Últimas notícias

Fique informado

Na nuvem, longe da mente: três conclusões da lacuna de percepção de armazenamento de dados de segurança e sustentabilidade da Geração Z

8 de agosto de 2023

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Especialistas abordam a segurança cibernética na nuvem durante painel de aquecimento do CISO Forum 2023

Durante o painel de aquecimento do CISO Forum 2023, realizado no último dia 22 de junho, especialistas em cibersegurança se uniram para discutir as ameaças emergentes.

23 de junho de 2023

Oracle traz a revolução da nuvem para o universo bancário

O pacote SaaS nativo da nuvem oferece aos bancos corporativos e de varejo a agilidade para modernizar suas aplicações rapidamente para atender às demandas dos clientes e aproveitar novas oportunidades.

24 de abril de 2023

Pesquisa da Dynatrace com CIOs revela os desafios que as organizações enfrentam à medida que a complexidade da Nuvem aumenta

Quase três quartos dos mais de 1.300 CIOs dizem que a explosão de dados da Nuvem está além da capacidade humana de gerenciamento

17 de abril de 2023

A importância da nuvem em um sistema de softwares de gestão

Mais segurança contra sinistros, proteção dos dados e informações, e mais agilidade são algumas das vantagens da nuvem

20 de dezembro de 2022

83% das empresas adotam nuvem híbrida para potencializar transformação digital

Percentual é superior à média global e de outros países como Japão e EUA; entretanto, gerenciamento do ambiente de nuvem no País ainda tem deficiências, criando pontos cegos e colocando dados em risco.

19 de dezembro de 2022

Serpro Cloud One: a primeira nuvem privada de governo do país

Com a nova solução, o Serpro se torna um provedor de serviços em nuvem e reforça sua posição estratégica em cloud na esfera estatal.

1 de dezembro de 2022

Fortinet disponibiliza serviço gerenciado de firewall nativo na nuvem AWS

O FortiGate CNF oferece segurança de nível empresarial gerenciada pela Fortinet e integrações nativas da nuvem AWS para simplificar, otimizar e modernizar operações de segurança

29 de novembro de 2022

Os líderes de TI passam o dia pensando nos dados em nuvem, desde como economizar no armazenamento até se proteger contra ransomware

Por Gustavo Leite

nuvem
Gustavo Leite é vice-presidente para América Latina da Veritas Technologies

Por outro lado, a maioria dos consumidores não pensa duas vezes sobre armazenamento e manutenção de dados. Mesmo os consumidores da Geração Z, um grupo demográfico digitalmente nativo mais jovem, não são muito melhores.

Muitos deles mantêm contas online não utilizadas e dados associados sem pensar nos riscos de proteção de dados, impacto ambiental e custos financeiros do armazenamento digital.

No início deste ano, uma pesquisa com mais de 13.000 consumidores, incluindo 1.000 no Brasil, examinou alguns de seus hábitos de dados digitais e o que eles sabem sobre as implicações ambientais do armazenamento de dados.

Aqui estão três principais conclusões dos dados e como os líderes e consumidores de TI podem tornar a proteção de dados e a sustentabilidade uma prioridade.

À medida que o armazenamento de dados cresce exponencialmente, também aumentam o impacto ambiental e os riscos de segurança

Espera-se que o tamanho dos dados em tempo real na esfera de dados global aumente dez vezes — de cinco zettabytes para 51 zettabytes — entre 2018 e 2025.

A maior parte disso são dados corporativos. E quando uma média de 50% dos dados de uma empresa são redundantes, obsoletos ou triviais, e outros 35% são obscuros, ou seja, têm valor desconhecido, as possíveis repercussões de armazenar essa vasta quantidade de dados superam os benefícios.

Além do custo financeiro do armazenamento, os dados têm um grande impacto na pegada de carbono de uma organização. Mais dados significa mais energia usada para armazenamento de dados, levando a mais emissões de CO2.

Mais dados e contas de clientes online também significam uma pegada digital maior, o que expõe empresas e indivíduos a maiores riscos de segurança cibernética e conformidade de dados.

Existe um risco ainda maior quando se trata de contas não utilizadas, que os consumidores têm em abundância – 60% dos entrevistados da Geração Z têm contas online que não usam mais.

