Últimas notícias

Fique informado

O efeito de rede: como aproveitar o poder dos dados?

30 de janeiro de 2023

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

25% de profissionais de cibersegurança são mulheres, aponta BCG

Pesquisa mostra disparidade de mulheres entre profissionais de tecnologia, o que pode ser uma oportunidade para setor de cibersegurança.

15 de dezembro de 2022

Os benefícios da terceirização da cibersegurança

A organização evita que falhas apareçam tanto nas suas ações habituais, como em momentos difíceis, a exemplo dos incidentes de cibersegurança

13 de dezembro de 2022

Hotéis podem garantir a segurança de dados dos hóspedes?

A utilização de ferramentas e recursos, como softwares adequados, são essenciais para que a tecnologia funcione de forma efetiva nos hotéis

4 de novembro de 2022

LGPD: entenda como a logística pode garantir a segurança de dados dos consumidores

Em vigor efetivo desde o segundo semestre de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) determina diretrizes rigorosas

31 de outubro de 2022

Em termos mais simples, o efeito de rede é onde um produto ou serviço se torna mais valioso à medida que mais pessoas o utilizam

Por Patrick Drexler, Head of Business Development da Nethone

efeito
Patrick Drexler, Head of Business Development da Nethone

Você já se inscreveu em um serviço online e sentiu que foi bombardeado com termos e condições do serviço pedindo para que você concordasse em compartilhar seus dados pessoais?

Pode parecer invasivo, mas quando se trata do efeito de rede, o objetivo geral é aproveitar o poder dos dados para melhorar consideravelmente a experiência do usuário que as empresas podem oferecer aos seus clientes. 

Em termos mais simples, o efeito de rede é onde um produto ou serviço se torna mais valioso à medida que mais pessoas o utilizam, tornando-se, portanto, mais útil para cada empresa e cada usuário individual. 

Mas, como o serviço é aprimorado quando se trata de prevenção de fraudes? Graças aos princípios do Open Banking, a possibilidade de usar dados tem um grande impacto sobre o quão mais seguro um serviço pode se tornar. Vamos ver como o efeito de rede pode permitir que você realmente aproveite o poder dos dados.

– O efeito de rede melhora a prevenção de fraudes

Aplique o efeito de rede à prevenção de fraudes e isso reflete na melhoria do serviço por meio do aprimoramento de recursos.

O resultado é um ambiente de pagamentos e transações online mais seguro, levando a clientes satisfeitos, uma reputação online positiva e potencial de crescimento financeiro por meio de um aumento no número de usuários.

Simplificando, quanto mais usuários concordam em compartilhar seus dados, mais eficientes se tornam os modelos de prevenção de fraudes. 

É importante ressaltar que nem todos os comportamentos sinalizados como suspeitos são necessariamente uma tentativa de fraude.

Por exemplo, alguém usando uma VPN ou serviço de proxy para mascarar seu endereço IP devido a questões de privacidade não é um mau comportamento – mas junte isso a outras tentativas de ocultar a verdadeira localização de um usuário, configuração do dispositivo ou desvio do comportamento normal de navegação, e isso pode ser suficiente para respaldar as suspeitas iniciais.

Todas essas análises só podem se tornar mais eficazes e precisas na detecção de atividades fraudulentas quando o tamanho do conjunto de dados for mais extenso e continuar a crescer.

– Os usuários estão mais preocupados com a privacidade

Cada vez mais as pessoas estão conscientes a respeito da importância de proteger suas informações pessoais online, e isso teve um impacto significativo no efeito de rede. I

sso não é algo negativo, mas tornou mais difícil para esses serviços atraírem uma massa crítica de usuários e alcançar um forte efeito de rede.

Cada setor é diferente e cada um adota uma abordagem distinta de como os dados do usuário são usados.

Com os principais serviços (principalmente redes sociais) e empresas que não são idôneas coletando dados para obter ganhos financeiros, a desconfiança pública mais ampla certamente tem questionado o impacto da eficácia desse modelo.

– As leis estão do lado das empresas e do usuário final

Para dar aos cidadãos da União Europeia (UE) controle sobre seus próprios dados e opinar sobre como eles podem ser usados, a UE introduziu o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) em 2016, que é a lei de privacidade e segurança mais rígida do mundo.

No Brasil, isso também é visto por meio da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ambas as leis garantem ao usuário individual o amparo legal caso seus dados sejam usados de uma forma que não seja coerente ao que foi assinado nos termos e condições de serviço, por exemplo. 

Deve-se enfatizar que o compartilhamento de dados é sempre opcional, e construir confiança em como as empresas podem aproveitar o poder dos dados em benefício dos clientes é, portanto, um passo crucial. Nesse caso, a educação é fundamental.

Concluindo, quanto mais dados as empresas poderem usar, maior a eficácia e o valor dos recursos de combate à fraude.

Esses recursos são possíveis e, o mais importante, são compatíveis com a LGPD. Assim, é possível aproveitar o poder dos dados e garantir que as vantagens do efeito de rede sejam sentidas por todos.

E tudo isso garantindo que os clientes entendam que seus dados privados estão protegidos no processo.

Segurança e gerenciamento de dados: por que os vazamentos ocorrem?

Proteção de dados: o risco dos certificados digitais

Trinus promove palestra gratuita sobre privacidade e proteção de dados

As dez maiores prioridades para as empresas em privacidade e proteção de dados em 2023

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

Você quer acompanhar nosso conteúdo? Então siga nossa página no LinkedIn!

TAGS

dados efeito