Últimas notícias

Fique informado

9 pontos a considerar na hora de escolher uma API de assinatura digital

9 de junho de 2022

Spotlight

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

Uma API de assinatura digital confiável segue as normas e obrigatoriedades estabelecidas pela ICP-Brasil, assegurando a conformidade com a legislação vigente

A digitalização e desmaterialização de processos são etapas inevitáveis da transformação paperless e tendem, no curto prazo, a deixar de ser um diferencial competitivo para se tornar requisito indispensável para a atuação das corporações.

Inserida nessa tendência está a assinatura digital de documentos, que permite às empresas eliminar gargalos inerentes à sua atuação: lentidão de processos burocráticos, gastos com impressão, armazenamento e transporte de documentos.

Nesse cenário, a melhor maneira para que essas empresas consigam adotar essa tecnologia nas suas rotinas é por meio de uma API de assinatura digital. Ela permite a comunicação com essas funcionalidades a partir do próprio sistema de forma segura, rápida e flexível.

o que observar ao escolher uma API de assinatura digital? Neste post, você vai ver as principais vantagens e o que deve ser levado em consideração na hora de escolher uma API de assinatura digital. Acompanhe!

O que é uma API de assinatura digital

Há muitos casos em que uma organização precisa de uma solução de assinatura digital. Por exemplo, quando o volume de assinaturas é muito elevado ou quando quer acelerar esse processo por meio da transformação paperless. 

Nesse caso, as organizações contam com algumas opções: podem contratar uma solução SaaS, podem desenvolver internamente a solução dentro do seu sistema ou, então, integrá-la por meio de API.

No caso da API de assinatura digital há um elo dentro do sistema da empresa com a solução de assinatura, que leva a requisição de um usuário do seu sistema para o software assinador e devolve como resposta para ele o documento assinado.

Mas qual a vantagem de optar pela API de assinatura digital em vez das outras opções? Confira a seguir!

Vantagens da API de Assinatura Digital 

Foco no core business

Com API de assinatura digital não será necessário montar um time especialista para desenvolver a solução. O desenvolvedor não precisa entender de certificação digital, criptografia avançada ou como o software assinador funciona. Assim, pode se dedicar ao core business. 

Investimento reduzido

O investimento inicial para lançar a feature será consideravelmente menor, já que a API será paga por assinaturas requisitadas.

Lança a funcionalidade mais rápido

A integração de uma solução pronta de um fornecedor especialista acelera o lançamento da feature. Com  isso, a opção de assinar digitalmente no próprio sistema chega mais cedo para os usuários.

Atualização a cargo do fornecedor

O cumprimento de regulações do setor, manutenção e atualização do sistema são terceirizados e garantidos pelo fornecedor especializado. 

Compliance

Garantia de adequação às normas da ICP-Brasil e atendimento a todos os padrões de assinatura estabelecidos, além de legislações específicas de setores como saúde e educação. 

Sistema mais completo

O sistema da organização vai concentrar todas as principais demandas dos processos, reunindo as funcionalidades necessárias para realizar as ações em um único software.

Melhor experiência do usuário

O cliente não vai precisar acessar um outro sistema de assinatura para fazê-la. Toda a operação vai permanecer no sistema com que o time já habituado. Assim, a usabilidade é melhor e os processos se tornam mais ágeis. 

Vantagem competitiva

Em alguns casos, fazer a integração de assinatura digital no seu produto e lançá-la rapidamente para os usuários por meio de API pode ser uma maneira de se diferenciar no mercado e ante a concorrência. 

9 pontos a considerar ao escolher uma API

Saber o que levar em consideração no momento da escolha é essencial para ter a certeza de contar com uma solução adequada e que atenda às expectativas da empresa. Veja 9 pontos a avaliar na hora de escolher uma API. 

1. Fornecedor de confiança

Quando falamos de transformação paperless, nos referimos a investimentos que permitem às organizações tornarem-se mais ágeis e flexíveis, facilitando sua adaptação às mudanças do mercado.

Nesse sentido, a escolha de uma API de assinatura digital passa por assegurar que a solução foi desenvolvida em uma plataforma robusta e elaborada por um fornecedor especialista que entenda o cenário atual e as exigências do setor.

2. Características da API

Observar se a fornecedora segue o padrão de mercado, adotando as tecnologias modernas e boas práticas em suas APIs. 

As APIs da BRy, por exemplo, têm arquitetura REST, autenticação OAuth, boa documentação, webhook e exemplos em múltiplas linguagens de programação.

3. Funcionalidades

A solução de assinatura digital tem todas as funcionalidades que a organização precisa? Em alguns casos, é necessário combinar APIs para obter todas as funções que precisam: assinatura digital e eletrônica, certificado digital em nuvem e carimbo do tempo. 

4. Documentação e códigos de exemplo

A documentação da API de assinatura digital deve ser clara, trazer exemplos relevantes e elencar todos detalhes de como ela funciona, bem como as instruções para que ela possa ser aplicada sem que haja desperdício de tempo e esforço.

