário fornecer e verificar um número de telefone para se registrar.

Use uma senha forte. Siga as boas práticas de segurança criando senhas diferentes, seguras e únicas, sendo fundamental alterá-las periodicamente para manter sua conta segura. 

Mantenha-se informado. Esteja atualizado sobre os últimos problemas de segurança de IA e golpes no ambiente online relacionados. Conhecimento é poder, quando se trata de segurança cibernética.

Use sempre um software antivírus. Um bom software antivírus como o Norton 360 pode ajudar a proteger os dispositivos contra possíveis ameaças cibernéticas, baseando-se em uma poderosa tecnologia antimalware heurística para ajudar na segurança contra as emergentes e novas ameaças de malware. Além disso, possui VPN integrada para criptografar as informações enviadas e recebidas online, ajudando a proteger os dados pessoais. 

Iskander Sanchez-Rola, Diretor de Inovação em Privacidade da Norton, explica que “um passo importante para se proteger da exposição de dados confidenciais é estar ciente de como um site, aplicativo ou chatbot utiliza os dados pessoais. Para isso, devemos nos fortalecer e nos proteger diante da constante evolução da vida digital, a fim de mitigar os possíveis riscos associados a fraudes de chatbot, como violações de dados ou ataques de malware”.

Sobre a Norton

Norton é uma marca líder em segurança cibernética da Gen™ (NASDAQ: GEN), uma empresa global dedicada a promover a liberdade digital por meio de sua família de marcas de consumo confiáveis, incluindo Norton, Avast, LifeLock, Avira, AVG, ReputationDefender e CCleaner. Gen permite que as pessoas vivam suas vidas digitais com segurança, privacidade e confiança hoje e nas gerações futuras. A Gen fornece produtos e serviços premiados em segurança cibernética, privacidade online e proteção de identidade para mais de 500 milhões de usuários em mais de 150 países. Mais informações em Norton.com e GenDigital.com.

Acompanhe o melhor conteúdo sobre Inteligência Artificial publicado no Brasil.

CATEGORIAS

Destaques IA Notícias