Últimas notícias

Fique informado

5 dicas para ser um profissional de cibersegurança

18 de julho de 2021

Spotlight

O que é o open banking e como ele funciona

Saiba o que vai mudar na vida dos brasileiros com

14 de julho de 2021

Incidente na Kaseya chama a atenção para atrativa maneira em propagar de ataques

O incidente na Kaseya resultou na indisponibilização de ativos de mais de mil empresas no início deste mês.

14 de julho de 2021

Marcelo Fernandes da FICO fala sobre a segunda fase do open banking

Em 15 de julho, os bancos passam a operar com sistemas abertos e clientes terão mais acesso aos serviços financeiros.

8 de julho de 2021

Novo serviço desenvolvido pelo ITI permite consultar certificados digitais emitidos pela ICP-Brasil

Os usuários de Certificados digitais da ICP – Brasil agora contam com mais um serviço, o Meu Certificado, com intuito de facilitar seu o uso

25 de junho de 2021

Em meio ao aumento dos ciberataques, profissão ganha destaque no mercado de tecnologia brasileiro

Os últimos meses foram marcados pelo aumento exponencial dos ciberataques, em especial nas empresas. De acordo com um levantamento realizado pela Kaspersky, só em 2020 o aumento foi de 330%, representando mais de 370 milhões de tentativas de invasões a sistemas corporativos . 

E, diante desse cenário, o profissional de cibersegurança passou a valer ouro para as organizações, que estão investindo cada vez mais em tecnologia preventiva para esse tipo de situação.

“A presença desse profissional se torna indispensável para evitar exposição das empresas aos golpes. Além disso, são eles os responsáveis por gerenciar todas as soluções voltadas para cibersegurança”, pontua Gustavo Duani, da Claranet Technology S/A, multinacional de tecnologia, com foco em serviços gerenciados de cloud computing. 

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a expectativa é que o Brasil tenha demanda para mais de 420 mil profissionais de TI até 2024.

Em meio a falta de mão de obra qualificada nesse mercado, Duani dá algumas dicas de como se tornar um profissional de cibersegurança. Confira! 

1- Busque certificação: ter um diploma é importante, mas na área de tecnologia, as certificações muitas vezes podem contar mais. Por isso, os cursos que são especificamente da área podem ser uma porta de entrada para a profissão. 

2 – Inglês é fundamental: muitos termos deste segmento são em inglês e, por isso, é importante ter domínio da língua. Além disso, muitos relatórios podem chegar em inglês e isso se torna parte do cotidiano. 

3 – Adaptação a mudanças: o setor de tecnologia é bastante dinâmico e as mudanças acontecem muito rápido, em especial no que tange os ataques hackers. Sendo assim, é preciso agilidade e grande poder de adaptação. 

4 – Foco em resultados: o objetivo dos profissionais de cibersegurança é prevenir os ataques. E por isso, o foco deve ser na identificação das ameaças e nos resultados que vão proteger a companhia. 

5 – Conhecer o mercado: estar antenado ao que acontece no mercado, e até em outras empresas, é importante para o profissional de cibersegurança. O segmento apresenta sempre novidades e é preciso estar por dentro. 

SOBRE A CLARANET 

Fundada em 1996, a Claranet é uma multinacional de tecnologia, com foco em cloud computing, cyber security, DevOps, serviços gerenciados e outros. O grupo está presente em 10 países no mundo e os quase 3 mil colaboradores têm como missão ajudar os clientes em todas as etapas da transformação digital. Com 5 estrelas do ISG Provider Lens, nas categorias de nuvem pública e privada no Brasil, a empresa é destaque na liderança por diversos analistas internacionais de tecnologia.

Renato Bezerra da Tempest fala sobre a parceria com a IBM a importância do SIEM em soluções de cibersegurança

Cibersegurança como estratégia nos negócios

Wayra e Vivo lançam desafio focado em soluções antifraude e cibersegurança

Siga o Crypto ID no Linkedin e acompanhe as atualizações sobre inovação e segurança da informação com foco em eIDs e Criptografia!