Últimas notícias

Fique informado

A1, A2, A3 e A4? Qual o significado das letras e números no certificado digital?

20 de julho de 2021

Spotlight

O que é o open banking e como ele funciona

Saiba o que vai mudar na vida dos brasileiros com

14 de julho de 2021

Incidente na Kaseya chama a atenção para atrativa maneira em propagar de ataques

O incidente na Kaseya resultou na indisponibilização de ativos de mais de mil empresas no início deste mês.

14 de julho de 2021

Marcelo Fernandes da FICO fala sobre a segunda fase do open banking

Em 15 de julho, os bancos passam a operar com sistemas abertos e clientes terão mais acesso aos serviços financeiros.

8 de julho de 2021

Novo serviço desenvolvido pelo ITI permite consultar certificados digitais emitidos pela ICP-Brasil

Os usuários de Certificados digitais da ICP – Brasil agora contam com mais um serviço, o Meu Certificado, com intuito de facilitar seu o uso

25 de junho de 2021

Valid marca presença no webinar Cidades Digitais 2021

Valid Cities, vertical de Smart Cities da multinacional brasileira Valid, participará do Webinar Cidades Digitais 2021.

21 de junho de 2021

Valid lança nova marca e caminha para maior relevância digital

A multinacional brasileira Valid apresenta seu rebranding embasado em sua nova arquitetura de negócios.

17 de junho de 2021

Receita médica digital: entenda como validar, o funcionamento e as vantagens

A receita médica digital se tornou uma necessidade e uma grande aliada dos profissionais da área, que passaram a fazer prescrições aos pacientes à distância

27 de maio de 2021

Valid inicia operação de emissão de certificado digital na Colômbia

Após um processo de dois anos a Valid conquistou seu credenciamento junto ao Organismo de Acreditação da Colômbia (ONAC).

27 de abril de 2021

A utilização de certificados digitais trouxe validade jurídica, praticidade e segurança para muitos dos procedimentos realizados em meio online

Se você pesquisar sobre Certificado Digital, como funciona e suas regras, é possível ver que existem vários tipos e modelos. Você já se perguntou o que significam as letras e números dos tipos de certificado?

A1 ou A3? E quando aparece um S no lugar do A? Quem organiza essa história toda? Afinal, o que as letras e números no Certificado Digital significam? 

Quem organiza a Certificação Digital no Brasil?

Antes de falarmos propriamente dos tipos de certificados e suas letras e números, é interessante entender como funciona a hierarquia que organiza as normas e regras da Certificação Digital no Brasil.

Para esse fim existe a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), que é encabeçada pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), uma autarquia vinculada à Casa Civil da Presidência da República.

Se analisarmos de forma mais simples, a ICP-Brasil é uma cadeia hierárquica. No topo dela temos o ITI, que funciona como Autoridade Certificadora Raiz (AC-Raiz) e é a responsável por credenciar e fiscalizar as Autoridades Certificadoras (AC), que emitem, distribuem, renovam e revogam os Certificados Digitais — é esse o caso da Valid Certificadora.

Abaixo das ACs temos as Autoridades de Registro (AR), que são onde acontecem as validações dos certificados digitais. São, na prática, os locais de atendimento.

E desses locais o seu certificado é emitido, tornando-se passível de acreditação e identificação.

As letras e números no Certificado Digital 

Com a compreensão básica dessa hierarquia, vamos agora as tais das letras e números que você certamente irá se deparar na hora de adquirir o seu Certificado Digital.

As letras

Para fins de autenticação e identificação, você deverá adquirir um Certificado da Classe A, que divide-se, atualmente, em quatro modelos: A1, A2, A3 e A4. São esses os certificados que permitem ao usuário assinar documentos digitalmente e constituem o tipo mais procurado e utilizado no Brasil (é aqui que entra o e-CPF e o e-CNPJ).

Já os Certificados da Classe S são usados, de maneira geral, para fins de codificação de mensagens e dados (sigilo) e passam pela mesma divisão: S1, S2, S3 e S4.

Os números

Agora que já entendemos a diferença entre as letras vamos aos números que aparecem a seguir.

A1 e S1

Certificados de modelo 1 têm o par de chaves criptográficas (uma pública e outra privada) geradas no próprio software (um programa de computador, no popular). Eles são armazenados em hardware próprio do usuário, normalmente um computador, laptop ou smartphone. A validade é de um ano.

A2 e S2

Os de modelo 2 também têm as chaves geradas em software, mas o armazenamento acontece em uma mídia própria. A validade, aqui, é de 2 anos.

A3 e S3

Aqui, as chaves são tanto geradas quanto armazenadas em um hardware dedicado para o Certificado, que pode ser um cartão com chip ou um token criptográfico — esse último é um objeto fisicamente parecido com um pen drive, mas de uso específico e segurança mais robusta. A validade, nesse caso, é de três anos.

Também aqui entram os certificados em núvem, que são armazenados em um hardware criptográfico, chamado HSM.

A4 e S4

Por fim, nos Certificados do tipo 4, o que muda em relação ao tipo 3 é que o tamanho mínimo das chaves é de 2048 bits, contra 1024 bits do tipo 3 e dos demais.

Qual escolher?

Como comentamos, para fins de autenticação, assinatura de contratos e acesso a portais como o e-Social e o e-CAC você deve buscar a Certificado da Classe A, que contém as versões digitais do CPF e do CNPJ.

O modelo A3 oferece maior portabilidade, validade maior e níveis extras de segurança.

O modelo A1, por sua vez, é mais barato e corre menor risco de ser esquecido ou perdido. É importante notar que a renovação do certificado, no entanto, apresenta custo ao usuário e a longo prazo, o A3 tende a apresentar melhor custo-benefício.

Fonte: Blog Valid Certificadora

Valid se une ao Programa para Fornecedores de Elementos Seguros do Google

Valid lança nova marca e caminha para maior relevância digital

Carimbo do Tempo: entenda por que, quando e como usá-lo