Últimas notícias

Fique informado

Os shows da Black Friday

30/11/2019

Aconteceu de tudo antes e durante a Black Friday, e, os shows feitos por grandes varejistas foram a maior promessa da data no Brasil

A Black Friday é uma data um tanto quanto popular em muitos países pelo mundo.

De origem americana, está é tradicionalmente a sexta-feira após o dia de Ação de Graças, e tem milhares de promoções e descontos que podem chegar até 90% do valor total.

Aqui no Brasil a data vem se popularizando cada vez mais, tanto que deixou de ser apenas um dia e agora podemos chamar esse momento com tantos descontos de Black November.

Desde o primeiro dia do mês vem acontecendo um intenso processo de divulgação e vendas que expandiu as 24 horas para 30 dias.

Além disso, a maior parte das comprar vem sendo realizadas em ambientes digitais, que podem trazer inúmeras vantagens até na questão de maiores descontos ou comodidade.

Mas não são apenas essas promoções mensais que chamaram a atenção. Do dia 29 e 30 aconteceram dois shows ao vivo com o objetivo de promover promoções da Black Friday.

Felipe Neto foi responsável por comandar um programa com 5 horas de transmissão que contava com a participação de muitos influenciadores do Youtube. Ele promovia marcas como Adidas e Americanas, e entre gincanas e piadas, eram liberados os mais variados tipos de descontos.

Outro show que acontecia simultaneamente, mas com transmissão na televisão, foi patrocinado pela loja de varejo Magazine Luiza.

A empresa juntou nomes famosos da música nacional como Pabllo Vittar e Simone & Simaria, além do comediante, como Whindersson Nunes. Tudo isso comandado pelo apresentador Luciano Hulk.

O programa chamado de “Black das Blacks” teve mais de duas horas de duração e promoveu os descontos da loja, sendo que a Magazine Luiza havia passado meses se preparando para a data.

E a segurança dos dados no meio disso tudo?

O aumento do uso da internet e do mobile incentivou ainda mais a propagação das promoções e realização de comprar. Mas, assim como tem seu lado positivo, também tem seu lado negativo, que é aumentar a quantidade de pessoas que estão suscetíveis a ataques de phishing.

Esses ataques são basicamente propagandas falsas que trazem nomes conhecidos pela população, que ao ver mais um bom negócio não deixa de clicar e acabam tendo seus dados roubados sem nem perceber.

As lojas Americanas e Magazine Luiza são bem conhecidas por terem muitos ataques de phishing relacionados aos seus nomes. Ambas vieram se preparando muito para receber o fluxo de cliente online via desktop e mobile, e utilizam de certificados digitais SSL para que seus clientes estejam em um ambiente digital seguro.

Como se proteger na Black Friday

Black Friday: aumente as vendas na sua loja virtual investindo em segurança

Campanha de phishing atinge mais de 100 mil vítimas no Brasil