Últimas notícias

Fique informado

Como a IoT está ajudando no combate e controle do novo coronavírus

17/06/2020

Spotlight

A MP 983 e a classificação das assinaturas eletrônicas: comparação com a MP 2.200-2 | Por Fabiano Menke

Em 16 de junho de 2020 foi editada a Medida Provisória nº 983 (MP 983), que dispõe sobre as assinaturas eletrônicas em comunicações com entes públicos e em questões de saúde, e trata sobre as licenças de softwares desenvolvidos por entes públicos.

29/06/2020

Como lidar com as ameaças à infraestrutura crítica das indústrias brasileiras

Segundo a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), o setor industrial foi responsável por 22% do PIB do Brasil em 2019. Este setor está passando por transformação digital e adota cada vez mais a Indústria 4.0.

10/06/2020

A IoT está contribuindo no combate ao Covid-19 com soluções em diferentes estágios, como tecnologias de geolocalização, uso de drone para monitoramento de temperatura corporal e robôs inteligentes trabalhando em desinfetação

Por Paulo José Spaccaquerche

Paulo José Spaccaquerche – Presidente da ABINC

O desenvolvimento de aplicativos conectados a Internet das Coisas (IoT) tem proporcionado a criação de soluções potencialmente integradas para diversos desafios.

Esse ecossistema conectado de tecnologia vestível, dispositivos estáticos e aplicativos, tem ajudado a coletar e processar dados vitais para a informática na área de saúde.

Neste setor, dispositivos vestíveis, como os Smartwatches, podem ser usados para coletar dados sobre os sintomas e condições do paciente. Com essas informações a inteligência artificial (IA) realiza uma análise completa e identifica o provável diagnóstico.

Com os algoritmos adequados a IA pode aferir resultados equivalentes a de profissionais humanos, como apontou um estudo feito em 2019 pela revista médica The Lancet.

Apesar dos avanços tecnológicos no software de IA, o mesmo estudo indica que confiar apenas no aprendizado profundo e nas máquinas não está isento de desafios. As máquinas não são capazes de oferecer aos pacientes a mesma empatia que um médico, por isso, a tecnologia é mais bem aplicada quando utilizada por especialistas nas áreas de informática em saúde.

Além da saúde, no entanto, a IoT tem sido utilizada em diversos países para soluções de controle e monitoramento da pandemia. Veja alguns exemplos:

Monitoramento de quarentena

O controle do cumprimento da quarentena daqueles que estão infectadas ou sobre suspeita de ter contraído o coronavírus é muito importante para os governos e agências de saúde. Por isso, países em todo o mundo estão utilizando a IoT e a tecnologia de GPS para rastrear a movimentação das pessoas em observação.

Em Hong Kong, por exemplo, foi utilizada uma tecnologia capaz de criar um perímetro virtual usando GPS, RFID, Wi-fi, sinal Bluetooth e rede celular. Os passageiros que chegavam ao aeroporto receberam pulseiras rastreáveis e calibravam o dispositivo assim que chegavam em casa.

Desinfecção e áreas hospitalares

Robôs autônomos equipados com luz ultravioleta de alta intensidade estão sendo utilizados para destruir o DNA do vírus em instalações médicas na Itália, EUA e China. Os robôs possuem conexão Wi-Fi e podem ser controlados através de aplicativos remotamente.

Registro de proximidade privado

As empresas que desejam retornar as atividades de trabalho precisam oferecer soluções para proteger seus funcionários. Uma solução para manter o distanciamento é uma cerca virtual a nível local. O dispositivo conectado a uma rede local aciona um sinal de alerta quando duas pessoas ou mais estão próximas demais uma das outras.

Sobre Paulo Spacca

Formação multidisciplinar em Engenharia e Administração. Mais de 25 anos de experiência profissional, atuando junto às empresas orientadas fortemente em tecnologias de vanguarda, tais como IBM e SAP.

Responsável pela implantação no Brasil de empresas como Sybase, Netscape, Peoplesoft e Quest. Excelente relacionamento com os principais executivos de empresas nacionais e multinacionais nos vários segmentos do mercado.

Sobre a ABINC

A ABINC, Associação Brasileira de Internet das Coisas (http://www.abinc.org.br), foi fundada em dezembro de 2015 como uma organização sem fins lucrativos, por executivos e empreendedores do mercado de TI e Telecom. A ideia nasceu da necessidade de se criar uma entidade que fosse legítima e representativa, de âmbito nacional, e que permitisse a atuação em todas as frentes do setor de Internet das Coisas.

A ABINC tem como objetivo incentivar a troca de informações e fomentar a atividade comercial entre associados; promover atividade de pesquisa e desenvolvimento; atuar junto às autoridades governamentais envolvidas no âmbito da Internet das Coisas e representar e fazer as parcerias internacionais com entidades do setor.

As empresas estão realmente a salvo na Era da IoT?

8 áreas-chave para a regulamentação da Internet das Coisas

O papel dos seres humanos em dar vida à Internet das Coisas

Apresente suas soluções e serviços no Crypto ID! 

Nosso propósito é atender aos interesses dos nossos leitores, por isso, selecionamos muito bem os artigos e as empresas anunciantes. Conteúdo e anúncios precisam ser relevantes para o mercado da segurança da informação, criptografia e identificação digital. Se sua empresa é parte desse universo, baixe nosso Mídia Kit, escreva pra gente e faça parte do Portal Crypto ID!

ACESSE O MÍDIA KIT DO CRYPTO ID

contato@cryptoid.com.br  
+55 11 3881 0019