Últimas notícias

Fique informado
Governo Australiano vaza dados de líderes mundiais

Governo Australiano vaza dados de líderes mundiais

02/04/2015

Erro humano, foi a justificativa dada pelo atual governo da Austrália que vazou – e omitiu – acidentalmente em Novembro do ano passado dados de alguns dos principais líderes mundiais. O país foi sede do mais recente encontro do G20 e reuniu os 19 países mais poderosos do mundo e o Reino Unido.

De acordo com uma publicação  do jornal britânico The Guardian, um funcionário do ministério da imigração Australiano usou o Outlook de maneira incorreta e não conferiu se a opção de preenchimento automática do destinatário estava de acordo com o previsto, dessa maneira a mensagem que continha dados sigilosos dos líderes mundiais foi encaminhada para outro remetente.

O e-mail continha em seu conteúdo os nomes, datas de nascimento, cargo, nacionalidade, número de passaporte, número de concessão de visto e subclasse de visto de Dilma Rousseff, Barack Obama, Angela Merkel, Vladimir Putin e outros, e conforme um funcionário da comissão australiana de privacidade foi enviado para um membro do comitê organizador local  da Copa Ásia.

O declaração dada ao jornal também informou que o destinatário excluiu o e-mail e esvaziou sua pasta de itens excluídos na mesma data do ocorrido, e que  por conta do baixo risco de violação o vazamento foi omitido na época.

Essa não é a primeira vez que o governo Australiano vaza dados sigilosos, em 2014 o departamento de imigração do país publicou dados sigilosos de mais de 10.000 pessoas foram publicados em um arquivo no site oficial da instituição.

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<