Últimas notícias

Fique informado

KPMG aponta quatro riscos cibernéticos para as instituições financeiras

31 de outubro de 2023

Spotlight

Entenda o Incidente de Segurança no Siafi que fez o Tesouro exigir a autenticação exclusivamente com Certificados Digitais ICP-Brasil

No Siafi os certificados ICP-Brasil vão conferir Integridade, autenticidade, conformidade, confidencialidade, disponibilidade, legalidade e irretratabilidade.

22 de abril de 2024

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lançou recentemente a terceira edição da campanha de prevenção a fraudes “Pare e Pense: Pode ser Golpe”, que trará informações e dicas para clientes bancários com o intuito de que se protejam de golpes aplicados por criminosos.

Diante desse cenário, a KPMG elencou as principais questões sobre segurança cibernética que as instituições financeiras devem se atentar e continuar monitorando nos próximos períodos.

Segundo o sócio-líder de segurança cibernética da KPMG, Leandro Augusto, a rápida transformação digital dos últimos anos afetou significativamente a forma como os criminosos virtuais operam e essas mudanças terão um impacto ainda maior no panorama da proteção bancária no futuro.

Os quatro fatores são os seguintes:


Phishing  Considerado o mais utilizado pelos criminosos. Ele consiste em enganar os usuários da internet para que revelem informações pessoais, financeiras ou confidenciais. Os bancos precisam se atentar a esta técnica, uma vez que hackers estão utilizando-a cada vez mais para atacar os usuários e os colaboradores das empresas, principalmente, pessoas com privilégios elevados nos sistemas da instituição.

Ransomware  Durante este ataque, os criminosos bloqueiam o acesso da vítima ao computador, criptografando-os com vírus. Os invasores usam várias técnicas de extorsão para pressioná-la a pagar um “resgate”. Se bem-sucedido, esse tipo de ataque pode ter implicações mais amplas nos padrões de conformidade regulatória das instituições.

Cadeia de fornecedores – São ataques realizados por meio de um fornecedor terceirizado comprometido. Nesse caso, os criminosos contornam os controles de segurança, criando caminhos para recursos confidenciais de clientes através de um fornecedor terceirizado, o que poderia impactar centenas de empresas.

Inteligência artificial para prevenção de fraudes e ataques – É uma das tendências crescentes de proteção cibernética observadas no setor bancário este ano para prevenção de fraudes e contenção de ataques. Os principais bancos têm utilizado técnicas de detecção de anomalias e inteligência artificial para detectar desvios e comportamentos de risco, deteção de fraudes de pagamento, de empréstimos, de integração de clientes.

“A segurança cibernética no setor bancário tem um valor crítico. Com o avanço dos pagamentos digitais e da digitalização do ecossistema financeiro, os bancos tem se tornado um dos principais alvo de ataques cibernéticos.

Além disso, a mudança contínua nas tecnologias também implica em uma mudança na cibersegurança no setor bancário, o que tem demandado mais investimentos por parte do setor bancário pela complexidade e velocidade do assunto”, disse o sócio-líder de serviços financeiros da KPMG, Cláudio Sertório.

Temos excelentes artigos sobre o Mercado Financeiro relacionado à segurança da informação, soluções antifraude, autenticação forte, moedas digitais, CDCD, estudos e recomendações FIDO e muitos outros artigos sobre os meios de pagamentos no Brasil e no Mundo. E somos, historicamente, a maior cobertura do evento Febraban Tech.

Você também você pode se interessar por Criptoativos.

25jun(jun 25)18:1527(jun 27)18:15Febraban Tech 2024 - 25 a 27 de junhoO evento acontecerá nos dias 25 a 27 de junho de 2024 e falará sobre inteligência artificial generativa, internet 5G e 6G e outros assuntos18:15 - 18:15 (27) gmt Transamerica Expo Center - São Paulo, Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo/SP

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!