Últimas notícias

Fique informado

Cartão, token ou nuvem: qual a melhor opção para certificado digital?

13 de setembro de 2021

Spotlight

Philip R. Zimmermann apresenta o 3º episódio AET Security Topics: Quantum Key Distribution

Philip R. Zimmermann, um dos maiores criptógrafos, apresenta uma nova webserie. Não perca o 1º episódio! Com legenda em português!

15 de setembro de 2021

NSA publica atualização sobre criptografia resistente a quantum

A NSA publicou o FAQ “Quantum Computing and Post-Quantum Cryptography. Confira nesse artigo!

3 de setembro de 2021

A condição paradoxal do hacktivismo

O início dos anos 2000 foi marcado pela formação do movimento Anonymous e por ataques relevantes, classificados como hacktivistas.

1 de setembro de 2021

CertForum 2021: Fórum Mundial de Assinatura Digital

Como parte integrante do CertForum, será realizado o Fórum Mundial de Assinatura Digital, com o objetivo de ampliar o debate do uso da assinatura digital.

1 de setembro de 2021

CertForum 21: evento on-line para quem quer saber tudo sobre identificação digital e documentos eletrônicos

O CertForum é realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID).

31 de agosto de 2021

Por que o certificado digital tipo A3 é mais seguro?

Pode-se dizer que a principal diferença entre o certificado digital do tipo A3 e do tipo A1 é o modo de armazenamento dos dados

21 de junho de 2021

Transformação digital: o que é, quais os impactos e como implementá-la

A transformação digital já era uma tendência entre as empresas do país, no entanto, foi na pandemia que o processo foi ainda mais acelerado

3 de junho de 2021

Como utilizar o certificado digital por token ou cartão no computador

O certificado digital pode ser emitido por token, instrumento para USB, ou smartcard, lido por meio de um hardware específico

10 de maio de 2021

AC Certificaminas explica como a criptografia funciona nos certificados digitais e quais seus benefícios

A criptografia é o que garante a confidencialidade e integridade das informações contidas em documentos e e-mails.

26 de janeiro de 2021

Entrevista com Heitor Pires da AC CERTIFICAMINAS

Entrevista com Heitor Pires fundador da AC CERTIFICAMINAS – A trajetória de uma Autoridade Certificadora da ICP-Brasil.

26 de agosto de 2020

Há ainda a opção do certificado digital arquivado diretamente no computador, esse, inclusive, é um dos mais usados por pessoas físicas e jurídicas

Cartão, token ou nuvem? e-CPF, e-CNPJ, NF-e, CT-e ou SSL? Com tantos tipos diferentes de certificado digital, fica difícil escolher o que melhor atende às suas necessidades e do seu negócio, não é? 

Mas, calma, essa não precisa ser uma decisão difícil. Embora apresentem características específicas, os modelos oferecem os mesmos benefícios e a segurança necessária para o cumprimento de vários procedimentos em ambiente virtual. Dessa forma, eles possuem o mesmo objetivo: desburocratizar e otimizar processos comuns em nosso dia a dia.  

A verdade é que para escolher o melhor modelo para você (pessoa física ou jurídica) é importante analisar as vantagens, as desvantagens e outras características da própria ferramenta. 

Quer descobrir qual mídia criptográfica é a melhor para armazenar o seu documento eletrônico? Continue com a gente até o final.

Certificado digital em cartão: dispositivo compacto e de fácil acesso

Smartcard é um tipo de mídia criptográfica usada para armazenar o certificado digital. Ou seja, trata-se de um dispositivo tecnológico responsável por guardar o arquivo certificatório que, como sabemos, funciona como uma identidade em ambiente virtual.

Apesar de ter um aspecto físico semelhante ao de um cartão de crédito com chip, esse modelo (que armazena o certificado do tipo A3), possui uma função totalmente diferente. Ele é usado para assinatura de contrato, efetuação de transferência bancária, envio de documentos e outras operações.

Outra característica do smartcard é que, para ser usado, o titular precisa contar com o auxílio de uma leitora de cartão conectada ao computador. Somente com esse equipamento será possível realizar qualquer tipo de operação com a ferramenta. Basta inserir a mídia na leitora e digitar a senha para ter acesso ao documento eletrônico. 

Vantagens de usar o smartcard

Essa mídia que armazena o certificado digital do tipo A3 apresenta benefícios que vão desde mobilidade e praticidade até segurança. 

O smartcard é um dispositivo compacto, prático e de fácil transporte. Portanto, pode ser levado facilmente para outros lugares.

O armazenamento do certificado A3 na mídia física oferece maior segurança, uma vez que ninguém pode acessá-lo de outro lugar e ao mesmo tempo. 

Certificado digital em token: mobilidade e segurança para transações eletrônicas

Assim como o smartcard, o token consiste em uma mídia criptográfica usada para arquivar o certificado do modelo A3. A diferença está só no tipo de dispositivo e na maneira como é usado. 

