Últimas notícias

Fique informado

Backup inteligente: a proteção de dados como ativo fundamental para uma marca

9 de janeiro de 2024

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Como a Lei Geral de Proteção de Dados pode influenciar os sistemas de videomonitoramento nas empresas

É preciso considerar o planejamento e gestão de incidentes de segurança, caso ocorra um vazamento ou perda de dados

1 de fevereiro de 2023

Proteção de dados: o risco dos certificados digitais

Será que você ou sua empresa realmente fazem tudo o que podem para proteger os dados dos seus clientes e colaboradores?

27 de janeiro de 2023

80% das empresas não se adequaram à Lei Geral de Proteção de Dados

Levantamento feito pelo Grupo DARYUS também mostra que 35% das empresas estão parcialmente adequadas à Lei Geral de Proteção de Dados

8 de dezembro de 2022

Proteção de dados integrada, dedicada ou flexível, qual a melhor opção?

As soluções DLP também garantem proteção contínua de dados, independentemente de um funcionário estar no local ou remoto.

21 de setembro de 2022

Empresa brasileira de segurança eletrônica conquista certificação internacional na área de proteção de dados

A Orsegups, maior empresa de segurança eletrônica do Brasil, há anos desenvolve sistemas próprios de criptografia e proteção de dados

21 de julho de 2022

Contar com um sistema de backup pode ser custoso mas já existem em nosso país uma pluralidade de marcas ofertando o serviço

Por Denis Barbosa

Denis Barbosa, Product Sales Manager de Exagrid na Adistec Brasil

O Brasil está no topo das pesquisas na América Latina sobre dados confidenciais vazados, ataques de ransomware e invasões a grandes instituições.

De acordo com pesquisa recente da Forrester Consulting, encomendada pela Tenable, 41% dos ataques a empresas brasileiras foram bem-sucedidos nos últimos dois anos, e apesar deste número alarmante, ainda existem executivos que não reconhecem o valor de uma solução de backup de alta performance.

Neste contexto, o tempo de recuperação de um ataque e os mecanismos de segurança das informações cruciais de uma empresa são as principais diferenças entre uma Companhia que irá se recuperar de forma saudável ou não.

Hoje, a lição que o mercado já aprendeu é: se a empresa não foi atacada ainda é uma questão de tempo. Por isso, estar preparado para não ser atacado é condição básica e, caso o ataque ocorra, em quanto tempo será capaz de recompor os dados de forma segura e íntegra?

Sinto que o mercado já está muito mais receptivo em conversas sobre o tema, mas ainda carece de informação qualificada para entender como as soluções de backup funcionam, seus diferenciais e recursos.

Contar com um sistema de backup pode ser custoso, principalmente se seu preço for baseado em dólar, mas já existem em nosso país uma pluralidade de marcas ofertando o serviço, e é papel da equipe de TI entender qual solução optar em cada caso.

Para um backup ser eficiente, o projeto deve ser bem estruturado, destacando três características principais:

– Capacidade de compactação das informações para transformar o grande volume de dados recebidos em arquivos menores, onerando menos espaço e reduzindo os cursos com discos.

– Capacidade de desduplicar os arquivos, para que não haja informações repetidas salvas mais de uma vez;

– A função da imutabilidade também é muito importante dentro de um backup, pois garante que aquela informação sigilosa não seja alterada por ninguém da Companhia ou por um invasor;

– Por fim, o air gap também é crucial. Ele se baseia na capacidade de transferir seus dados valiosos para uma outra rede ou volumes que não estão conectados diretamente com a sua, adicionando mais uma camada de contingência. Vale ressaltar que o backup é um dos primeiros alvos que um criminoso busca ao invadir uma empresa, pois ao criptografar e excluir todas as informações nele, a empresa fica rendida ao golpe e se sente obrigada a negociar com o invasor.

Atualmente, ainda não conseguimos garantir que uma empresa esteja completamente imune a um ataque; por isso, contar com um plano de contingência de resposta rápida é o principal diferencial para uma empresa se recuperar em menos de 24 horas ou demorar mais de seis meses.

Outro ponto de preocupação é com relação à exposição de uma Companhia à invasão. A imagem é o bem maior de uma empresa e estar na mídia por ter informações sensíveis vazadas por um hacker pode trazer um prejuízo irreversível à reputação da marca junto aos seus consumidores.

Para o ano de 2024, acredito que o mercado se apresentará mais maduro, com empresas trabalhando de forma híbrida (unindo ambientes on-premises e nuvem) e investindo em soluções de backup mais personalizadas e estratégicas.

Em um cenário com cibercrimes em alta, contar com uma solução eficiente e veloz de backup é mais do que indispensável, e sim vital para permanência no mercado.

Entenda as principais leis de proteção de dados na América Latina

Por que os backups não são suficientes

O desafio da cibersegurança na multicanalidade: segurança cibernética e proteção de dados sensíveis

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

TAGS

backup