Últimas notícias

Fique informado

Mais de 80% das empresas sofrerão violação de dados. Veja o que fazer para evitar.

21 de abril de 2023

Spotlight

Ricardo Saravalle assume a liderança do Meta Hub de Soluções Digitais

O executivo vai liderar o centro de excelência de soluções

23 de maio de 2024

INSS passa exigir Certificado ICP-Brasil A3 para advogados que atendem Acordos de Cooperação Técnica (ACTs)

Para acessar o Portal de Atendimento (PAT) os advogados precisarão ter o certificado digital ICP-Brasil A3.

21 de maio de 2024

Do Deepfake ao ChatGPT: como a evolução tecnológica está influenciando as fraudes e golpes que vemos hoje?

Os golpes, de falsificação de identidade bancária a investimentos fictícios e golpes românticos, são cada vez mais diversificados

20 de maio de 2024

Contato Seguro une forças com a DOC9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul

Contato Seguro une forças com a Doc9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul. Essa parceria é essencial para enfrentar o momento difícil que o estado está passando devido às enchentes.

20 de maio de 2024

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

Reconhecimento facial: a nova fronteira de segurança em meio aos desafios dos Deepfakes

A capacidade dos deepfakes de imitar e falsificar identidades compromete diretamente a eficácia do reconhecimento facial

20 de maio de 2024

Nuvens Tempestuosas: Navegando pelo Panorama Complexo da Cibersegurança na Nuvem

Enquanto as organizações migram cada vez mais dados e serviços para a nuvem, a complexidade e a magnitude das ameaças cibernéticas também crescem.

15 de maio de 2024

25% de profissionais de cibersegurança são mulheres, aponta BCG

Pesquisa mostra disparidade de mulheres entre profissionais de tecnologia, o que pode ser uma oportunidade para setor de cibersegurança.

15 de dezembro de 2022

Seu orçamento de 2023 contempla treinamento para cibersegurança e jornada digital?

Entre os itens que os gestores tem atenção no orçamento para o próximo ano estão a adequação de headcount e investimentos

15 de dezembro de 2022

e-Safer e SOC Radar firmam parceria para a oferta de soluções em cibersegurança

A e-Safer, empresa referência em consultoria de cibersegurança e transformação digital, firmou parceria com a SOC Radar

14 de dezembro de 2022

O custo médio de uma violação de dados, em valores globais, é de US$ 4,35 milhões, acrescenta, citando dados do relatório da IBM

Vazamento de dados custa dinheiro e reputação do negócio, alertam especialistas. E mais: custo médio de uma violação de dados chega a US$ 4,35 milhões.

Até 2025 as perdas mundiais com ciberataques serão de US$ 10,5 trilhões por ano.

“Para 83% das empresas, não é uma questão de saber se uma violação de dados vai acontecer, mas quando. Geralmente, mais de uma vez.”

A frase, exatamente assim, está no texto de abertura do relatório “Custo de uma violação de dados”, elaborado pela IBM. Expressa como qualquer negócio, de qualquer porte ou atividade econômica, está sujeito a ciberataques.

Investidas de criminosos cibernéticos que geram prejuízos financeiros e desgastes à reputação da organização, alertam especialistas.

Segundo um estudo da Cybersecurity Ventures, até 2025 as perdas mundiais com ciberataques serão de US$ 10,5 trilhões por ano. É uma fortuna, valores que poderiam estar sendo canalizados para o enfrentamento de problemas crônicos do planeta”, avalia o executivo de tecnologia da informação (TI) Fabrizio Alves, que há duas décadas atua com segurança em tecnologia.

O custo médio de uma violação de dados, em valores globais, é de US$ 4,35 milhões, acrescenta, citando dados do relatório da IBM.

Além dos pesados encargos e prejuízos financeiros, a imagem da corporação que sofre violação dos dados é duramente atingida, pontua outro executivo de TI, Fábio Zanin. Embora seja ela também vítima dos criminosos, entre seus clientes e no mercado há o risco de se forjar a ideia de que a empresa é frágil, ou foi pouco zelosa, ou mesmo negligente com a segurança das informações que manipula.

Por isso, salienta o especialista, buscar uma maturidade tecnológica, isto é, investir para que processos e sistemas se tornem cada vez mais seguros e sólidos é mais que diferencial – é imprescindível para a sustentabilidade do negócio.

“De simples gestos, como emprestar login e senha, dizer o número do CPF na fila do caixa com todo mundo ouvindo, até a falta de segurança de sistemas, tudo isso mostra que temos um longo caminho a percorrer”, observa Zanin.

Fusão & Democratização

Para Zanin, é urgente democratizar o acesso à cibersegurança. “A violação de dados e outros crimes cibernéticos causam graves danos à economia, à sociedade“, diz ele.

Com o objetivo de ampliar o acesso à segurança cibernética no mercado nacional, Zanin e Alves resolveram unir as suas respectivas empresas – a Virtù Tecnológica e a Vantix Cibersegurança – e fundar a VIVA Security, que possui um conjunto de cinco soluções. 

São elas: o Cymulate, de validação contínua de cibersegurança; o Firemon, plataforma caracterizada pela retenção de grande volume de dados, com velocidade na obtenção de informações; a Segurança de API; a Securiti, para garantir o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados; e o SOC 2.0, centro operacional de segurança 100% on-line e em nuvem, o primeiro do Brasil.

“A Virtù e a Vantix viviam o melhor momento de suas histórias. Resolvemos potencializar isso com a união, e essas soluções oferecidas ao mercado são frutos dessa convergência”, ressalta Zanin, à frente da área comercial da VIVA Security.

Com sede em São Paulo, atende corporações de várias partes do país, de diversas atividades econômicas e portes.

Viva a ciber resiliência é o slogan que traduz nossa disposição em enfrentar quatro grandes desafios quando o assunto é segurança cibernética: ameaças emergentes, mundo híbrido, escassez de talentos e cadeia de fornecedores”, sintetiza o executivo.

Violação de dados: empresas de todos os portes estão em risco

Check Point Software cita a violação de dados da StarHub e indica principais etapas para proteção das informações

Maioria dos brasileiros teme fraudes, vê crimes de violação de dados pessoais crescerem e cobra legislação mais dura

Em novembro de 2024 completaremos Uma Década De Sucesso!

Crypto ID trilhou um caminho incrível!

Desde o seu início, temos sido acompanhados por uma comunidade apaixonada e engajada, que cresce a cada ano. Com dois milhões de seguidores por ano, nossa jornada é marcada por conquistas, inovação e colaboração.

As empresas mantenedoras têm sido pilar fundamental para o nosso crescimento contínuo. Seu apoio nos permite manter a qualidade e a relevância das informações que compartilhamos. Agradecemos a cada uma delas por acreditar na nossa missão e nos ajudar a construir uma comunidade forte e informada.

E não podemos esquecer do nosso excepcional time de colunistas! São eles que trazem insights, análises e opiniões valiosas para os nossos leitores. Com suas vozes únicas, eles enriquecem o conteúdo do Crypto ID e nos ajudam a manter a excelência.

À medida que nos aproximamos de mais um aniversário, renovamos nosso compromisso com a segurança digital, a privacidade e a tecnologia. Obrigado a todos que fazem parte dessa incrível jornada!

Juntos trabalhamos por um mundo digital com mais sigilo, identificação e segurança gerando confiança para que empresas, máquinas e pessoas possam confiar umas nas outras.