Últimas notícias

Fique informado

Como abrir uma empresa pela internet. Ouça

30/03/2020

Spotlight

Como confirmar a validade das assinaturas digitais ICP-Brasil?

Com o isolamento social a tecnologia da certificação digital vem possibilitando com que pessoas e empresas resolvam alguns procedimentos por meio de documentos eletrônicos, mas como ter segurança?

21/05/2020

Multi-cloud é o novo normal, mas é um desafio maior à segurança de dados

A preocupação com o controle de identidades digitais nos ambientes corporativos se intensifica entre os CIOs do mundo todo na mesma proporção em que surgem as aplicações em Nuvem.

18/05/2020

Como a assinatura digital pode ajudar no trabalho à distância. Ouça

Com o avanço da pandemia do Coronavírus no Brasil, as empresas estão adotando o trabalho à distância e assinatura digital.

26/03/2020

O empreendedorismo vem crescendo exponencialmente no País, de acordo com uma pesquisa da Agência Brasil, em 2019 mais de 2 milhões de empresas foram abertas, valor 23,1% maior do que o registrado em todo o ano de 2018

Por Certisign

Um dos fatores que pode justificar este salto nos números foi a consolidação das Juntas Digitais, as quais, em sua maioria, tornaram único e oficial o processo de abrir empresa pela internet, por meio do Certificado Digital – o qual permite que empresário tenha o CNPJ da nova empresa em mãos em horas, dependendo da Junta e do tipo de negócio.

Neste artigo, portanto, vamos explicar o passo a passo do processo de abertura de empresa, para facilitar ainda mais a vida do empresário – principalmente os novatos no mundo do empreendedorismo ou aqueles que, até então, só tiveram a essa experiência no meio físico.


Entenda todo o processo de como abrir uma empresa

Temos certeza de que se você chegou até este conteúdo, é porque já está em vias de abrir o próprio negócio, mas não sabe qual o primeiro passo. Pois bem: depois de estudar o mercado, seu produto ou serviço e escolher seus sócios ou optar por seu o único dono, é hora de escolher o tipo de empresa que mais se encaixa em se perfil.

Formato Jurídico e Regime Tributário

Atualmente no Brasil é possível abrir um negócio como Empresário Individual – EI, Microempreendedor Individual – MEI, Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI e Sociedade Limitada – LTDA.

Depois de identificar em qual formato jurídico a sua empresa se encaixa (EI, MEI, EIRELI ou LTDA), é hora de identificar o regime tributário.

Uma empresa pode se encaixar no Simples Nacional (no qual você paga todos os tributos em apenas uma guia, a DAS) ou empresas com Lucro Presumido.

Simples Nacional

Neste formato, o empreendedor precisa verificar se a sua atividade está presente nas CNAEs liberadas como Simples Nacional.

Lucro Presumido

Já neste, o sistema de tributação contempla o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre Lucro Líquido.

Por fim, avalie o porte de sua empresa

Esse fator se dá única e exclusivamente por conta do seu faturamento. Ela pode ser uma microempresa, uma empresa de pequeno, médio ou grande porte. Vale lembrar que essa identificação pode ser alterada conforme a sua empresa cresce.

Documentos necessários

Depois de identificar porte, formato jurídico e tributário de sua empresa, é hora de separar os documentos necessários para realizar a sua abertura. Apesar de não ser necessária a contratação de um Contador para esta etapa, o suporte prestado por esse profissional pode ser valioso (principalmente para aqueles que estão iniciando no mundo do empreendedorismo) para ajudar a manter em dia todos os tributos legais e jurídicos.

Dito isso, os documentos necessários para abrir uma empresa são:

•Comprovante de propriedade ou contrato de aluguel;

•Cópia do último IPTU do imóvel;

•RG e CPF de todos os sócios;

•Comprovante de endereço de cada um dos sócios;

•Certidão de casamento de quem possui conjugue;

•Número de entrega do recibo do último Imposto de renda.

Agora é a vez do Contrato Social

Recolhidos os documentos, é hora de redigir o Contrato Social, a certidão na qual contém tudo o que você e seus sócios (se houver) pretendem fazer. Como se fosse um roteiro de sua própria empresa. Nele é preciso estar especificados:

•a razão social da empresa,

•seus objetivos,

•ramo de atuação,

•endereço da sede,

•o valor do capital investido,

• número e porcentagem de cada sócio,

•o CNAE escolhido e quais as atribuições de cada sócio.

Abrindo o CNPJ

Finalizadas essas etapas, finalmente chegou a hora de o empresário ter o tão esperado CNPJ. Para isso, ele deverá acessar o site da Junta Comercial de seu estado para solicitar a liberação do número.

Juntas Digitais

Antes este processo era vagaroso, pois demandava que o proprietário do negócio fosse pessoalmente até a Junta Comercial, enfrentasse filas e aguardasse dias para obter o número CNPJ. Agora, com as Juntas Digitais, tudo é feito on-line e com muito mais agilidade, sendo possível obter o CNPJ em menos de um dia. Como? Com o Certificado Digital, que, por garantir a autenticidade e ter validade jurídica, fez com que etapas fossem eliminadas.

Certificado Digital

Para a abertura de empresa nas Juntas Digitais, o Certificado Digital necessário é o e-CPF, ou Certificado de Pessoa Física. Depois de aberta a empresa e com o CNPJ cadastrado, é hora do empreendedor adquirir seu e-CNPJ, o Certificado Digital para Pessoa Jurídica que permite a emissão de notas fiscais, entregas de obrigações acessórias, entre outros.

O Certificado e-CPF somente serve para abrir uma empresa pela internet?

Não. Com o e-CPF é possível assinar documentos, enviar a declaração do Imposto de Renda com mais facilidade, se logar em sites, entre outros serviços.

Fonte: Certisign Explica

Como desbloquear a senha PIN e PUK do Certificado Digital? Ouça

Milhões de sites tiveram problemas com o Certificado SSL gratuito. Ouça

Como melhorar a eficiência da sua empresa. Por Roni Franco. Ouça

Saiba sobre as novidades do mercado de tecnologia e internet!

  Explore outros artigos! empresa