Últimas notícias

Fique informado

O setor financeiro à frente da transformação digital. Por Ana Viani

10 de outubro de 2022

Spotlight

Ricardo Saravalle assume a liderança do Meta Hub de Soluções Digitais

O executivo vai liderar o centro de excelência de soluções

23 de maio de 2024

INSS passa exigir Certificado ICP-Brasil A3 para advogados que atendem Acordos de Cooperação Técnica (ACTs)

Para acessar o Portal de Atendimento (PAT) os advogados precisarão ter o certificado digital ICP-Brasil A3.

21 de maio de 2024

Do Deepfake ao ChatGPT: como a evolução tecnológica está influenciando as fraudes e golpes que vemos hoje?

Os golpes, de falsificação de identidade bancária a investimentos fictícios e golpes românticos, são cada vez mais diversificados

20 de maio de 2024

Contato Seguro une forças com a DOC9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul

Contato Seguro une forças com a Doc9 para trazerem mais segurança aos abrigos do Rio Grande do Sul. Essa parceria é essencial para enfrentar o momento difícil que o estado está passando devido às enchentes.

20 de maio de 2024

Governo Federal apoia Rio Grande do Sul na emissão 2ª via da Carteira de Identidade Nacional

O mutirão coordenado pelo Governo do RS começou nos abrigos de Porto Alegre. Expedição da segunda via será imediata

20 de maio de 2024

Reconhecimento facial: a nova fronteira de segurança em meio aos desafios dos Deepfakes

A capacidade dos deepfakes de imitar e falsificar identidades compromete diretamente a eficácia do reconhecimento facial

20 de maio de 2024

Nuvens Tempestuosas: Navegando pelo Panorama Complexo da Cibersegurança na Nuvem

Enquanto as organizações migram cada vez mais dados e serviços para a nuvem, a complexidade e a magnitude das ameaças cibernéticas também crescem.

15 de maio de 2024

A transformação digital tem sido uma grande pauta para as companhias nos últimos anos. Um dos setores que vem ganhando cada vez mais relevância nessa seara é o financeiro

Por Ana Viani

transformação digital
Ana Viani, Diretora de Vendas para a Atos na América do Sul

Uma pesquisa realizada pela Febraban com o intuito de mapear os investimentos de bancos em tecnologia, revelou que os aportes devem chegar na casa dos R$35,5 bilhões em 2022, número 18% superior ao investido em 2021.

O estudo revelou também que cerca de 58% do orçamento vai para os softwares, com um aumento de 29% no valor investido em relação ao ano anterior.

Esses dados são um reflexo das mudanças estruturais e tecnológicas que temos visto o setor financeiro capitanear nos últimos anos.

Essa evolução foi fundamental para atualizar o setor e instituições que precisavam impulsionar mais a agilidade no atendimento aos clientes.

Vimos, então, com o surgimento acelerado das fintechs – e o gosto dos consumidores por elas –  uma movimentação nas grandes instituições para se adaptar ao futuro e, se possível, tomar a frente na inovação. 

Hoje, o setor como um todo, é um dos que mais tem se modernizado em ritmo acelerado, buscando na transformação digital novas formas de fazer negócios e oferecer serviços cada vez mais personalizados para seus clientes.

Vimos também a regulamentação do PIX e do Open Banking, além, claro, do surgimento das criptomoedas como um grande motor e impulsionador da inovação tecnológica nos bancos.

Esse movimento beneficia os consumidores, possibilita a oferta de novos serviços e produtos personalizados e rejuvenesce uma imagem que remetia ao antiquado.

Mas, é claro, que todo esse empenho em empregar as tecnologias mais modernas e atualizar os antigos sistemas tem seus desafios.

Principalmente para as tradicionais instituições, que não nasceram no mundo digital e tem um grande legado.

A modernização e a transformação de um negócio passam por diversas etapas e frentes de atuação, desde a migração para a nuvem, por exemplo, à adoção de sistemas com IA de ponta.

É preciso, também, investir massivamente em cibersegurança, em análise de dados, atualizações, enfim, mudar o que engessa.

E as instituições têm mostrado estar no caminho certo.

Aquele mesmo estudo que eu mencionei anteriormente aponta que as prioridades de investimento das instituições financeiras são a segurança cibernética, inteligência artificial e o open finance.

Essas prioridades mostram o alinhamento dos bancos em buscar a vanguarda tecnológica, podendo abrir portas para outras inovações que ainda estão por vir.

Invariavelmente, é fundamental contar com um parceiro de tecnologia confiável que conheça as necessidades do setor e que tenha a capacidade de conduzir a transformação digital por toda a sua jornada.

Ter uma visão estratégica para todas as frentes de inovação é primordial para, enfim, se transformar plenamente em um negócio digital.

Transformação digital governamental requer cuidados com a segurança da informação

Para mais de 50% das empresas no mundo, sonho de transformação digital se torna pesadelo

Os impulsos da pandemia para a transformação digital na saúde

Gestão de Acesso facilita com segurança a transformação digital e migração para a nuvem em setores críticos

Cadastre-se para receber o IDNews

E acompanhe o melhor conteúdo do Brasil sobre Identificação Digital! Aqui!