Últimas notícias

Fique informado

Clientes Visa pagando com criptomoedas: o que muda?

30 de maio de 2022

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Techfin Moeda Semente anuncia presença no metaverso

Moeda Semente, primeira techfin a usar blockchain para o mundo alcancem o desenvolvimento sustentável, está investindo no metaverso

7 de março de 2022

Por que investir em segurança da informação e qual o seu retorno financeiro?

O principal ponto para decidir investir na segurança da informação nas empresas é para fortalecer a segurança dos dados

7 de março de 2022

Cidadão passa a ter acesso no GOV.BR a consulta e transferência dos valores ‘esquecidos’ em bancos

Nesta segunda-feira (7), serviço do Banco Central está disponível para usuários com contas nos níveis Prata e Ouro no GOV.BR

7 de março de 2022

LGPD: não basta ter, é preciso executar

Estar em conformidade com a LGPD é relevante para o contexto geral de mercado, como o ambiente de negócios ao qual a empresa está inserida

7 de março de 2022

Como a Inteligência Artificial e os Data Centers neutros apoiam a evolução dos negócios

O avanço da tecnologia vem estimulando cada vez mais o investimento em métodos inovadores e disruptivos para os negócios

7 de março de 2022

Era questão de tempo para que as criptomoedas conquistassem seu espaço como meio de pagamento em diferentes setores da economia

Por Rubens Neistein

Rubens Neistein, Business Manager da CoinPayments

A forma como pagamos nossas compras diz muito sobre a relação da sociedade com a tecnologia. Os mais jovens podem não conhecer, mas há pouco tempo era bastante comum preencher talões de cheque na fila do supermercado, por exemplo.

Depois vieram os cartões, primeiro os com tarja magnética, depois os de chip, e agora já falamos do pagamento contactless, isto é, por aproximação. Agora, estamos presenciando o surgimento de um novo modelo de pagamento, que promete revolucionar a própria relação das pessoas com o dinheiro: as criptomoedas.

O relatório fiscal apresentado pela Visa, uma das principais bandeiras de cartões, apresenta indícios de que esse movimento já começou. Os clientes da empresa movimentaram US$ 2,5 bilhões em pagamentos com cartões conectados às criptomoedas apenas entre setembro e dezembro de 2021 (que corresponde ao primeiro trimestre fiscal da organização). Para se ter umaideia, esse volume representa 70% de todas as transações com criptos registradas nos 12 meses anteriores. Ou seja, em apenas três meses, o índice já chegou perto de três quartos das transações registradas em um ano inteiro.

Era questão de tempo para que as criptomoedas conquistassem seu espaço como meio de pagamento em diferentes setores da economia. A única divergência entre os especialistas da área era quando isso iria acontecer – há quem defenda que é um movimento a longo prazo e outros que acreditam que já está em curso. Porém, é uma realidade que cedo ou tarde todos terão que incorporar. Afinal, ainda que os criptoativos sejam vistos como fontes de investimento devido à possibilidade de ganho financeiro em suas negociações, no fundo eles também são… moedas! E como tal possuem a funcionalidade de transacionar valores financeiros na troca por produtos e serviços.

Mas o que explica essa explosão de pagamentos com criptomoedas nos cartões Visa – e que certamente ocorre com outros meios? Duas situações são fundamentais para isso. O primeiro deles diz respeito à própria trajetória do segmento nos últimos anos. Se no início os criptoativos eram vistos com desconfiança e restritos a um nicho pequeno de fãs de tecnologia, hoje asituação é diferente. O surgimento de projetos sérios e com bons resultados fez o tema amadurecer, a ponto de o blockchain, que serve de base para a construção dessas moedas digitais, ser apontado como uma tecnologia disruptiva e essencial paradiversas soluções.

Essa nova realidade leva ao segundo tópico: o maior incentivo pelo uso das criptomoedas. Agora, as próprias instituições financeiras estimulam seus clientes a adquirirem e utilizarem os criptoativos em suas diversas funcionalidades. Dessa forma, houve uma disseminação grande para que este conceito entrasse no dia a dia das pessoas. O próprio relatório Visa indicaque 65 plataformas e corretoras digitais fizeram parceria com ela no último ano para emitir credenciais da bandeira. Além disso, mais de 100 milhões de vendedores que aceitam o cartão passaram a receber pagamentos em criptomoedas. Com umacampanha assim, o tema naturalmente ganha mais espaço e fica em evidência.

O futuro dos pagamentos é digital não apenas pelas ferramentas tecnológicas que os realizam, mas sobretudo pelo próprio formato do dinheiro. Não à toa, diversos países já planejam a versão digital de suas moedas – incluindo o Brasil. Evidentemente, ainda há um longo trabalho pela frente, uma vez que o número total de usuários de criptomoedas ainda é bem pequeno diante da população adulta global. É preciso criar meios que facilitem o acesso e, claro, estimulem seu uso. Entretanto, a revolução já começou estando as empresas e pessoas preparadas ou não.

Rubens Neistein, Business Manager da CoinPayments, a primeira e maior processadora de pagamentos em criptomoedas do mundo – e-mail: coinpayments@nbpress.com

Sobre a CoinPayments

Primeira e maior processadora de pagamentos em criptomoedas do mundo, a CoinPayments é a forma mais fácil, rápida e segura para os empresários transacionarem em criptomoedas. Fundada em 2013, a plataforma oferece aos clientes APIs de pagamentos especializados em cripto, plug-ins de carrinho de compras, carteiras digitais e diversas soluções para o mercado de criptomoedas. Ao longo de sua história, ultrapassa a marca de US$ 10 bilhões em transações e oferece suporte a mais de 2 mil moedas digitais. Para mais informações, acesse: www.coinpayments.net. 

Educação financeira: as vantagens das criptomoedas nos negócios

Mercado de criptomoedas deve ser regulamentado

Bitso avança na América Latina e chega à Colômbia para impulsionar o uso das criptomoedas

Acompanhe também artigos sobre Criptoativos aqui no Crypto ID.