Desses, quatro quintos (80%) relatam ter contas de entretenimento e compras que não usam mais e quase três quartos (71%) relatam ter uma conta bancária online que não usam mais.

Se um indivíduo ignorar contas inativas que contêm informações financeiras ou outras informações confidenciais e suas senhas forem comprometidas, ele poderá sofrer uma violação de dados e nem saber disso.

A geração Z não percebe o papel que desempenha na poluição do armazenamento de dados

Embora o impacto ambiental do gerenciamento de dados corporativos mais amplo esteja sob constante escrutínio, a pesquisa descobriu que os consumidores da Geração Z não estão cientes de como seus próprios hábitos digitais se relacionam com isso e podem impactar negativamente o meio ambiente.

Na verdade, 51% dos consumidores da geração Z falharam em reconhecer que as versões eletrônicas de seus extratos relacionados à conta e outras informações digitais armazenadas desnecessariamente têm um impacto ambiental negativo.

Para o consumidor médio, é fácil esquecer que os data centers são movidos principalmente a combustíveis fósseis e geram aproximadamente a mesma quantidade de CO2 que o setor aéreo.

A maioria dos esforços de sustentabilidade concentra-se em conceitos gerais de redução de energia ou na opção por materiais mais sustentáveis ​​para reduzir as pegadas de carbono, portanto, não é de surpreender que muitos consumidores desconheçam as implicações ambientais do armazenamento de dados associados às suas próprias contas online.

As organizações devem planejar adequadamente essa lacuna de conhecimento e implementar estratégias de desduplicação para os dados do cliente para minimizar com eficiência os dados redundantes armazenados na nuvem.

Onde está a responsabilidade? Educar os clientes para alinhar as expectativas e transmitir as melhores práticas

Quase metade (44%) dos entrevistados da Geração Z crê ser errado que as empresas desperdicem energia e causem poluição armazenando informações desnecessárias online.

Mas, tendo em mente a propensão dos consumidores em manter contas online não utilizadas, a responsabilidade recai sobre os consumidores de excluir suas contas inativas e informações desnecessárias, e as organizações de limpar quaisquer dados de consumo redundantes, obsoletos ou triviais de seus armazenamentos e backups de dados.

Armazenar dados desnecessários na nuvem aumenta as pegadas de carbono e os riscos de proteção de dados para organizações e indivíduos, por isso é importante que todos estejam cientes do papel que desempenham na criação e redução de dados não otimizados na nuvem.

Para fazer isso, as organizações devem armar seus clientes com os fatos e delinear as melhores práticas de gerenciamento de dados pessoais em termos simples.

O uso de infográficos e recursos visuais pode facilitar a compreensão dessas informações para aqueles com formação e conhecimento técnico limitados.

As organizações também devem enviar lembretes aos usuários que não estão ativos há mais de um ano para fechar todas as contas não utilizadas e excluir todos os dados obsoletos, observando a proteção de dados positiva e os impactos ambientais que isso pode ter.

Agora é a hora de abordar as estratégias de gerenciamento de dados

Os consumidores continuarão a examinar de perto as práticas de sustentabilidade das organizações e, com o passar do tempo, tornar-se-ão cada vez mais conscientes da proteção de dados e dos riscos de segurança.

Se uma organização não priorizou técnicas para reduzir o armazenamento desnecessário na nuvem e retransmitiu a importância desse assunto para os consumidores, agora é a hora de começar.

Com os inúmeros benefícios de simplificar o armazenamento de dados, incluindo custos reduzidos, melhores resultados ambientais e maior preparação para ataques de ransomware, toda a empresa ganhará com uma revisão das práticas inadequadas de gerenciamento de dados.

Sobre o autor

Gustavo Leite é vice-presidente para América Latina  da Veritas Technologies

Check Point Software lista as 5 principais dicas de segurança para ambiente da nuvem da AWS

Alta em ataques cibernéticos impulsiona a necessidade de soluções de segurança na nuvem

AWS Summit 2023: Neo4j une inteligência artificial em banco de dados grafos e apresenta soluções para nuvem 

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!