Últimas notícias

Fique informado

Vazamento de dados: o que podemos aprender com a nova onda que atinge o Brasil em 2023?

31 de maio de 2023

Spotlight

Entenda o Incidente de Segurança no Siafi que fez o Tesouro exigir a autenticação exclusivamente com Certificados Digitais ICP-Brasil

No Siafi os certificados ICP-Brasil vão conferir Integridade, autenticidade, conformidade, confidencialidade, disponibilidade, legalidade e irretratabilidade.

22 de abril de 2024

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Os casos de vazamento de dados têm avançado de maneira acelerada nos últimos anos, 286 mil brasileiros tiveram seus dados expostos

Por Eduardo Tardelli

Eduardo Tardelli, CEO da upLexis

Os casos de vazamento de dados têm avançado de maneira acelerada nos últimos anos.

Para se ter uma ideia, somente no primeiro trimestre de 2022, 286 mil brasileiros tiveram seus dados expostos a partir de informações na internet, segundo um levantamento feito pela SurfShark, empresa especializada em privacidade.

Dentre as informações que foram divulgadas estão e-mail, senhas, números de telefones e documentos pessoais como CPF e RG.

Inclusive, os dados alarmantes servem para chamar a atenção de parte da população que, infelizmente, ainda desconhece o impacto negativo que este tipo de incidente pode trazer tanto para um cidadão quanto para uma empresa.

A partir do momento que criminosos têm acesso a informações tão delicadas e sensíveis, eles podem se passar por essa empresa ou pessoa e tentar obter algum tipo de vantagem.

Inclusive, há casos em que foram feitos saques de auxílio financeiro e até mesmo empréstimos utilizando informações pessoais de vítimas, por exemplo.

Neste cenário, alguns podem se perguntar: o que as empresas podem fazer para evitar se envolver em vazamentos de dados, como aconteceu recentemente com grandes organizações?

Um excelente primeiro passo é investir em uma política de senhas fortes, a fim de evitar que cibercriminosos acessem as contas da organização.

A realização de backups de materiais importantes também é fundamental, ao passo que possibilita o armazenamento seguro de aplicações e dados sigilosos.

Aliado a isso, existem outras medidas que podem ser adotadas, como: apostar em um antivírus de qualidade; realizar auditorias de segurança interna para verificar e garantir que tudo está sob controle; e incentivar os funcionários a utilizarem a VPN (Rede Virtual Privada), capaz de criptografar a comunicação com a internet e evitar o vazamento de dados da empresa.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) em vigor, as empresas não podem abrir nenhuma brecha com relação ao vazamento de informações sigilosas.

Afinal, caso ocorra algum incidente, elas serão responsabilizadas e enfrentarão medidas rígidas, como pagar de 2% do faturamento bruto até 50 milhões de reais de multa.

O vazamento de dados é preocupante para todos, seja para uma pessoa física ou jurídica. Ademais, estamos nos aproximando do terceiro trimestre de 2023, período em que acontecem os maiores índices de ataques hackers, uma vez que os cibercriminosos aprimoram suas técnicas, de olho nas datas sazonais, como Black Friday, Natal e Ano Novo.

Portanto, na era dos vazamentos de dados, todo cuidado é pouco. A fim de reduzir as vulnerabilidades e, consequentemente, prejuízos financeiros e de impacto negativo à marca no mercado, os empresários devem investir cada vez mais em tecnologias, capacitação profissional e, sobretudo, em protocolos de resposta a incidentes.

Passou da hora das empresas brasileiras priorizarem a segurança digital e implementarem mecanismos de controle e governança mais sofisticados, aliado a um planejamento eficiente direcionado para eventos de crise.

Certamente, quem não fizer isso nos próximos meses, poderá ter prejuízos imensuráveis.

Bancos deverão compartilhar dados para prevenção de golpes e fraudes determina BC

Quase metade dos dados vazados no mundo são brasileiros, indica estudo

Segurança Nativa: armazenamento em nuvem e a melhor forma de proteger dados

Leia mais sobre Privacidade e Proteção de Dados em nossa coluna dedicada a esse tema. São artigos sobre o que acontece no Brasil e no Mundo. Aqui!