Últimas notícias

Fique informado

Segurança Nativa: armazenamento em nuvem e a melhor forma de proteger dados

16 de maio de 2023

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

A migração das empresas para o armazenamento em nuvem é uma realidade e é importante que se atentem às medidas de segurança desse universo

Por Kleber Souza

Kleber Souza, Gerente de Segurança de TI da Compugraf

A migração das empresas para o armazenamento em nuvem já é uma realidade. Segundo um estudo da Gartner, 85% das companhias migrarão para esse sistema até 2025.

Contudo, é importante que essas organizações se atentem às medidas de segurança da informação desse universo.

Seja para adoção do sistema remoto do trabalho ou organização e melhor armazenamento de dados, existem alguns riscos da nuvem que podem crescer de acordo com o consumo e complexidade de seus serviços, já que, se os projetos não consideram as características de segurança específicas, muitas camadas podem ficar desprotegidas e vulneráveis à perda de dados.

Nesse sentido, existe um modelo que se destaca na solução das brechas de proteção: a segurança nativa.

Com o aumento do uso da nuvem, causado, principalmente, pela migração ao trabalho remoto, e a negligência na aplicação de medidas de segurança nesse novo modelo de atuação, houve também um crescimento nos ataques.

De acordo com o Relatório Global de Ameaças de 2023, divulgado pela CrowdStrike, o número de incidentes de exploração de nuvem teve um aumento de 95% em 2022.

Nesse cenário, os principais tópicos que geram preocupação na hora de migrar para esse sistema, e devem ser pontos de atenção para as empresas, incluindo conformidade, perda de visibilidade e responsabilidade compartilhada.

A conformidade se dá a partir do questionamento se as boas práticas de segurança, mesmo em nuvem, estão sendo seguidas. No caso da perda de visibilidade, ela se relaciona com a dificuldade de ter uma visão completa da utilização de toda a infraestrutura na nuvem.

Já a responsabilidade compartilhada é a necessidade da organização compreender e implementar medidas de segurança adequadas para proteger seus dados e aplicativos.

Levando isso em consideração, aplicativos de segurança nativos da nuvem representam o modelo de maior sucesso quando se trata de proteger dados nessa forma de armazenamento e compartilhamento de informações.

O termo “segurança nativa de nuvem” se refere à ideia de desenvolver e executar aplicativos que aproveitam das capacidades desse tipo de computação.

Eles são projetados para tirar vantagem da escalabilidade, elasticidade, resiliência e flexibilidade que a nuvem proporciona, e, dessa forma, permitem que a segurança seja automatizada em todos os lugares, com prevenção unificada de ameaças e gerenciamento de postura, o que soluciona as principais questões das empresas com a tecnologia cloud.

Entretanto, é necessário considerar características de segurança específicas, pois, caso contrário, muitas camadas poderão ficar desprotegidas e, consequentemente, vulneráveis à perda de dados.

Por isso, validação da postura de segurança, proteção para cargas de trabalho em containers, automatização da segurança no processo de desenvolvimento (DevSecOps) e visibilidade multi nuvem são itens que devem ser ponderados na escolha de uma solução de segurança nativa.

Diante desse cenário, a migração para o armazenamento de dados em nuvem já está acontecendo e evitar esse fato pode tornar a empresa obsoleta.

Dessa forma, a postura adequada é estar atualizado em relação às tendências do mercado, e também às medidas de segurança da informação que esses movimentos demandam.

Atualmente, os processos de migração para nuvem já consideram diversos aspectos sobre as características específicas dessa arquitetura, fazendo que os projetos tenham mais sucesso e sejam adequados às necessidades de cada demanda.

Tencent Cloud se junta à Extreme Digital Solutions (EDS) para fornecer serviços de nuvem de alta qualidade no Brasil

Oracle nas nuvens: negócio de nuvem já representa 75% de seu faturamento na América Latina

Oracle traz a revolução da nuvem para o universo bancário

Por que operação de TI na nuvem será a opção da maioria das empresas até 2025?

Acompanhe como o reconhecimento facial e impressões digitais, de íris e voz estão sendo utilizados para garantir a identificação digital precisa para mitigar fraudes e proporcionar aos usuários conforto, mobilidade e confiança. Crypto ID, o maior canal brasileiro sobre identificação digital. Leia outros artigos aqui!

Learn how facial recognition and iris, voice and fingerprints are being used to ensure accurate digital identification to mitigate fraud and provide users with comfort, mobility and trust. Read other articles here! Crypto ID, the largest Brazilian channel on digital identification. Read other articles here!

Descubra cómo se utilizan el reconocimiento facial y el iris y las huellas dactilares del voz para garantizar una identificación digital precisa para mitigar el fraude y brindar a los usuarios comodidad, movilidad y confianza. Crypto ID, el mayor canal brasileño de identificación digital. ¡Lea otros artículos aquí!