Avalie a documentação em detalhe e, se ela não for padronizada, não deixe de tirar todas as dúvidas com o fornecedor. Questões como forma de pagamento ou até limitações, como quantidade de requisições em um período de tempo, podem ser importantes para o negócio.

Além disso, dependendo da complexidade da API, é fundamental que o fornecedor conte com um repositório de códigos com exemplos de uso dos serviços em diferentes linguagens de programação. 

5. Performance e resiliência

Qual o tempo de resposta a uma requisição? E quanto a possíveis quedas e erros, com que frequência é preciso fazer novas requisições? As interrupções vão atingir os usuários? E o que acontece se você precisar escalar a operação? 

Todas essas perguntas precisam ser respondidas ao selecionar o fornecedor da API de assinatura.

6. Segurança e compliance

Verificar os padrões de segurança da informação adotados e observar se o compartilhamento de dados está de acordo com requisitos legais do seu setor, bem como se existem mecanismos para solicitar a permissão dos usuários.

7. Testes de certificação digital

Para que a assinatura digital possa ser feita, é necessário que o usuário tenha um certificado digital válido. Sendo assim, é preciso garantir que os desenvolvedores possam fazer os testes necessários com certificados digitais específicos para essa finalidade. 

8. Suporte durante e pós-implementação

Além de todos os fatores citados anteriormente, outro ponto importante na escolha da melhor API de assinatura digital é poder contar com suporte para tirar dúvidas e orientar, caso seja necessário. 

Em projetos mais complexos de implementação, também pode ser interessante contratar uma consultoria mais específica para realizar a integração com total segurança. 

E depois da implementação, se houver um problema específico com o serviço de um fornecedor de API, você precisa saber como o fornecedor vai responder.

9. Inovação do fornecedor

Você precisa ter segurança de que o fornecedor vai continuar a criar melhorias para o serviço de assinatura, tornando a operação mais fácil. Não apenas se o fará, mas em que velocidade. 

Quão burocrática é a evolução do produto que você está escolhendo integrar? Verifique, da mesma forma, se o fornecedor busca o feedback dos clientes e usuários para embasar essas atualizações.

Por que integrar assinatura digital ao seu software

Vantagens de utilizar uma API de assinatura digital para integração:

Competitividade: a empresa passa a contar com soluções altamente tecnológicas para solucionar problemas tradicionais, garantindo mais fluidez aos processos.

– Compliance: uma API de assinatura digital confiável segue as normas e obrigatoriedades estabelecidas pela ICP-Brasil, assegurando que a empresa mantenha-se em conformidade com a legislação vigente.

Economia de recursos: como comentamos, a integração por meio de API dispensa a necessidade de uma equipe dedicada ao desenvolvimento, manutenção e atualização do sistema. Além disso, reduzem-se gastos como impressão, custódia de documentos, entre outros.

Eficiência: como a integração via API permite que a empresa migre para o digital, o trâmite de documentos torna-se mais ágil, reduzindo a burocracia e aumentando a produtividade.

Otimização de processos: a API apenas adiciona as funcionalidades desejadas ao sistema que a empresa, seus clientes e colaboradores já utilizam, agilizando o processo de adaptação.

Paperless: como vimos, a assinatura digital permite a digitalização dos processos da empresa e possibilita a eliminação dos papéis nas suas rotinas.

Segurança: por meio da integração, é possível ter controle total de quem possui acesso às informações. Além disso, a empresa tem a certeza de contar com uma aplicação desenvolvida por especialistas na área.

Publicado originalmente em https://www.bry.com.br/blog/api-de-assinatura-digital/

Sobre a BRy Tecnologia

Fundada em 2001 por professores universitários apaixonados por tecnologia, a BRy Tecnologia é especialista em Identificação Digital, Formalização Digital e Registro Eletrônico de pessoas, processos e documentos.

O propósito da empresa é ajudar a desburocratizar processos por meio da transformação paperless, facilitando a vida das pessoas e das organizações.

O investimento em pesquisa e desenvolvimento está presente desde a concepção da BRy, com parcerias com universidades para a criação de alta tecnologia brasileira. Esse foco permitiu que a empresa tivesse a maior gama de soluções em segurança digital do país, desde Assinatura Digital, Assinatura Eletrônica, Biometria, Carimbo do Tempo e Certificação Digital até assinatura com publicação em rede Blockchain.

Seus produtos e serviços otimizam tempo e recursos e facilitam os processos, garantindo segurança e integridade das informações. Com soluções para mais de 20 mil clientes de todos os portes do setor público e privado, entre eles Caixa Econômica Federal, Crefisa, Prefeitura Municipal de Vitória e AMAGGI. Atualmente, já são mais de 2 bilhões de assinaturas digitais realizadas, mais de 3 bilhões de protocolos eletrônicos gerados e mais de 100 milhões de carimbos do tempo emitidos.  

Leia outros artigos da BRy Tecnologia que publicamos!

Como integrar assinatura digital ao software da sua empresa

API de certificado digital na nuvem: como funciona e quais as vantagens

Como a assinatura híbrida facilita a gestão de documentos digitais