Últimas notícias

Fique informado

Por que a ideia do Drex vai além de uma moeda digital?

4 de janeiro de 2024

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Pesquisa mostra que hackers criaram mais de 130.000 contas para mineração de criptomoedas

Os hackers utilizam determinadas plataformas que, no pico de suas operações, criavam de 3 a 5 contas por minuto para cripto mineração

9 de janeiro de 2023

Você sabe o que é Rug Pull? Previna-se do golpe que mais cresce entre criptomoedas 

O que faz o golpe Rug Pull ser bem-sucedido é que na maioria dos casos não é fácil identificar que se trata de uma fraude

2 de janeiro de 2023

Quais as perspectivas para o bitcoin e outras criptomoedas em 2023?

Analistas avaliam o mercado de criptomoedas em 2022, projetam tendências e preveem retomada positiva para o próximo ano

30 de dezembro de 2022

O anúncio recente sobre o Drex, a versão digital do real, é mais uma clara sinalização sobre a revolução do sistema financeiro em andamento

Por Douglas Barrochelo

Douglas Barrochelo
Douglas Barrochelo, CEO da Biz

O anúncio recente sobre o Drex, a versão digital do real, é mais uma clara sinalização sobre a revolução do sistema financeiro em andamento.

Sua ideia está ligada à necessidade de novas regulações no setor e ao papel do Banco Central em seu ousado esforço de descentralização.

Com a abertura do BC para a inovação, muitos agentes passaram a se envolver com protagonismo nessa jornada de mudança, como bancos, financeiras e empresas de tecnologia – todos engajados na construção de modelos mais seguros, ágeis, desburocratizados, inclusivos e de menor custo.

Com isso, a autoridade monetária provoca a sociedade a refletir sobre a ideia de crédito, investimento e consumo – como lidaremos com as novas interfaces, que representam as moedas circulantes, reguladas, como é o caso do Drex – ou não, a exemplo das bitcoins.

Essa provocação alcança a todos! Nenhum segmento pode se considerar isento, renunciando às novas possibilidades que estão sendo desenvolvidas – e não necessariamente só por meio do Drex -, mas com as amplas transformações e experiências envolvendo meios de pagamento e os ativos digitais.

Ainda não dá para saber quais os tipos de serviço vão surgir a partir do Drex. As aplicações serão criadas, sobretudo, pelas instituições financeiras, a partir da demanda e da criatividade do mercado.

Uma funcionalidade possível é que o Drex seja usado para pagamentos em carteiras digitais. Mas outras soluções estão sendo experimentadas, como transferências internacionais de dinheiro.

Uma grande operadora de cartões está focando seus esforços em pequenas e médias empresas, buscando uma forma para que empreendedores tenham acesso a fundos de investimentos internacionais através do real digital.

As possibilidades são diversas. Mas o objetivo desse artigo é estender a visão e o pensamento crítico nessa jornada de revolução.

Os RHs das empresas também são um exemplo. A maioria deles ainda está engessada por burocracias e práticas criadas no passado, incapazes de atrair, reter talentos e gerar bem-estar a seus colaboradores.

De certa forma, na contramão das necessidades reais de uma grande massa de jovens trabalhadores, ávida por mudanças bem mais funcionais.

Qual é o colaborador capaz de rejeitar uma ideia de co-criação de seu próprio sistema de benefícios, envolvendo créditos para transporte, educação, refeição, alimentação e saúde? São os novos desafios da hiperpersonalização, em linha com as demandas reais de cada indivíduo.

Nenhuma empresa pode afirmar que não será afetada por essa revolução! Ela até pode adiar essa agenda, por razões econômicas. Mas em algum momento ela terá de se render àquilo que é novo e necessário.

As empresas precisam dar um salto, especialmente, em cultura e tecnologia, porque a trajetória de inovação no segmento financeiro não tem volta. É apenas no início de uma contundente transformação.

O recado do Banco Central já está dado: o Drex já está em fase de testes e, certamente, vem muito mais por aí.

A Origem e Evolução do Dinheiro: DREX Já Parou Pra Pensar?

Pix vs. Drex: as diferenças entre eles, segundo uma das empresas responsáveis pela segurança do Pix

Digitalização financeira no Brasil: DREX e seu potencial de tokenização da economia

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!

TAGS

drex