Últimas notícias

Fique informado

Proteção em evidência: tendências para o mercado de cibersegurança em 2023

30 de janeiro de 2023

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Com a chegada das redes inteligentes e do mercado livre de energia, cibersegurança deve ser prioridade nas empresas do setor

Oito em cada dez companhias brasileiras (83%) prevêem um aumento de gastos em cibersegurança neste ano e, para 33%, a alta deve ser de 15%

3 de agosto de 2022

Mercado de cibersegurança chega à reta final do ano fortalecido pelos desafios da pandemia, criação de medidas regulatórias e perspectiva de alta demanda para 2021

Por Dr. Roberto Gallo, cientista-chefe e CEO da Kryptus e presidente da ABIMDE faz uma análise do mercado de cibersegurança.

7 de janeiro de 2021

Crimes cibernéticos e LGPD impulsionam mercado de cibersegurança e forçam executivos a se envolverem no processo decisório, diz relatório ISG

Segundo o relatório divulgado pela TGT Consult, ataques cibernéticos evoluem de forma sofisticada e exigem das empresas cada vez mais consultorias estratégicas e novas tecnologias

4 de setembro de 2020

Cenário aponta para a consolidação da segurança digital no mercado, novos alvos de cibercriminosos e importância da proteção em cadeia

O avanço da tecnologia, vivenciado nos últimos anos, tem movimentado o mercado como um todo. À medida em que novas alternativas de navegação, armazenamento, transações e consumo surgem, empresas buscam formas de aprimorar a experiência de seus respectivos públicos, com ofertas de serviços cada vez mais assertivas.

Neste enredo, a segurança tem se tornado um fator chave, especialmente diante da crescente atuação de cibercriminosos para aplicar golpes e roubar dados.

Um recente relatório elaborado pelo ThoughtLab Group aponta que o número de ataques cibernéticos e violações de dados aumentou 15% em todo o mundo, no último ano, além de que 29% dos CEOs/CISOs e 40% dos diretores de segurança admitem que suas empresas ainda não estão totalmente preparadas para enfrentar um cenário de ameaças em rápida transformação.

“Os indicadores evidenciam que as equipes de segurança precisam se manter atualizadas e atentas às principais tendências, ameaças e formas de proteção para aprimorar suas estratégias de segurança e torná-las mais efetivas, principalmente em um momento de maior adoção do trabalho remoto e serviços na nuvem”, explica Átilla Arruda, Diretor Comercial da Solo Network, provedora de serviços gerenciados (MSP).

Tendências para a cibersegurança em 2023

Segurança em Nuvem e IOT: Quanto mais dispositivos conectados em rede, mais alternativas em potencial existirão que os invasores podem usar para entrar e acessar nossos dados.

De acordo com analistas do Gartner Group, neste ano haverá mais de 43 bilhões dispositivos conectados à IoT no mundo.

Diante deste dado, diversas iniciativas, dos setores público e privado, devem entrar em ação, com o objetivo de aumentar a segurança de dispositivos conectados.

Inclusão de Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML): estes recursos são importantes quando se trata de resolver anomalias e realizar análise comportamental, reduzindo o número de falsos positivos.

Desta forma, o ano de 2023 promete uma rápida adoção de IA e ML, especialmente em empresas do varejo, mercado financeiro e do setor de saúde.

Soluções com recursos SOAR: soluções de orquestração, automação e resposta de segurança (SOAR) também estão em alta, pois permitem a captura de informações automaticamente, além de realizarem análises e atribuírem pontos baseados na gravidade da ameaça, fatores que auxiliam equipes de cibersegurança a terem acesso ao contexto da ameaça.

O SOAR permite o recebimento de alertas, automação de respostas a ameaças, além de acesso a insights para atuar no caso de incidentes de segurança.

Potenciais alvos de cibercriminosos

Cadeia de suprimentos: o relatório X-Force Threat Intelligence Index 2022 aponta que, no último ano, 62% das organizações em todo o mundo enfrentaram um ataque à sua cadeia de suprimentos.

Esse tipo de ameaça foca em vulnerabilidades de parceiros que fazem parte da cadeia de suprimentos. Mesmo com empresas mais preparadas para enfrentar esse tipo de incursão.

Por isso, é essencial buscar uma abordagem proativa que analise o comportamento de usuários e sistemas para detectar anormalidades.

Nuvem: malwares e phishing estão entre os principais vetores de risco na nuvem e visam serviços populares, como o Microsoft 365, por exemplo.

Tais ataques envolvem o envio de e-mails com um anexo ou link que direciona o usuário para páginas falsas, induzindo-o a instalar um ransomware disfarçado nos sistemas de gerenciamento e armazenamento de dados. 

Sistemas Integrados e Infraestrutura: o estudo Cyber Signals, organizado pela Microsoft, identificou vulnerabilidades não corrigidas e de alta gravidade em 75% dos controladores industriais mais comuns em redes de Tecnologia Operacional (OT) de clientes.

O dado indica os desafios ainda existentes na correção de sistemas, o que pode ser uma porta de entrada para cibercriminosos.

Sobre a Solo Network

Desde 2002 no mercado brasileiro e com mais de 6.000 clientes ativos, a Solo Network é uma empresa de tecnologia com grande foco em serviços e soluções de TI, reconhecida pela grande habilidade técnica e capacidade de entregar soluções de alta qualidade, integradas e aderentes às necessidades atuais e futuras dos clientes, garantindo um excelente retorno dos investimentos em tecnologia.

A Solo Network dispõe dos mais altos níveis de certificações e é premiada nacional e internacionalmente pelas fabricantes que representa.

Com a chegada das redes inteligentes e do mercado livre de energia, cibersegurança deve ser prioridade nas empresas do setor

Qual o melhor caminho para fortalecer a segurança cibernética no mercado nacional?

Modelos híbridos, personalização e cibersegurança são os grandes desafios de tecnologia para 2023 segundo relatório da Progress

Acompanhe os principais conteúdos sobre Inteligência Artificial!

Acompanhe os principais conteúdos sobre Internet of Things (Internet das coisas)!

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!