Últimas notícias

Fique informado

Modiax, corretora de ativos digitais prioriza entre seus pilares, segurança e tecnologia

21/09/2018

A Modiax  popôs montar uma corretora diferenciada, baseada em cinco pilares: segurança, tecnologia, finanças, compliance e negócios, todos eles sustentados pela experiência comprovada dos dirigentes nestas cinco áreas.

Fernando Taboas

Em meados de setembro de 2018 Fernando Taboas editor do conteúdo sobre Blockchain e Criptomoedas do Crypto ID, visitou em São Paulo a Modiax, uma recém-lançada corretora de ativos digitais no mercado brasileiro.

A Modiax apregoa dispor de uma solução tecnológica diferenciada em termos de segurança e de compliance e a Crypto ID foi até lá conferir.

O entrevistado foi Vinicius Gracia, CTO da Modiax. Vinícius fundou a Easy Taxi, liderando o time de tecnologia na sua expansão por mais de 30 países, além de ter participado do desenvolvimento do sistema de helpdesk da IBM e de sistemas para a Acer, Packard, entre outros

A conversa transcorreu de modo informal em pouco menos de uma hora. A seguir, os pontos principais da entrevista:

Crypto ID: Boa tarde, Vinicius. Agradeço a oportunidade desta entrevista e gostaria de iniciá-la pedindo que você nos apresente a Modiax, a que grupo pertence, quem são seus dirigentes e corpo técnico, qual o seu posicionamento atual no mercado e quais as perspectivas de curto e médio prazos.

Vinicius: A Modiax é uma recém-lançada “exchange”, uma corretora de ativos digitais que pertence à holding Mosaico Digital Assets, a qual é, por sua vez, mais conhecida por outra empresa do grupo, a Mosaico University, que oferece cursos e treinamento com focos variados  sobre “blockchain” e sobre as demais tecnologias relacionadas a ativos digitais.

No momento, o foco inicial da “exchange” é o Bitcoin, mas a meta é estender em prazo relativamente curto a atuação para outras moedas, e também para “tokens” e demais ativos digitais, inclusive para acompanhar uma tendência crescente de “tokenização” em contratos variados em diversos países.

Vinicius Gracia | CTO da Modiax

Os dirigentes da Modiax são profissionais de grande experiência em suas respectivas áreas, nos mercados financeiro e de empresas da área de tecnologia. 

Ythalo Silva é o fundador e atua como CEO. Ythalo também é cofundador da Mosaico Digital Assets, foi COO da Easy Carros e liderou a sua expansão em mais de 30 cidades. O CCO da Cia é Cassiano Silvestre ex vice-presidente do Morgan Stanley, sendo responsável pela tecnologia da plataforma de negociação do banco. Também foi Diretor de tecnologia do Banco UBS Brasil e Superintendente de negociações eletrônicas da Corretora Santander. Silvestre também liderou, na antiga BMF Bovespa (Atual B3), a equipe que desenvolveu o SPB (Sistema de Pagamentos Brasileiros) dos Bancos Real, Banestes, BMG, Brascan, Morgan Stanley, Deutsche Bank, entre outros; Rodrigo Cesine atua como CSO. Cesine Trabalhou em grandes empresas, como AT&T, HPE e Telefonica, liderando times de infraestrutura e redes e sendo responsável pela criação do Security Operation Center na Telefonica, onde era responsável pela gerência e segurança de milhares de clientes e dispositivos. Também foi responsável pela arquitetura de segurança contra os ataques de negação de serviços nos jogos olímpicos de 2016 e dos principais bancos brasileiros, como Itau e Bradesco.

Com esse perfil de dirigentes, a Modiax propôs montar uma corretora diferenciada, baseada em cinco pilares: segurança, tecnologia, mercado financeiro, legal e negócios, todos eles sustentados pela experiência comprovada dos dirigentes nestas cinco áreas. Uma pesquisa ao site da Modiax na Internet confirma o viés inicial mais profissional, pois o painel de negociações (“home broker”) atualmente disponível, a versão “Pro”, é mais voltado a quem está familiarizado com operações de mercado, apresentando tabelas, gráficos e o histórico de negociações. Está em desenvolvimento pela Modiax, entretanto, uma versão mais simples deste painel de negociações para os usuários em geral. O investimento inicial feito na Modiax até o presente momento gira em torno de dois milhões de reais, sendo que uma nova rodada de cinco milhões de reais está em andamento.

Crypto ID: Com base nestes cinco pilares que você mencionou e na experiência do corpo de dirigentes, explique-nos com um pouco mais de detalhe como está configurada a infraestrutura tecnológica da corretora para propiciar uma maior segurança interna dos dados e de proteção a ataques externos.

