Últimas notícias

Fique informado

Gartner anuncia que os gastos globais de TI crescerão 1,1% em 2019

22/04/2019

Spotlight

ONLYOFFICE, plataforma colaborativa, apresenta sua estrutura de segurança de dados

Confira a entrevista na íntegra com Nadya Knyazeva, Gerente de Comunicação da ONLYOFFICE, a plataforma open source que possui mais de sete milhões de usuários no mundo

27/11/2020

Lei da Internet das Coisas segue para sanção presidencial e deve impulsionar o mercado de eIDs

Os equipamentos que utilizam a Internet precisam ser identificados para a autenticação precisa máquina a máquina e, em alguns casos, é primordial estarem blindados contra invasões hackers.

26/11/2020

Doutor Fabiano Menke Concede Entrevista Sobre a Evolução das Assinaturas Eletrônicas

Nesta entrevista Dr. Fabiano Menke fala sobre a Lei 14.063 de setembro de 2020 e sobre o Decreto 14.543 de novembro de 2020 sobre os tipos de assinaturas eletrônicas

25/11/2020

A certificação de plataformas de telemedicina para uso da assinatura digital

O uso de certificados digitais para assinatura de documentos clínicos é adotado no Brasil desde a primeira resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), em 2007

25/11/2020

Decreto 14.543/2020 regulamenta o artigo 5º da Lei 14.063/2020

O decreto 14.543/20 define alguns requisitos do artigo 5º Lei 14.063/2020.

16/11/2020

Peter Krensky do Gartner fala sobre as cinco tendências de Data & Analytics para a Nova Era Digital

Peter Krensky é Principal Analyst do Gartner e chairman da Conferência Gartner Data & Analytics que acontece em São Paulos dias 29 e 30 de maio.

18/04/2019

O Gartner Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que os gastos mundiais com TI totalizarão US$ 3,79 trilhões em 2019, representando um aumento de 1,1% em relação aos resultados de 2018.

“Os desafios causados pelo fortalecimento do dólar norte-americano fizeram com que revisássemos nossa previsão de gastos de TI para 2019 em relação ao trimestre anterior”, diz John-David Lovelock, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner. “Até o final de 2019, espera-se que o dólar dos Estados Unidos mantenha sua tendência de fortalecimento, mesmo suportando uma enorme volatilidade devido às incertezas dos ambientes econômicos e políticos, e das possíveis guerras comerciais”.

“Em 2019, os gestores das áreas de tecnologia terão de tomar decisões mais estratégicas em relação a seus mix de portfólio, equilibrando o investimento em produtos e serviços que irão crescer este ano com as iniciativas em mercados que tenderão a cair”, explica Lovelock. “Os executivos bem-sucedidos em 2020 serão aqueles que aplicarão uma visão mais abrangente e de longo prazo às mudanças feitas em 2019”.

O segmento de Sistemas de Data Centers experimentará o maior declínio em 2019, com um decréscimo de 2,8% (veja a Tabela 1).

Isso se deve principalmente a redução dos preços médios de venda esperados no mercado de servidores, impulsionados por ajustes no padrão de custos dos componentes.

O processo de mudança dos gastos de TI empresarial deixando as ofertas tradicionais (sem Nuvem) em busca de novas alternativas baseadas em Cloud Computing, continua a impulsionar o crescimento no mercado de software corporativo. Em 2019, o Gartner prevê que este mercado atinja US$ 427 bilhões, um aumento de 7,1% em relação ao faturamento de US$ 399 bilhões em 2018. A maior mudança para soluções em Nuvem até agora ocorreu no setor de Aplicações de Software.

No entanto, o Gartner espera um crescimento maior para o segmento de software de infraestrutura no curto prazo, particularmente nas ofertas de plataforma de integração como serviço (iPaaS) e de plataforma de aplicativos como um serviço (aPaaS).

Tabela 1. Previsão Mundial de Gastos com TI (em bilhões de dólares) | Fonte: Gartner (Abril 2019)

“As escolhas que os Chief Information Officers (CIO) fazem sobre os investimentos em tecnologia são essenciais para o sucesso dos negócios digitais. As tecnologias emergentes e disruptivas, como a Inteligência Artificial (IA), remodelarão os modelos de negócios, assim como a economia das empresas dos setores público e privado. A IA está tendo um grande impacto nos gastos com TI, embora seu papel seja frequentemente mal compreendido”, afirma Lovelock.

“A Inteligência Artificial não é um produto, é realmente um conjunto de técnicas ou uma disciplina de engenharia de computação. Como tal, a IA está sendo incorporada em muitos produtos e serviços existentes, além de ser central para novos esforços de desenvolvimento em todos os setores. A previsão do Gartner para os negócios baseados em Inteligência Artificial é que as organizações receberão US$ 1,9 trilhão em benefícios gerados pelo uso de soluções inteligentes ​​somente neste ano”, diz o analista.

01jan00:0000:0000:00 - 00:00

01jan00:0000:0000:00 - 00:00