Últimas notícias

Fique informado

Em reunião na Câmara, ITI trata de iniciativas do mercado digital no âmbito do Mercosul

10 de maio de 2021

Spotlight

Tecnologia referência em segurança chega ao ramo educacional através da CredDefense

Além de universidades e faculdades, a CredDefense quer oferecer seus serviços para escolas de ensino fundamental e médio e também para cursinho pré-vestibular

8 de junho de 2021

Philip Zimmermann: “Today marks the 30th anniversary of the release of PGP 1.0.”

PGP Marks 30th Anniversary – 6 June 2021 – Today marks the 30th anniversary of the release of PGP 1.0

8 de junho de 2021

O que é uma cifra de bloco e como ela funciona para proteger seus dados?

Uma cifra de bloco tem alta difusão (as informações de um símbolo de texto simples são distribuídas em vários símbolos de texto cifrado).

7 de junho de 2021

Comissão Europeia propõe uma identidade digital segura e de confiança para todos os europeus

As Orientações da Comissão para a digitalização até 2030 definem uma série de metas e marcos que a identidade digital europeia ajudará a alcançar.

7 de junho de 2021

ITI trata acordo que pode facilitar o trâmite de documentos e transações eletrônicas, no âmbito do Mercosul, diminuindo a fronteira digital

O Diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Carlos Fortner, a Diplomata Luciana Mancini, Diretora interina do Departamento de Promoção Tecnológica do Ministério das Relações Exteriores (MRE), e o Assessor do ITI, Ruy Ramos, participaram na tarde desta quinta-feira, 06 de maio, de agenda com o líder do Governo na Câmara, Deputado Ricardo Barros.

Na oportunidade, a Diplomata Mancini destacou os benefícios para o Brasil e para o fortalecimento do mercado digital regional dos acordos assinados no âmbito do Mercado Comum do Sul (Mercosul), especialmente o Acordo de Reconhecimento Mútuo de Assinaturas Digitais.

ITI
Carlos Fortner – Diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI)

Segundo Fortner, “o ITI tem o importante papel de apoiar tecnicamente as iniciativas do MRE em acordos dessa natureza”.

Destacou ainda que “é uma oportunidade única do Brasil assumir o protagonismo da Certificação Digital no âmbito do Mercosul, considerando que o presidente Bolsonaro assumirá a presidência pro-tempore a partir de julho de 2021, faltando apenas a internalização do acordo no país”.

Quando em vigor, o acordo vai facilitar o trâmite de documentos e transações eletrônicas, diminuindo a fronteira digital. Essa ampliação do uso garante controle de informações, eficiência, gestão de dados, rapidez e desburocratização de processos.

Entenda

Em 2019, durante a Presidência Pró-Tempore (PPTB), ocorreram relevantes avanços no Mercosul, em especial com a atuação brasileira no cenário da digitalização. O Brasil, quando na presidência do bloco, atuou incrementando uma agenda de modernização e buscando ações para fomentar o livre comércio e o aumento da competitividade das economias. Além disso, foi intensificada a negociação de acordos comerciais externos.

Com o acordo de reconhecimento mútuo de assinaturas digitais no âmbito do Mercosul, a digitalização nas relações comerciais e sociais entre entes públicos, empresas e cidadãos dos países integrantes do bloco passa a ser uma realidade.

Os países do Mercosul equivalem à quinta economia do mundo e desde a sua criação, em 1991, com o Tratado de Assunção e as trocas comerciais do agrupamento, multiplicaram-se quase dez vezes desde então, passando de US$ 4,5 bilhões, em 1991, para US$ 44,9 bilhões, em 2018.

Fonte: Gov.br

Assinado Acordo sobre Comércio Eletrônico do MERCOSUL

Aduanas do Mercosul já estão conectadas pelo blockchain

Encaminhado ao Congresso Nacional Acordo de Reconhecimento Mútuo de Certificados de Assinatura Digital do Mercosul