Últimas notícias

Fique informado

ABES promove debate sobre a importância da cultura de alfabetização de dados

30 de junho de 2021

Spotlight

Facebook fala sobre o incidente de 4 de outubro

“Agora que nossas plataformas estão funcionando normalmente após a interrupção de 4 de outubro achei que valeria a pena compartilhar,”Santosh Janardhan.

6 de outubro de 2021

Proteção de Dados é debate de evento da ABES com especialistas internacionais

Encontro promovido pela ABES ocorre no dia 16 de junho, às 10h, e contará com a participação de especialistas internacionais

14 de junho de 2021

ABES remove mais de 79 mil conteúdos ilegais na internet em 2020

Balanço anual de monitoramento da ABES aponta queda no número de anúncios removidos, resultado de programa de proteção à propriedade intelectual

11 de março de 2021

Seguro Cibernético LGPD é tema de novo webinar da ABES

Em parceria com CAESBRA, encontro virtual da ABES acontece no próximo dia 15, às 10h, e vai apresentar a parceria com a seguradora AIG Brasil

10 de dezembro de 2020

Webinar da ABES vai discutir os impactos da Reforma Tributária para o setor de tecnologia

Em parceria com ACATE, especialistas em tributação e direito empresarial da ABES se reúnem em encontro virtual no próximo dia 8, às 17h

7 de dezembro de 2020

Mesa redonda sobre Alfabetização de Dados, com convidados internacionais, promovida pela ABES acontecerá dia 7 de julho, às 10h

A ABES – Associação Brasileira de Empresas de Software – realizará Mesa Redonda Internacional – Alfabetização de Dados, no dia 07/07, às 10 horas, para debater o tema e mostrar o passo a passo da criação de uma cultura de alfabetização de dados, destacando suas vantagens e desafios.

O encontro contará com a participação de especialistas como Jordan Morrow, especialista em Data Literacy; Valerie A. Logan, CEO & Founder of the Data Lodge; Paul Barth, Global Head of Data Literacy at Qlik; Cesar Ripari, Diretor de Pré-Vendas América Latina Qlik; Rodolfo Fücher, presidente da ABES; André Elias Gonçalves, Coordenador Comitê Desenvolvimento de Negócios da ABES e Diretor de Vendas da IN (Inteligência de Negócios); e Alcely Barroso, Global University Programs leader in Latin America da IBM Research e Coordenadora do Comitê do Futuro do Trabalho da ABES.

As inscrições gratuitas podem ser feitas aqui, o evento contará com tradução simultânea e também em libras, e caso não consiga acompanhar nesse dia, o debate ficará disponível no canal do Youtube da associação também. 

“Vivemos hoje em uma era de geração exponencial de dados, vindos de diferentes fontes e formatos. Nesse contexto, saber falar a língua dos dados é algo imprescindível, tanto para que as empresas possam tomar a decisão mais acertada com os dados, quanto para o profissional, que se sente mais capaz e preparado para os desafios de negócio do dia-a-dia.”

“Alfabetização de Dados é uma habilidade, e que deve ser aprendida e compartilhada e em todos os níveis das organizações”, afirma César Ripari. 

André Elias, a ABES dá um grande passo no sentido de chamar atenção e se apropriar de um tema emergente e de extrema importância.

“Abordar o assunto Data Literacy significa focar a necessidade que todos temos, de alguma maneira, de mais facilmente entender e aproveitar os vários Inputs que temos ou recebemos. Numa Sociedade com exceção de informações, a nossa capacidade de seleção e interpretação deve ser aperfeiçoada, a partir dos nossos filhos.”

“Trazendo isso para nosso ambiente profissional, significa dizer que as Empresas dependem não apenas de Tecnologia e Processos, mas de Pessoas capacitadas de fato para: ler, interpretar e transformar rapidamente os mais diversos Dados disponíveis em informações úteis.”

Estamos falando de Cultura. Portanto, assim como o Data Literacy tem enorme impacto nas Empresas, também pode e deve ser explorado para elevação digital que se estabelece na Sociedade”, declara.  

A associação está comprometida em proporcionar cada vez mais conteúdo e serviços para os seus associados e parceiros, com o propósito de contribuir para a construção de um Brasil digital e menos desigual, no qual a tecnologia da informação desempenha um papel fundamental para a democratização do conhecimento e a criação de novas oportunidades para todos, de forma inclusiva e igualitária.

Por isso, a ABES tem atuado para assegurar um ambiente de negócios propício à inovação, ético, dinâmico, sustentável e competitivo globalmente. 

EVENTO: Mesa Redonda Internacional – Alfabetização de Dados 

Data: 07 de julho 

Hora: 10h 

Inscrições

Sobre a ABES 

ABES, Associação Brasileira das Empresas de Software, tem como propósito contribuir para a construção de um Brasil mais digital e menos desigual, no qual a tecnologia da informação desempenha um papel fundamental para a democratização do conhecimento e a criação de novas oportunidades para todos.

Nesse sentido, tem como objetivo assegurar um ambiente de negócios propício à inovação, ético, dinâmico, sustentável e competitivo globalmente, sempre alinhado a sua missão de conectar, orientar, proteger e desenvolver o mercado brasileiro da tecnologia da informação. 

Desde sua fundação, em setembro de 1986, a ABES busca ser relevante para seus associados e referência nacional e internacional do setor de tecnologia. Recentemente, a entidade lançou em parceria com a EY, o diagnóstico LGPD, ferramenta on-line gratuita e o índice LGPD/ABES, com o objetivo de ajudar as empresas a analisarem seu nível de adequação perante a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Com a base nos mais de 3 mil diagnósticos realizados, o índice LGPD ABES, apontam que cerca apenas 40% estão em conformidade com a LGPD.

Atualmente, a ABES representa aproximadamente 2 mil empresas, que totalizam cerca de 85% do faturamento do segmento de software e serviços no Brasil, distribuídas em 22 Estados brasileiros e no Distrito Federal, responsáveis pela geração de mais de 208 mil empregos diretos e um faturamento anual da ordem de 63,7 bilhões em 2019. 

Proteção de Dados é debate de evento da ABES com especialistas internacionais

ABES remove mais de 79 mil conteúdos ilegais na internet em 2020

Mais de 56% das empresas de tecnologia precisam se adequar à LGPD, aponta índice da ABES