Últimas notícias

Fique informado

Principais Práticas e Soluções de Cibersegurança

31 de janeiro de 2023

Spotlight

A Transformação Digital do Mercado Imobiliário: Blockchain, Moedas digitais, Cartórios e o Futuro

A tecnologia blockchain tem despertado interesse devido ao seu potencial disruptivo em vários setores, incluindo o setor imobiliário.

8 de abril de 2024

Empresa de Israel traz tecnologia de ponta em cibersegurança para o mercado brasileiro

Com o potencial de crescimento do mercado brasileiro e sua consequente inserção no ambiente digital, os fundadores da Cysfera decidiram trazer as inovações de ponta israelenses ao cenário nacional.

3 de abril de 2024

Do primeiro Robô Advogado ao ChatGPT: Você sabe como as IAs podem impactar o futuro do setor jurídico?

Assista o webinar na íntegra, gratuitamente pelo canal oficial da doc9 no YouTube e obtenha insights essenciais sobre como aproveitar ao máximo as tecnologias emergentes e manter vantagem competitiva neste setor em constante evolução.

28 de março de 2024

AX4B: 64% das empresas brasileiras não possuem soluções corporativas de antivírus, apesar do aumento de 7% nos ataques cibernéticos

A AX4B acaba de divulgar os resultados de sua mais recente pesquisa sobre a situação da segurança cibernética no Brasil.

26 de março de 2024

O que são Adwares?

Num simples toque, os Adwares, conseguem se incorporar no computador ou celular da vítima, tendo acesso a toda sua informação privada

26 de janeiro de 2023

O que é um Malware

Criminosos digitais do mundo inteiro , constantemente, inovam nas formas de ataque virtuais por meio da criação de novos malwares

19 de janeiro de 2023

Tipos de Phishing

O phishing é um tipo de ataque que tenta roubar seus dados através de uma “pescaria” de informações, essa invasão é feita de várias maneiras

15 de dezembro de 2022

Para se prevenir, as autoridades reiteram adotar certas medidas de cibersegurança para estar um passo à frente dos cibercriminosos

Por Victor Asano Nishida – Equipe de Redação

Considerado um dos primeiros vírus na história da computação. Wabbit era um malware que infectava os computadores e se autoreplicava como um coelho se reproduzindo.

Com esse ataque desprevenido, a vítima tinha o desempenho dos seus softwares reduzidos. O que despertou o pânico das autoridades da época, ansiosas pela busca de uma antídoto.

Conforme o tempo se passou, tanto os vírus, como seus antivírus se sofisticaram. Porém, para se prevenir de ser a próxima vítima desses ataques, as autoridades em cibersegurança reiteram que é necessário adotar certas medidas para estar um passo à frente dos cibercriminosos. 

1)Hashing: refere-se a um código que permite a troca de mensagem dentro de um canal privado. O usuário que desconhece essa senha está impossibilitado de acessar esse canal, mesmo que tente forjar ou quebrar essa sequência criptografada.

2)Password: consiste no controle do acesso dos dados a partir da presença de várias etapas com senhas distintas e independentes entre si

3)Cifra: alteração da mensagem original, por meio de mudança de ordem, aparência, tipo de letras ou fonemas, de modo a torná-la ininteligível para quem a interceptar e não souber como reproduzir a mensagem original.

4)Assinaturas Digital: para assinar uma mensagem, a pessoa que enviou embaralhou a mensagem utilizando uma sequência de caracteres e números conhecida apenas por ela, criptogranfando-a.

Em seguida, quem recebeu a mensagem utiliza a função inversa para decifrar a mensagem e sabe quem enviou a mensagem, pois apenas este emissor tem a chave para efetuar a cifra.

5)Certificados Digital: documento eletrônico que contém dados sobre a pessoa física ou jurídica que o utiliza, servindo como uma identidade virtual que confere validade jurídica e aspectos de segurança digital em transações digitais.

