Últimas notícias

Fique informado

Febraban e bancos lançarão Selo de Prevenção a Fraudes das Instituições Financeiras

5 de outubro de 2023

Spotlight

O Halving do Bitcoin: Entendendo o Evento que Redefine a Oferta da Criptomoeda. Por Susana Taboas

Uma visão geral do que é o halving do Bitcoin e sua importância no contexto da economia digital.

17 de abril de 2024

Bertacchini da Nethone compartilha sua visão sobre o cenário atual de fraudes digitais

Tivemos a oportunidade de conversar com Bertacchini, especialista em Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, sobre como as empresas podem se blindar contra ciberameaças.

17 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

Selo ficará estampado no site e no app de banco e significará que instituição conta com processo estruturado de prevenção de conscientização

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e o Comitê Executivo de Prevenção a Fraudes da entidade lançarão o Selo de Prevenção a Fraudes das Instituições Financeiras em mais uma iniciativa do setor no combate ao problema em todo o país.

A criação do Selo está dentro do plano executivo da entidade sobre o assunto, que estabelece ações centralizadas, otimizadas e padronizadas para o tratamento das ocorrências no sistema financeiro. Um piloto do projeto deverá estar funcionando até o final do ano.

O Selo ficará estampado no site e no aplicativo do banco participante e significará que a instituição conta com boas práticas, um processo estruturado com motores de prevenção a fraudes e iniciativas de conscientização com seus clientes.

A Febraban contratou a consultoria Ernst & Young para a realização do levantamento de requisitos para a implementação e execução do Selo, com a elaboração de metodologia de avaliação periódica e procedimentos operacionais (regras, métricas/indicadores, entre outros).

O projeto-piloto começará com a participação de dois bancos do Comitê Executivo de Prevenção a Fraudes da Febraban. Posteriormente, os outros bancos do grupo serão agregados.

“A Febraban definiu que o tema de prevenção a fraudes seria diretriz prioritária de ação da Federação, em resposta às ocorrências de fraudes, golpes e outras modalidades de transações ilícitas que afetam os clientes do sistema financeiro. Atualmente, 70% dos golpes são de engenharia social, que consistem na manipulação psicológica do usuário para que ele lhe forneça informações confidenciais, como senhas e números de cartões, ou faça transações financeiras em favor de quadrilhas de criminosos”, afirma Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban.

O diretor ressalta que os bancos usam várias medidas de prevenção a fraudes, como por exemplo: biometria para abertura de contas novas; bases de dados de fraudadores; ferramentas de score de risco para validação de transações; compartilhamento de informações com forças de segurança; campanhas periódicas de conscientização; esclarecimento aos clientes sobre fraudes e procedimentos de segurança, dentre outros.

“Existe a oportunidade de padronização e disseminação de melhores práticas entre os bancos, aumentando a eficácia de todo o sistema, reduzindo a oportunidade para fraudadores e golpistas”, acrescenta Volpini.

Ações dos bancos

A melhor forma de se proteger de uma tentativa de golpe é a informação. Por isso, para que o cliente possa se proteger e evitar a engenharia social, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e seus bancos associados têm investido constantemente e de maneira massiva em campanhas de conscientização e esclarecimento com a população por meio de ações de marketing em TVs, rádios e redes sociais.

Nas redes da Febraban, a comunicação antifraudes prossegue de forma ininterrupta por meio do site https://antifraudes.febraban.org.br/.

Além da realização de campanhas educativas, os bancos investem cerca de R$ 3,5 bilhões por ano em sistemas de tecnologia da informação (TI) voltados para segurança – valor que corresponde a cerca de 10% dos gastos totais do setor com TI para garantir a tranquilidade de seus clientes em suas transações financeiras cotidianas.

Adicionalmente, os bancos também atuam em parceria com forças policiais para auxiliar na identificação e punição de criminosos virtuais.

Open Finance entra na 4ª fase com 27 milhões de clientes e 40 milhões de consentimentos ativos

Conheça os 10 golpes financeiros mais aplicados

LGPD: plataformas digitais, bancos e operadoras ocupam o Top 3 da ANPD

Temos excelentes artigos sobre o Mercado Financeiro relacionado à segurança da informação, soluções antifraude, autenticação forte, moedas digitais, CDCD, estudos e recomendações FIDO e muitos outros artigos sobre os meios de pagamentos no Brasil e no Mundo. Conheça e acompanhe nossa coluna aqui! Também você pode se interessar por Criptoativos.

25jun(jun 25)18:1527(jun 27)18:15Febraban Tech 2024 - 25 a 27 de junhoO evento acontecerá nos dias 25 a 27 de junho de 2024 e falará sobre inteligência artificial generativa, internet 5G e 6G e outros assuntos18:15 - 18:15 (27) gmt Transamerica Expo Center - São Paulo, Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo/SP