Últimas notícias

Fique informado

União Blockchain e Web 3.0 está remodelando o mercado de NFTs

12 de abril de 2022

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Techfin Moeda Semente anuncia presença no metaverso

Moeda Semente, primeira techfin a usar blockchain para o mundo alcancem o desenvolvimento sustentável, está investindo no metaverso

7 de março de 2022

Por que investir em segurança da informação e qual o seu retorno financeiro?

O principal ponto para decidir investir na segurança da informação nas empresas é para fortalecer a segurança dos dados

7 de março de 2022

Cidadão passa a ter acesso no GOV.BR a consulta e transferência dos valores ‘esquecidos’ em bancos

Nesta segunda-feira (7), serviço do Banco Central está disponível para usuários com contas nos níveis Prata e Ouro no GOV.BR

7 de março de 2022

LGPD: não basta ter, é preciso executar

Estar em conformidade com a LGPD é relevante para o contexto geral de mercado, como o ambiente de negócios ao qual a empresa está inserida

7 de março de 2022

Como a Inteligência Artificial e os Data Centers neutros apoiam a evolução dos negócios

O avanço da tecnologia vem estimulando cada vez mais o investimento em métodos inovadores e disruptivos para os negócios

7 de março de 2022

O que NFTs e Web 3.0 fazem é permitir que criadores individuais pulem o intermediário; assumindo o papel de canal de distribuição em si

Por Adriano da S. Santos

A instauração e ampliação dos sistemas Blockchain e da Web 3.0, empresas e indivíduos estão rapidamente vendo o valor que os NFTs e a propriedade de ativos digitais podem oferecer aos seus clientes.

As indústrias que anteriormente tiveram que confiar em distribuidores externos para alcançar sua base de consumidores estão agora encontrando esse desafio eliminado, pois utilizam a tecnologia Blockchain para contornar esse passo no modelo de negócios tradicional.

Para se ter uma ideia, mesmo com as muito bem sucessivas coleções de grandes projetos como Harry Potter levaram tempo para se infiltrar no mercado, indo além da venda de livros e, eventualmente, englobando produtos voltados para o consumidor digital.

O que NFTs e Web 3.0 fazem é permitir que criadores individuais pulem o intermediário; assumindo o papel de canal de distribuição em si e abrindo mais empregos internamente.

Além disso, esse modelo de integração vertical proporcionou aos autores a oportunidade de construir uma equipe de classe mundial de diversos indivíduos que são compensados de forma justa e ainda mais incentivada com base diretamente na efetividade do projeto.

O valor e a oportunidade de artistas independentes alavancando essas novas ferramentas têm se mostrado promissores. Obviamente, isso somente é possível, por causa da nova tecnologia revolucionária construída em Blockchain e contratos inteligentes.

Desse modo, podemos ver que usando a web 3.0 para colaborar e elevar outros criadores, é possível conseguir expandir a arte, com base em utensílios digitais que criam oportunidades de crescimento de emprego e ainda por cima, fazer ponte entre criadores e seus respectivos clientes.

Nesse contexto, o maior desafio e riscos nos mercados de produção e consumo é o ROI (retorno sobre o investimento). Os criadores individuais têm que tomar a difícil decisão de terceirizar seu projeto, e esperar que haja interesse suficiente do consumidor para fazer uma margem de lucro bruto positiva.

Esse elemento de risco financeiro é minimizado quando um elaborador prova o valor em seu próprio projeto, colocando a si mesmos e seu produto no radar de coletivos globais privados de NFT que estão procurando investir nos tipos de histórias poderosas que sinalizam o próximo grande projeto.

Os Ativos digitais e NFTs estão aproximando ambos os lados, como jamais visto antes. Após anos de internet e modelos de negócios atuais, o público pode finalmente mergulhar em conceitos trazidos diretamente do metaverso, como por exemplo, a possibilidade de se ter um pedaço do IP, o que é possível apenas com tecnologias Web 3.0.

À medida que criadores e artistas começam a ver a capacidade dos sistemas Blockchain e o que o Web 3.0 pode oferecer a eles e seus consumidores, o mercado vai mudar imensamente, visto que, o modelo de negócios tradicional está mudando de forma gradual e ao mesmo tempo, tão acelerada, bem diante de nossos olhos. 

A propriedade de ativos digitais é apenas mais um aspecto do metaverso que está provando ser uma vantagem para inúmeras indústrias e empresas.

Os criadores estão agora estabelecendo o precedente para o que se possa oferecer tanto ao consumidor médio quanto aos artistas que procuram levar seu projeto para o próximo nível.

Agora, com isso, os criadores podem ganhar o valor de níveis mais altos de exposição, vantagens colaborativas e muito mais, e os investidores nesse cenário são colecionadores: aqueles primeiros adotantes que recebem um pedaço de uma franquia crescente antes de chegar ao mercado. Além disso, como bônus, eles passam a fazer parte da jornada de forma íntima e empoderadora.

A curadoria de uma comunidade diversificada de colecionadores, especificamente aqueles de grupos marginalizados, proporciona equidade instantânea e até prosperidade à medida que o PI cresce. Isso pode ser feito criando vários pontos de entrada para potenciais colecionadores.

O read-to-earn pode ser um modelo que vale a pena explorar para outras propriedades além da literatura, já que o utilitário NFT se torna parte amplamente maior.

Volkswagen é a primeira montadora brasileira a criar plataforma de vendas de NFTs em parceria com startup de blockchain

NFTs: movimentações milionárias no meio digital

Encadeamento de blocos a nível criptográfico, conheça a Blockchain

Acompanhe também artigos sobre Criptoativos aqui no Crypto ID.

O tema Blockchain tem uma coluna especial no Crypto ID. Acesse aqui e acompanhe tudo relacionado a Segurança Digital com foco em identificação digital, mobilidade e documentos eletrônicos aplicados a esse universo. Aproveita e dá uma olhada na coluna de Criptoativos.