6) Firewall: uma espécie de filtro entre redes privadas e pública da internet que analisa um conjunto de medidas e parâmetros são adotados por determinada rede. Caso esses requisitos não sejam atendidos, o programa bloqueia o acesso a tal site. 

7)VPN: uma rede privada virtual cria uma conexão de rede privada entre dispositivos através da Internet.

Esse mecanismo permite que o usuário acesso determinadas redes em espaços físicos falsos ou remotos.

Como navegar em uma rede dos Estados Unidos, estando no Brasil. Elas são usadas, principalmente, para transmitir dados de forma segura e anônima em redes públicas.

8) Análise e se previna de  conteúdos maliciosos: estar sempre cientes e antenados dos links, email, mensagens e sites suspeitos, propagados pelos cibercriminosos, que, por meio de uma clique,  roubam de todos os dados do usuário. 

Espero que essa introdução básica, neste ID Flash, sobre as principais práticas e soluções de cibersegurança tenha despertado  certo interesse ou curiosidade sobre este tema tão relevante.

Caso tenha dúvidas sobre essa pauta, não deixe de conferir em nosso portal dicas de distintos âmbitos da segurança e identificação digital no universo da criptografia referentes a cibersegurança e esse ambiente que ela engloba.

O que é Cibersegurança?

O que é cibercrime ?

Os formatos de cibercrime?

Crypto ID é o maior canal sobre criptografia no Brasil!

O QUE É CRIPTOGRAFIA?

A criptografia protege a segurança pessoal de bilhões de pessoas e a segurança nacional de países ao redor do mundo.

A criptografia de ponta-a-ponta (end-to-end encryption ou E2EE) é um recurso de segurança que protege os dados durante a troca de mensagens, de forma que o conteúdo só possa ser acessado pelos dois extremos da comunicação: o remetente e o destinatário. 

Criptografia Simétrica

Criptografia Simétrica utiliza uma chave única para cifrar e decifrar a mensagem. Nesse caso o segredo é compartilhado.

Criptografia Assimétrica

Criptografia Assimétrica utiliza um par de chaves: uma chave pública e outra privada que se relacionam por meio de um algoritmo.  O que for criptografado pelo conjunto dessas duas chaves só é decriptografado quando ocorre novamente o match.  

Criptografia Quântica

Criptografia Quântica utiliza algumas características fundamentais da física quântica as quais asseguram o sigilo das informações e soluciona a questão da Distribuição de Chaves Quânticas – Quantum Key Distribution.

Criptografia Homomórfica

Criptografia Homomórfica refere-se a uma classe de métodos de criptografia imaginados por Rivest, Adleman e Dertouzos já em 1978 e construída pela primeira vez por Craig Gentry em 2009. A criptografia homomórfica difere dos métodos de criptografia típicos porque permite a computação para ser executado diretamente em dados criptografados sem exigir acesso a uma chave secreta. O resultado de tal cálculo permanece na forma criptografada e pode, posteriormente, ser revelado pelo proprietário da chave secreta.

O que é ID Flash?

Metaverso

ID Flash é a coluna do Crypto ID dedicada a pessoas curiosas sobre o que está rolando no mundo digital nesse momento por meio de artigos rápidos e diretos.

No ID Flash falamos sobre: Criptografia, Identificação Digital, Certificação Digital, PKI, Biometria, Metaverso, Criptomoedas, Criptoativos, NFT, Blockchain, Tokenização, Inteligência Artificial, Internet das Coisas e muito, muito mais.

Inscreva-se para receber nossa Newsletter, nos acompanhe sempre e compartilhe com seus amigos!

Somos o maior portal brasileiro sobre Criptografia e Identificação Digital.

Com uma década de existência, temos um público de cerca de 2 milhões de leitores por ano.

As empresas que nos apoiam e nossos colunistas ajudam a criar um mundo digital mais seguro, confiável e tranquilo.

Acompanhe o Crypto ID nas redes sociais!