Vinicius: A solução da Modiax está hospedada na nuvem da AWS (Amazon Web Services) com as rotinas de backup, logs/auditoria, replicação e criptografia de banco de dados, gerenciamento de mudanças e de versões corretamente implementadas para manter íntegras as transações e as informações confidenciais. Para garantir a segurança e privacidade destas informações, o tráfego de dados em todo o site é encriptado (HTTPS) e são utilizadas soluções de proteção da Cloudflare, tanto o WAF (firewall de aplicativo Web) como as soluções de segurança para prevenção de ataques DDOS, SQL injection e CSRF. 

Para a segurança dos ativos digitais, a Modiax utiliza o serviço de custódia da Bitgo, que é a empresa líder mundial em serviços de segurança para ativos digitais. Este serviço de custódia da Bitgo é empregado tanto para as carteiras dos clientes como para as carteiras “hot” (carteiras on-line com uma quantidade mínima de ativos para manter a liquidez operacional) e cold” (carteiras off-line) da corretora. Além disso, todas estas carteiras são multi-assinadas, o que confere um grau adicional de proteção.

Crypto ID: Uma questão sempre presente neste novo mercado de ativos digitais é a do risco regulatório, tanto no Brasil como no mundo em geral. Existem muitas dúvidas e vaivéns na regulação deste mercado em quase todos os países. De que forma a Modiax se posiciona e lida com esta realidade?

Vinicius: Em primeiro lugar, enfatizo que a Modiax é a favor de maior regulação do mercado, embora reconheça as dificuldades para tanto, pois ainda é um mercado novo e em formação. Novos ativos, novas interações e transações surgem a todo momento, tornando difícil classificar estes ativos segundo uma lógica mais convencional.

O próprio conceito de “moeda” digital não parece ser adequado porque o ativo não cumpre com todos os papéis que uma moeda deve cumprir, a começar pela ausência de um regulador reconhecido e soberano para tomar decisões sobre a moeda, como um banco central de um país faz. Como meio de pagamento, estas “moedas” têm um papel limitado até hoje, tanto pela flutuação muito elevada de preço e pelas taxas envolvidas em cada transação, pelo tempo transcorrido até a confirmação da transferência do ativo entre as carteiras do devedor e do credor, como também pela baixa aceitação comercial no mundo real de trocas de bens e serviços. É melhor enquadrar as “moedas” digitais, portanto, dentro do conjunto mais amplo de ativos digitais, com a particularidade de que possuem maior liquidez por serem negociados em bolsas e corretoras espalhados pelo mundo. 

As tentativas de regulação ao redor do mundo são variadas e refletem distintas preocupações, algumas delas associadas ao custo ambiental da atividade de mineração, que dispende muita energia. Outras associadas aos riscos de lavagem de dinheiro, que pode ocorrer pela falta de supervisão centralizada dos bancos centrais, embora este argumento possa ser refutado pois a lavagem de dinheiro tem ocorrido também com as moedas tradicionais (as emitidas pelos bancos centrais). Uma preocupação atual é a do emprego destes ativos digitais como forma de pagamento para crimes cibernéticos, onde “hackers” invadem e sequestram computadores e solicitam resgates às vítimas.    

Dito tudo isto, a Modiax atua de modo responsável, registrando e tornando transparente aos reguladores todos os registros de negociações efetuadas. Além disso, conta também com a experiência e relacionamentos do seu corpo de dirigentes para monitorar os avanços regulatórios que estejam sendo gestados nas várias esferas decisórias de modo a contribuir e ao mesmo tempo se antecipar a estes avanços. 

Crypto ID: Uma última questão, Vinícius. Como funciona na prática a compra e venda de ativos digitais? O que é necessário fazer?

Vinicius:  Bom, em primeiro lugar gostaria de ressaltar que estamos em um período inaugural promocional em que não estamos cobrando taxa de corretagem na compra de Bitcoins. É uma oportunidade para aqueles que querem efetuar um investimento em bitcoin neste momento. A operacionalização é, na verdade, bastante simples. Primeiramente efetuar o seu cadastro no site, cumprindo todos os passos para esse cadastro e enviando cópia digitalizada dos documentos solicitados. Após um período curto de pesquisa sobre você, segundo as boas práticas KYC (“Know Your Client”) da regulação bancária contra a lavagem de dinheiro e contra a corrupção, seu cadastro é aprovado e você estará apto a negociar no site. Você poderá manter sua carteira conosco contando com o diferencial de segurança e proteção que a Modiax oferece, pode efetuar vendas dos ativos em sua carteira a qualquer momento ou transferi-los para outra carteira sua ou de terceiros, se assim o desejar.        

Crypto ID: Obrigado pela entrevista, Vinicius.

Fernando Taboas – Consultor de TI, Processos e Aplicações. É engenheiro formado pelo IME, mestre em Finanças pela PUC Rio, atuou em tecnologia da informação nas empresas Gillette e P&G e Professor da FIAP.  No Crypto ID  Fernando escreve sobre Blockchain, Criptomoedas e Mercado Financeiro. [fernando@cryptoid.com.br]