Isso porque a ferramenta não precisa de uma leitora para ser usada, como o smartcard. Nesse caso, o modelo permite uma conexão direta com uma entrada USB de um computador. Assim, quando o usuário quiser acessar o documento eletrônico, basta inserir o card no desktop e digitar a senha PIN. 

Com relação ao dispositivo, a sua aparência se assemelha a de um pendrive, mas não se engane. O pendrive tem a função de guardar e transferir qualquer tipo de arquivo de diversas extensões, o que não acontece com o token. 

Vantagens do certificado digital em token

Por armazenarem o mesmo tipo de certificado, o token e o smartcard apresentam vantagens parecidas.

O token também é um dispositivo compacto e de fácil manuseio. Pode ser levado facilmente para outros lugares e usado em outros computadores. Ele oferece maior segurança, pois pode ser usado por apenas uma pessoa por vez.

Não é necessária uma leitora para que o token possa ser usado, portanto, não há custo adicional.

Certificado digital em nuvem: mais segurança e economia ao usuário

O certificado digital em nuvem foge da lógica dos dispositivos do tipo A3. Isso porque ele é salvo diretamente em ambiente virtual, permitindo o acesso de qualquer dispositivo (celular, tablet, notebook, desktop) e em qualquer lugar do mundo. Basta que o usuário tenha os dados de acesso para usá-lo. 

Dessa forma, ele consegue realizar diversas transações digitais por meio de qualquer computador ou dispositivo móvel, com a mesma segurança dos certificados armazenados em mídia física. Nesse caso, só é necessário ter conexão à internet para fazê-las. 

Na Certificaminas, realizamos a emissão do Bird ID, um certificado em nuvem inovador que pode ser acessado por meio de um aplicativo para celular e dispositivos móveis.

Vantagens do certificado em nuvem

Este tipo de certificado é extremamente seguro por ser salvo em um servidor Hardware Security Module (HSM), o mesmo tipo de equipamento usado pelas Autoridades Certificadoras (AC). Ele também possui o prazo de validade estendido.

Ao investir no modelo arquivado em nuvem, eliminam-se os custos com equipes de apoio de T.I, leitoras de cartão ou tokens. 

Certificado digital com armazenamento no computador

Há ainda a opção do certificado digital arquivado diretamente no computador, esse, inclusive, é um dos mais usados por pessoas físicas e jurídicas.

Assim, por ser gerado a partir de um desktop, o modelo A1 não necessita de nenhuma mídia física, como token ou smartcard, para ser usado. 

Uma característica do A1 é que, normalmente, ele é recomendado para operações que envolvam muitas máquinas, pois pode ser instalado em mais de um desktop para uso do titular. A validade do A1 é de um ano.

Vantagens do certificado A1

O A1 tende a ter preços mais acessíveis. Seu uso pode ser produtivo para empresas de muitas operações que envolvam assinatura e documentação.

Afinal, qual a melhor opção para certificado digital?

Como foi possível perceber, os certificados armazenados em token, smartcard, nuvem e computador apresentam características distintas. Exatamente por isso, é preciso avaliar cada uma delas para identificar a que melhor atende às suas necessidades.

Se a sua rotina envolve muitas viagens a negócio, por exemplo, o ideal é optar por um modelo que possa ser acessado de outros dispositivos além do computador. Caso precise de um certificado com um nível maior de segurança, o arquivado em nuvem pode ser a melhor opção. 

Assim, tudo dependerá das aplicações nas quais você pretende usá-lo, das suas necessidades e da sua empresa. O modelo ideal é aquele que melhor te atende.

Fonte: AC Certificaminas

Sobre Certificaminas

A Autoridade Certificadora Certificaminas, fundada há 8 anos na cidade de Formiga – MG, está presente hoje em todo o Brasil e estima chegar a 10% do share do mercado brasileiro de certificação digital ICP-Brasil ainda em 2021.

Fortalecer a rede de parceiros e oferecer sempre mais do que o esperado são algumas das ações que colocam a Certificaminas entre os principais players do mercado de identificação digital no Brasil.


A AC Certificaminas é especializada em gestão de negócios e oferece às suas Autoridades de Registro credenciadas apoio contábil, jurídico e de comunicação e marketing, além de ministrar periodicamente treinamentos técnicos, de vendas e operacionais.

A rede da ARs conta ainda com o acompanhamento dos setores de business intelligence e compliance, que acompanham toda a rede, garantindo dessa forma a performance e a segurança operacional.

Leia aqui alguns artigos produzidos e sobre a AC Certificaminas!

Certificaminas patrocina CertForum e reforça posicionamento nacional

Parceiro-indicador de certificado digital: o que faz, vantagens e como se tornar um

Digitalização de documentos pessoais: mais praticidade e segurança ao titular