Últimas notícias

Fique informado
Paris utilizará identificação digital para segurança e agilidade em seus aeroportos

Paris utilizará identificação digital para segurança e agilidade em seus aeroportos

30 de novembro de 2016

Paris Aéroport  utiliza  identificação digital para dar segurança ao fluxo de passageiros no controle de imigração

 Os aeroportos de hoje são obrigados a lidar com o rápido aumento de viajantes e, com as novas restrições de segurança e orçamento, facilitar uma experiência segura e rápida

 Amsterdã, 30 de novembro de 2016 – A Gemalto, líder mundial em segurança digital, foi escolhida pela Paris Aéroport para fornecer, instalar e manter seus portões Coesys Automated Border Control, como parte do programa francês PARAFE (sigla em francês para Passagem Rápida Automatizada nas Fronteiras Externas).

A solução baseia-se no reconhecimento de impressão digital e visa aumentar a capacidade e melhorar a experiência do viajante.

A Gemalto e seu parceiro de confiança Automatic Systems foram selecionados pela Paris Aéroport para fornecer 87 portões eletrônicos nos aeroportos Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly.

Até o primeiro trimestre de 2017, com apenas seus passaportes e impressões digitais, os passageiros poderão começar a passar pelos novos e rápidos portões eletrônicos da Gemalto e economizar tempo no embarque e na chegada aos principais aeroportos de Paris. Com 95,2 milhões de passageiros que utilizam esses portões anualmente, garantir a melhor segurança possível ao mesmo tempo em que aprimora a fluidez dos passageiros é a meta.

O processo é rápido, intuitivo e altamente seguro: no portão eletrônico, os passageiros apresentam seu passaporte eletrônico e, em seguida, sua digital. A impressão digital é comparada com os dados biométricos armazenados no documento. Enquanto a identidade do viajante é verificada no portão eletrônico, Agentes de Controle de Imigração podem continuar monitorando as informações em tempo real para permitir a travessia de fronteira.

Frédéric Trojani, Vice-Presidente Executivo dos Programas Governamentais da Gemalto explica que o projeto é vantajoso tanto para os passageiros quanto para os agentes de controle de imigração: “Sob o ponto de vista de um passageiro, nossa solução oferece a experiência de uma passagem ininterrupta pelos portões, já que ela leva apenas poucos segundos.

Possibilitando um ótimo uso das tecnologias biométricas, ela também melhora a segurança no controle de imigração ao mesmo tempo em que permite o aumento na detecção dos casos de fraude”.

A solução foi concebida para evoluir com o passar do tempo desde o reconhecimento das impressões digitais ao reconhecimento facial. O principal contratante da Gemalto formou parceria com duas subsidiárias do Bolloré Group, a Automatic Systems e a IER, para implementar o projeto.

Nenhum comentário até agora

Ir para a discussão

Nenhum comentário ainda!

Você pose ser o primeiro a iniciar a discussão.

<